Falta de concentração e atenção: exercícios para ter mais foco no seu dia

Exercícios de relaxamento para melhorar seus níveis de concentração
 

A concentração é vital sempre que uma tarefa - seja física ou mental - exige esforço da sua parte. Atenção e concentração estão estritamente ligadas. Para definir concentração, poderíamos dizer que é a forma mais intensa de atenção. É necessário prestar atenção para atingir uma verdadeira concentração. Portanto, a atenção sempre precede a concentração.

Por outro lado, é possível prestar atenção a uma informação sem necessariamente concentrar-se nela a ponto de se desligar de todo o resto. Assim, você pode escutar atentamente uma conversa, por exemplo, e estar ciente do que está se passando à sua volta.

Ao estudar uma matéria, um aluno precisa prestar atenção ao que está lendo, mas também precisa se concentrar para guardar todas as informações por um longo período. Já os atletas profissionais são capazes de se concentrar tão intensamente no que estão fazendo que atingem um estado de distanciamento de tudo que os cerca, de toda e qualquer distração auditiva, visual ou tátil.

A amplitude da concentração, assim como a atenção, varia de pessoa para pessoa. Depende das condições biológicas, da hora do dia, do seu bem-estar físico e mental, do que está acontecendo na sua vida e, sobretudo, de quanto você está interessado em concluir a tarefa ou o projeto.

Além disso, é preciso levar em conta o papel desempenhado pelos seus hábitos de concentração. Algumas pessoas estão acostumadas a se concentrar por longos períodos num ambiente barulhento, ao passo que outras precisam de paz e silêncio. Mas você pode mudar seus hábitos e aprender a se concentrar em praticamente qualquer situação.

Como melhorar sua concentração

Apesar dessas variações, todos podem melhorar a capacidade de concentração gastando um pouco mais de tempo em cada tarefa. Esse tipo de exercício muito específico é mais gratificante, evidentemente, quando a atividade é prazerosa. Não se esqueça de que, se você não tiver interesse nem motivação, o fracasso nunca estará muito longe. Quando a tarefa em si é maçante, você precisa encontrar algum tipo de motivação positiva ou mesmo prometer-se alguma recompensa, a fim de se incentivar a concentrar-se na tarefa à sua frente.

Exercícios de concentração: o primeiro passo é relaxar

Este exercício usa a visualização e irá ajudá-lo a alcançar um estado de calma e relaxamento, concentrando-se na chama de uma vela. Ao criar uma imagem mental da chama, o fluxo de pensamentos que causam distração ficará mais lento e você poderá atingir uma sensação de bem-estar e consciência do seu corpo. Procure compreender ao máximo o texto a seguir, uma vez que isso permitirá que você atravesse todos os estágios sem ter de abrir os olhos, o que poderia fazê-lo perder os benefícios que o relaxamento completo pode trazer.

Preparando o corpo para o relaxamento

  1. Acomode-se num lugar calmo, onde você se sinta confortável.
  2. Acenda uma vela e coloque-a a distância aproximada de um metro à sua frente. Sente-se de pernas cruzadas no chão (em cima de uma pequena almofada, se necessário) ou numa cadeira, numa posição confortável, com as costas retas contra o encosto e as pernas separadas e relaxadas.

    Se sentar não lhe trouxer conforto de imediato, alongue-se no chão por cinco minutos, se a ocasião permitir. Feche os olhos e tome consciência de cada uma das partes do seu corpo, de forma a relaxar uma parte de cada vez. Respire, calma e profundamente, enquanto percorre todo o seu corpo.

    Exercício de Relaxamento

  3. Fique nessa posição, com os olhos fechados, por alguns minutos, estando consciente do seu corpo e da sua estabilidade. Conscientize-se do ritmo de sua respiração, que ficará cada vez mais calma e regular.
  4. Agora foque na chama da vela. Se os seus pensamentos tentarem se mover em outras direções, traga-os de volta à chama lentamente. Relaxe os músculos faciais.
  5. Feche os olhos lentamente.
  6. Respire profundamente, prestando atenção à respiração, e sinta o abdômen subir e descer, à medida que você inspira e expira. Essa respiração abdominal estimula o relaxamento.

    Leve o tempo que for necessário inspirando e expirando vagarosamente, e se permita seguir esse ritmo como se você estivesse sendo embalado por ondas.

    Repita para si mesmo "eu estou calmo, eu estou relaxando", até que você se sinta completamente calmo. Se ainda sentir alguma tensão em seus músculos, use essa respiração rítmica para ajudá-lo a relaxá-los. Idealize uma sensação de calma fluindo para dentro de você.

    Concentre-se

  7. Visualize a imagem da chama na sua mente. Permaneça focado em seus movimentos intermináveis. Isso ocupa a totalidade da sua mente. É como se você estivesse hipnotizado pela dança e cores da chama. Quando um pensamento tornar a penetrar na sua mente, deixe-o vir, e ele será consumido pela chama.
  8. Aproxime um pouco mais o rosto da chama. Olhe novamente para ela e sinta seu calor. Preste atenção a essas sensações, num estado de relaxamento interior.

    Volte ao estado inicial

  9. Assim que você se sentir cansado, ou perceber que pensamentos entram na sua mente mais uma vez, deixe que a imagem mental da chama se esmaeça. Comece a mover seus músculos e membros lentamente, um por um. Alongue-se devagar, boceje se quiser, e, finalmente, abra os olhos novamente.

Use esse exercício sempre que sentir a necessidade de relaxar e puder se refugiar em um lugar calmo. Se você não estiver acostumado a esse tipo de exercício, dedique-se a ele por no máximo 15 minutos. Com tempo e prática, você vai experimentar a sensação de relaxamento mais profundamente e passará mais tempo fazendo o exercício. A sensação de relaxamento e serenidade proporcionada por exercícios de relaxamento promove as bases para uma excelente concentração.

Extraído do livro 101 Maneiras de Melhorar Sua Memória.

Vote it up
914
Gostou deste artigo?Votá-lo até

Postar um comentário

Na Nossa Loja