25 segredos de garçom

O que alguns garçons diriam se pudessem ou se não estivessem sob a mira dos patrões?
 

Sobre o que mentimos...

≫ Não temos autorização para dizer aos clientes que não gostamos de um determinado prato. Então, se você perguntar ao garçom se uma comida é boa e ele responder “É um dos pratos mais pedidos da casa!”, há boas chances de não ser o prato preferido dele. Mas, se você tiver intimidade com o garçom, ele provavelmente vai te responder com sinceridade.

≫ Se você está procurando o seu garçom e outro aparece dizendo que ele está pegando alguma coisa no estoque, pode apostar que ele está lá fora, batendo papo. Mas saiba também que, provavelmente, este novo garçom que apareceu está querendo aproveitar a deixa e ficar com o cliente para ele.

≫ Se você é vegetariano e pergunta se temos verduras e legumes frescos na cozinha, vou dizer que sim, mesmo se não tivermos. Você nunca vai saber a diferença.

≫ Se você perguntar a um garçom qual é o melhor prato da casa, ele provavelmente irá lhe indicar o mais caro do cardápio, mesmo que, na verdade, seja um simples prato feito, o famoso “PF”. Assim, a gorjeta dele vai ser maior!

O que é melhor que você não saiba

≫ Quando um garçom lhe perguntar se quer limão ou laranja no seu refrigerante ou na bebida, diga que não. Saiba que eles nunca são lavados. Nós apenas tiramos as pontas, cortamos as rodelas e as jogamos no seu Ice Tea.

≫ Em muitos restaurantes as gorjetas são divididas, então, se você tem uma experiência ruim com o garçom, você vai punir o barman que fez o seu drinque, talvez a recepcionista, os cozinheiros e até outros garçons.

≫ Vira e mexe aparece um cliente que diz que é amigo do patrão. Ele reclama que o prato não está bom e pede para chamar o chefe. Eu sempre respondo: hoje ele não está aqui. Se ele fosse mesmo amigo do dono, saberia o nome dele e ainda teria o telefone.

≫ Na maioria dos restaurantes, o garçom não vai dizer se determinado prato serve uma ou duas pessoas. Ele vai sempre tentar vender o prato completo e nunca meia refeição, mesmo se souber que é comida demais para uma pessoa só. É que assim a comissão será maior.

≫ Nós queremos que você fique à vontade enquanto estiver em nosso restaurante, mas, quando acabar de comer, você deve ir embora. Você fica no cinema depois que acabam os créditos? Não.

O que queremos que você saiba

≫ Geralmente, os clientes que dão as melhores gorjetas e tratam melhor os garçons costumam ser os de classe média ou pessoas que já trabalharam em tudo o que tiveram, não o mais rico ou o garoto que virou herdeiro. Aqueles que já chegam mostrando que são ricos geralmente são os que dão menos gorjeta. Os que têm mais dinheiro costumam ser pães-duros.

≫ Se você não gostar da comida, não se conforme e nem faça um esforço para comer para só depois reclamar. Chame o garçom, explique a situação e peça outro prato. Dificilmente um restaurante vai se negar a trocar o seu prato para não perder o cliente.

≫ As pessoas acham que só porque a comida está demorando a ser servida a culpa é do garçom. Nove em cada dez vezes o problema é com a cozinha. Ou o fato de você ter pedido um prato mais demorado para preparar. E não adianta olhar para a mesa ao lado, cujos clientes chegaram depois de você e já estão sendo servidos. Se você pediu um bacalhau grelhado, por exemplo, terá de esperar cerca de 30 minutos. Enquanto seu vizinho de mesa, que pediu um filé malpassado, será servido antes de você.

≫ Chame o seu garçom pelo nome. A gente acaba atendendo melhor a quem nos trata bem. Então, quando eu digo “Oi, meu nome é Gustavo” e a pessoa me responde “Oi Gustavo, tudo bem?”, já faz uma diferença. E quando voltar ao restaurante, peça para ser atendido pelo mesmo garçom. Ainda que ele não se lembre de você, com certeza vai lhe dar uma atenção especial.

≫ Evite fazer brincadeiras de mau gosto como chamar o garçom de “Paraíba” ou de “Mané”, ou dar tapinhas nas costas dele e puxar-lhe a camisa para chamar a atenção. Você não sabe o que um garçom irritado é capaz de fazer. Misturar restos de bebida ao seu chope ou jogar limão já usado em seu mate são algumas das maneiras mais comuns de se vingar de um cliente abusado.

O que você realmente está comendo

≫ Em muitos restaurantes, o “prato do dia” é feito com algum ingrediente que eles precisam vender antes que estrague. Atenção especial à sopa do dia: se contiver peixe ou algum tipo de marisco, provavelmente estão querendo acabar com eles, já que peixe e frutos do mar são os que estragam mais depressa.

≫ Quando for a um restaurante de comida a quilo, principalmente se ele servir comida japonesa, observe se o local tem muita frequência. Se não tiver, não entre. Provavelmente, o restaurante não vai oferecer comida fresca, porque não irá jogar fora o que não foi consumido.

≫ Se você pedir um estrogonofe de filé saiba que dificilmente irá comer filé-mignon. A maioria dos restaurantes aproveita o “chicote” do filé, que é uma apara da peça de carne, para preparar este prato. E o garçom jamais vai lhe revelar este detalhe.

≫ Não adianta perguntar ao garçom como é preparado o molho madeira. Ele provavelmente nunca irá lhe dizer do que é feito este molho, que leva tudo que sobra no restaurante, como restos de pimentão, de tomate, restos de frango, de gordura da carne, casca de cebola e até casca de ovo.

≫ Evite pedir pratos à base de peixe fresco, principalmente camarão, de segunda a quinta-feira. Geralmente, os restaurantes se abastecem de peixe fresco na sexta, para atender à clientela dos fins de semana. Mas, se você perguntar ao garçom se o peixe está fresco, ele nunca irá lhe dizer que não está.

 Como ser um bom cliente

≫ Nunca assobie ou estale os dedos para chamar um garçom. Pode apostar, eles não gostam disso. Se você não quer decorar o nome dele, chame-o apenas por garçom. Assim, você evita aborrecimentos como ter de esperar mais do que o normal para que seu prato seja servido.

≫ Se você notar que o restaurante está cheio, os garçons muito ocupados e que seu prato está demorando demais, chame um deles de lado e, com educação, pergunte se não teria um jeito de apressar o seu pedido. Se em vez disso você fizer uma cena para reclamar com o garçom, pode apostar que o seu prato vai demorar ainda mais do que o esperado, pois ele irá transferir seu pedido para o fim da fila.

≫ Quando você estiver em grupo num restaurante, peça a seus amigos que façam os pedidos um de cada vez. Não há nada mais enlouquecedor do que tentar anotar os pedidos gritados todos ao mesmo tempo. Assim, você corre menos risco de receber um prato totalmente diferente do que pediu.

≫ Quando um cliente chega irritado ao restaurante e pede uma água enquanto discute com a mulher, o segredo é deixá-lo extravasar. O garçom tem de usar de psicologia. A cada vez que ele tratar mal o garçom, o ideal é reagir tratando-o bem. Se ele sentir que saiu do restaurante melhor do que entrou, é grande a chance de vir uma boa gorjeta. Já cheguei até a ganhar R$ 300 de gorjeta agindo assim.

≫ Quando estou contratando, sempre procuro alguém que já tenha trabalhado como garçom antes. Eu comecei como faxineiro, fui copeiro, e durante muitos anos fui garçom. O que aprendi servindo mesas e trabalhando na noite vale mais do que qualquer faculdade. Sei reconhecer só de olhar se algum candidato a emprego de garçom está falando a verdade ao dizer que já trabalhou no ramo antes.

* Nomes trocados para garantir a privacidade

Vote it up
404
Gostou deste artigo?Votá-lo até

Postar um comentário

Na Nossa Loja