Não se preocupe: é normal!

Ah, essas funções corporais constrangedoras! O que acontece com o corpo quando envelhecemos – e como dar um jeito nisso.
 

POR QUE ESTOU VAZANDO?

 

TODO MUNDO ADORA RIR, mas... e quando aquela piada ótima faz sua bexiga vazar um pouquinho? A incontinência urinária de esforço é bastante comum, diz o Dr. Alan Wein, chefe da Urologia da Escola Perelman de Medicina da Universidade da Pensilvânia. “O resultado são vazamentos quando a pessoa ri, tosse ou espirra. Os nervos, assim como as estruturas que mantêm tudo no lugar e impedem que a uretra se mova excessivamente, se deterioram com o envelhecimento”, explica ele. “A distensão dos músculos pélvicos durante o parto aumenta o risco em mulheres, enquanto as cirurgias da próstata elevam o risco em homens.”

 

A solução? Vá mais vezes ao banheiro para deixar menos fluido na bexiga. Exercícios específicos também ajudam: contraia a musculatura pélvica como se quisesse interromper o fluxo de urina. Faça dez contrações de dez segundos dez vezes por dia para fortalecer o esfíncter urinário, e contraia sempre que tossir ou espirrar.

 

Escreva o que come e bebe e a hora em que vai ao banheiro ou percebe vazamentos, pois assim irá ajudar o médico a determinar se você tem incontinência de esforço ou de urgência (em que os músculos da bexiga se contraem na hora errada).

 

DE ONDE VEM O MAU HÁLITO?

 

EM GERAL, O MAU HÁLITO nasce no fundo da língua, segundo Patricia Lenton, diretora da Clínica de Pesquisa de Saúde Oral da Universidade de Minnesota. A língua é como um tapete, explica ela, e as bactérias se escondem entre as protuberâncias. Além disso, quando envelhecemos tomamos mais remédios, e muitos deles provocam boca seca e exacerbam o mau hálito.

 

Entre as soluções, está a limpeza da língua com um raspador de bordas lisas, diz a Dra. Lenton. “Comece o mais atrás possível.” Segundo estudos, enxaguantes bucais com zinco e cloreto de cetilpiridínio são bastante eficazes contra as bactérias da boca. Quando o pH da boca é alcalino, compostos voláteis de enxofre são liberados. Ao comermos, a boca fica mais ácida, e isso reduz o mau cheiro, acrescenta a Dra. Lenton. Vá ao dentista e veja se há cáries, gengivite ou algum problema de saúde, como sinusite ou doença renal.

 

UNHAS DOS PÉS ESQUISITAS?

 

UNHAS QUEBRADIÇAS, manchadas e grossas em virtude de micoses causam constrangimento, ainda mais para quem usa chinelos. Os fungos se alimentam da unha e a prejudicam, explica o Dr. David Tran, professor-assistente da Escola de Medicina Podiátrica da Califórnia, na Universidade Samuel Merritt. A idade é o maior fator de risco, de acordo com um artigo publicado na revista PLOS Pathogens. Diabéticos e pessoas com problemas de circulação também são suscetíveis.

 

O melhor é começar cedo o tratamento com uma solução tópica indicada por um podólogo ou dermatologista. Infecções mais graves podem precisar de medicamentos orais que exigem acompanhamento hepático para evitar efeitos colaterais perigosos, segundo o Dr. Tran. Outra opção: um estudo demonstra que tratamentos com laser funcionam em 80% dos casos.

 

Consulte o médico se suas unhas mudarem muito. As manchas podem ser sintoma de câncer de pele, geralmente diagnosticado muito tarde quando surge debaixo das unhas.

 

ONDE ESTÁ O BANHEIRO?

 

SE PERDER O CONTROLE do intestino antes de chegar ao banheiro, não se assuste: você não está sozinho. Um estudo recente afirma que a incontinência fecal ou intestinal afeta mais de 16% das pessoas com idade superior a 70 anos em todo o mundo.

 

“Quando envelhecemos, os nervos e músculos se degeneram”, explica o Dr. Satish S. C. Rao, diretor do Centro de Saúde Digestiva da Universidade de Augusta, no estado americano da Geórgia. Os mesmos exercícios de contração recomendados para problemas urinários fortalecem o esfíncter anal e vão lhe dar mais tempo.

 

Como certos alimentos podem causar problemas, o Dr. Rao recomenda uma consulta ao gastroenterologista para fazer um exame do hálito e ver se você metaboliza corretamente alimentos com frutose (açúcar das frutas), lactose (açúcar do leite) e frutano, um conjunto de moléculas presente em alimentos como trigo, cebola, alho e alcachofra.

 

Em algumas pessoas, o reto, reservatório geralmente flexível, se enrijece e forma um tubo incapaz de acomodar acúmulos. Nesse caso, o médico pode usar um balão para distender o reto ou recomendar uma cirurgia. Também consulte o médico se houver diarreia crônica, sangue ou pus nas fezes, febre, diarreia noturna, desidratação ou emagrecimento inesperado.

 

QUE MANCHAS SÃO ESSAS?

 

A MAIORIA DOS SINAIS escuros provocados pelo sol não é perigosa, mas o dermatologista pode ajudar a acompanhar os padrões de mudança que talvez indiquem o surgimento de problemas, diz a Dra. Jane Grant-Kels, diretora de Dermatopatologia da Universidade de Connecticut.

 

Segundo um estudo da revista PLOS One, cerca de 14% das pessoas de meia-idade têm sinais castanhos inofensivos, também chamados de manchas hepáticas. Quando envelhecemos, elas aparecem nos lugares mais expostos aos raios ultravioleta, como o rosto, as mãos e os antebraços. Use um creme clareador. O dermatologista pode eliminá-las com laser ou nitrogênio líquido.

 

As ceratoses seborreicas – crescimentos genéticos parecidos com verrugas, cuja cor vai do amarelo ao preto – são inofensivas. A Dra. Grant-Kels indica que a maioria dos pacientes não mexa nesses sinais, mas o dermatologista pode removê-los. O mesmo vale para as protuberâncias vermelhas chamadas hemangiomas – aglomerações de vasos sanguíneos dilatados, que são benignas.

 

Se alguma mancha ou sinal o preocupa, procure um dermatologista. O câncer de pele é o mais frequente no Brasil e corresponde a 30% de todos os tumores malignos registrados no país segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca). Um dos sintomas do câncer de células basais e de células escamosas é uma protuberância que não sara. Um dos sintomas de melanoma são novos sinais ou mudanças no aspecto de sinais existentes.

 

MEU NARIZ ESTÁ CRESCENDO?

 

EMBORA OS OSSOS da face parem de crescer por volta dos 15 anos, a cartilagem do nariz e das orelhas continua a se esticar, diz o Dr. Steve Daveluy, professor-assistente de Dermatologia da Universidade Estadual Wayne, no Michigan. Na meia-idade, os ossos e a gordura da bochecha se afundam e dão mais destaque ao nariz . “Talvez fique menos de um milímetro maior, mas, com o encolhimento da bochecha, parece que cresceu mais do que isso”, diz o Dr. Daveluy. A gravidade também puxa o lóbulo da orelha para baixo, principalmente com anos usando brincos pesados.

 

O Dr. Daveluy também recomenda aplicar filtro solar todos os dias no nariz e nas orelhas para evitar os danos ligados à idade que tornam a pele flácida. Mas a cirurgia cosmética é a única maneira de reduzi-los.

 

Se seu nariz está engrossando e ficando vermelho, você pode estar com rinofima, uma complicação da rosácea não tratada. Procure o médico.

 

POR QUE TANTOS GASES?

 

QUANDO AS BACTÉRIAS do intestino fermentam alimentos no cólon, gases como hidrogênio e dióxido de carbono são liberados; mesmo quem é saudável solta gases até 20 vezes por dia. Ao envelhecer, algumas pessoas fazem isso com mais frequência e mais odor. Por exemplo, alguns têm dificuldade para digerir lactose e sentem-se empanzinados, com mais flatulência.

 

Um remédio antiflatulência com simeticona pode romper as bolhas de gás. Tome probióticos. Ingeridas com constância, essas bactérias boas ajudam a reduzir a flatulência, a indigestão e outros componentes da síndrome do intestino irritável, de acordo com uma revisão de estudos publicada na revista American Journal of Gastroenterology. Ou então, coma uma porção diária de 150 ml a 250 ml de iogurte com probióticos.

 

Algumas pessoas sofrem com gases, arrotos e indigestão porque ingerem ar demais quando fumam ou bebem refrigerantes carbonatados. “O engraçado é a frequência com que isso acontece”, diz o Dr. William Chey, do Programa de Bem-Estar Comportamental e Nutrição Gastrointestinal da Universidade de Michigan. “As pessoas chegam se queixando de arrotos e empanzinamento, mas tomam oito refrigerantes por dia.”

 

Também evite consumir chicletes e balas sem açúcar que contenham álcoois como sorbitol, manitol e xilitol. O corpo não consegue absorvê-los, o que pode piorar o quadro.

 

O QUE FOI QUE VOCÊ DISSE?

 

MUITA GENTE SOFRE perda auditiva em um dos ouvidos ou nos dois: quase um terço das pessoas com 50
a 59 anos, quase metade dos que têm de 60 a 69 anos e três quartos dos que passaram dos 70 anos. Embora todos aqueles shows de rock não tenham ajudado, há outros fatores, como a idade, a genética, o tabagismo, o diabetes e a má alimentação, como explica o Dr. Craig Newman, diretor do setor de Audiologia da Clínica Cleveland. Tudo isso destrói as células ciliadas do ouvido interno que mandam ao cérebro os sinais auditivos.

 

Use um aparelho auditivo. Depois de danificadas, essas células ciliadas não se recuperam. E quanto mais você esperar, mais difícil será o tratamento. Felizmente, o cérebro consegue “reaprender” a ouvir. “Usar o aparelho com regularidade irá ‘ensinar’ a ouvir de novo”, diz o Dr. Newman.

 

Mas, alerta ele, se perder quase ou toda a audição de repente, “procure um médico imediatamente”. Dependendo da causa – vírus, reação a medicamentos ou, em casos raros, tumores benignos chamados neurinomas do acústico –, esteroides e antivirais podem ajudar. No caso de tontura súbita e perda de audição com tinido nos ouvidos, vá ao pronto-socorro.

Vote it up
622
Gostou deste artigo?OBRIGADO
 

 

 

Na Nossa Loja