Mel e a cura dos problemas gastrointestinais

Mel sempre foi usado por curandeiros para tratar males gastrointestinais. Mel alivia dores da úlcera e regula o intestino.
 

Os curandeiros tradicionais usavam mel para tratar diversos males gastrointestinais. Agora há boas evidências de que estavam certos.

Mel alivia a dor das úlceras. O mel pode reduzir os sintomas de úlcera e acelerar a cicatrização. Também parece reduzir inflamações, estimular o fluxo sanguíneo e promover o crescimento de células epiteliais, que revestem o interior do estômago e do intestino. Provou-se inclusive que o mel mata o H. pylori, a bactéria responsável pela maioria das úlceras. Provavelmente o mel cru é a melhor opção. As altas temperaturas atingidas na produção do mel pasteurizado podem neutralizar alguns de seus componentes ativos.

Promove a regularidade intestinal. A alta concentração de frutose do mel torna-o ideal para o tratamento da constipação ocasional. A frutose não digerida serve como alimento para bactérias intestinais normais. A consequente fermentação atrai água para o intestino grosso e tem efeito laxante.

Cuidado com mel para criança com menos de 1 ano. Nunca dê mel a crianças com menos de 1 ano de idade, pois pode conter um pequeno número de esporos de Clostridium botulinum, o micróbio causador do botulismo. Os esporos não se desenvolvem no intestino de adultos nem de crianças maiores. Mas, em lactentes, eles podem se reproduzir, causando uma grave forma de intoxicação alimentar conhecida como botulismo do lactente.

Conheça também o poder do mel para melhorar a cicatrização.

Fonte: 1.001 Remédios Caseiros – Seleções do Reader´s Digest

Vote it up
579
Gostou deste artigo?OBRIGADO
 

 

 

Na Nossa Loja