Um dia na vida da sua pele

Por que se coçar é tão bom, o hidratante é meu salvador e salmão, meu prato favorito
 

Três espirros de alarme, uma coçadinha na perna e 14 esfregadas no olho depois, você sai da cama e se arrasta até a cozinha para fazer café. Tem todo o direito de tomá-lo devagar depois de uma semana difícil, mas gostaria que você me esfregasse menos. Sou mais fina em torno dos olhos. Com apenas 0,05 mm de espessura, metade do papel da impressora, com tanta esfregação sofro lesões minúsculas nos capilares, escureço e fico mais velha.

Minha rotina favorita no chuveiro

Bem cafeinada, você vai tomar seu banho. Enquanto espera a água esquentar, me dá uma boa coçada, depois outra. Acontece mais quando o ar está seco. O ar seco tira a umidade de minha camada superior, o que me deixa irritada. Literalmente.

A secura provoca uma reação inflamatória: as células do sistema imunológico, assim como proteínas pró-inflamatórias e outras enzimas, enlouquecem e ativam receptores de prurido que mandam sinais ao cérebro. Resultado: suas unhas me raspam (sem nenhuma gentileza, devo acrescentar). Sei que é gostoso por um segundo; coçar-se estimula centros de prazer e recompensa no cérebro. Mas, conforme você coça, fico cada vez mais inflamada, e esses receptores de prurido disparam outra vez. E o ciclo vicioso continua.

Por mais que queira ficar debaixo da torrente calmante de água, imploro: pare nos dez minutos. Chuveiradas muito quentes e prolongadas retiram meu óleo natural, assim como o sabonete. Um produto suave para limpar o corpo sem detergente vai tirar a sujeira mas deixará um pouco de óleo para me manter lubrificada. Ainda bem que você não lavou o rosto hoje de manhã. Moças, não é preciso lavar o rosto duas vezes por dia (sobretudo se sua pele for seca). Uma limpeza à noite retira todos os detritos que possam fechar meus poros. Esfregar de novo pela manhã vai remover óleo demais.

Depois de uma enxugada rápida, você pega aquele vidro novo de creme hidratante e começa a passá-lo enquanto ainda estou úmida. Aaah! Olá, felicidade! É exatamente disso que preciso: denso, à base de óleo mineral e com ceramidas. Esses lipídios existem naturalmente em minha camada superior, mas adoro uma dose extra. Eles prendem as moléculas de água e me ajudam a ficar fresca e lisinha.

Sou mais resistente do que pareço

Você vive fazendo coisas para “aumentar sua imunidade”. Ah, se você soubesse que sou sua primeira linha de defesa contra os germes! Minhas três camadas – a epiderme externa, a derme mais espessa no meio e a camada de gordura embaixo – protegem contra bactérias, fungos e outros invasores indesejáveis. É por isso também que tenho sorte por você ser tão cuidadosa com a hidratação. Quando minha camada externa fica seca demais, podem surgir rachaduras pequeninas que me fazem ficar escamosa e deixam você muito mais propensa a infecções e inflamações.

Mas se eu estiver intacta, cumpro bem meu serviço. Como agora. Você decide fazer compras. Rechaço com facilidade os micróbios encontrados no ônibus, escondidos nas alças e na catraca. Pareço macia, mas não se engane: sou rija como as unhas. As células da epiderme criam um ambiente seco e ácido, hostil a bactérias. Essas células também têm uma arma secreta: apêndices parecidos com tentáculos que buscam e destroem os germes. E elas secretam enzimas que ajudam a frustrar visitantes indesejados.

Quando você esbarra na mesa, é minha camada interior de células de gordura e colágeno que absorve o impacto e protege seus órgãos internos, e são meus vasos sanguíneos que recebem o grosso da pancada. Se você esbarrar na mesa com muita força, os capilares próximos de minha camada superior vão se romper, provocando uma hemorragia no tecido circundante e deixando aquela feia mancha roxa, a equimose.

A hemoglobina do sangue dá a cor arroxeada, e com o tempo, conforme ela se decompõe, a mancha muda de cor e fica amarelo-esverdeada e depois, marrom-dourada. Logo estou de volta ao normal, quando as células brancas do sangue terminam de consertar os danos.

Minha maior preocupação

Ainda bem que você vestiu uma camiseta de algodão debaixo do suéter; a lã é um pouco abrasiva. Pode até provocar urticária se eu estiver me sentindo meio sensível. E obrigada pelas luvas. O álcool-gel que você passou nas mãos depois de sair da livraria tira meu óleo natural. A luva bloqueia o ar gelado das ruas e ajuda a manter o que me resta de umidade.

Posso me queixar um segundinho? Por que você não passou a loção facial com fator de proteção solar 30 hoje de manhã? Afinal de contas, você usou o hidratante; podia ter passado a loção. Até um pó compacto com protetor solar seria melhor do que nada. Talvez você não perceba que, durante o dia, os raios ultravioleta estão por aí, chova ou faça sol. Eles penetram fundo em mim e contribuem para o câncer e para a maioria dos problemas que você vê na pele: as rugas que lhe desagradam, as manchas escuras nas mãos, o pescoço flácido que você odeia nas fotos.

Fico toda arrepiada quando você não usa filtro solar todos os dias.

Boa alimentação

Em seu supermercado favorito, a caminho de casa, você compra o jantar de hoje: salmão e brócolis. Você sabe que essa escolha é boa para a cintura, mas ela também é boa para mim. O peixe tem muito ômega-3, que ajuda a repor meu óleo natural e combate inflamações; o brócolis contém muita vitamina C, de que minhas células precisam para fazer colágeno, proteína que me deixa firme e elástica. E obrigada por esquecer a sobremesa! As moléculas de açúcar se ligam a minhas proteínas, e isso prejudica as fibras que me mantêm esticadinha. (Tradução: rugas.)

Confie em mim: o sono é mesmo de beleza.

Você vai se deitar cedo hoje, e é exatamente disso que preciso para fazer o serviço de reparo. Passei o dia
inteiro produzindo células novas e empurrando as velhas para cima, a fim de serem retiradas. Esse processo de renovação é acelerado durante o sono profundo. Dentro de mais ou menos um mês, minha camada superior estará regenerada por completo.

Umidificador ligado? Ok. Rosto lavado? Isso mesmo. Outra camadinha de hidratante? Puro amor. Agora
espero que você durma a noite toda. As pessoas que têm sono ininterrupto de boa qualidade apresentam metade dos sinais da idade de quem dorme mal. Quem dorme bem tem menos rugas finas, mais elasticidade e um tom mais homogêneo. Também me recupero com mais eficiência dos fatores de estresse, e vamos ser francos: fico mais atraente.

Sou a primeira a afirmar que a beleza tem de ir além da pele. Mas sei também que, quando estou saudável, você se sente linda... e isso faz todo o meu esforço valer a pena.

 

 

 

Vote it up
433
Gostou deste artigo?OBRIGADO
 

 

 

Na Nossa Loja