5 cuidados que todos pais devem ter com crianças nas praias





Com a flexibilização das medidas restritivas, e com as altas temperaturas sentidas por todo o país, muitas pessoas têm ido à praia.

Mas, se a combinação de sol e mar é garantia de lazer, os riscos também existem, e toda atenção é pouca quando se trata da segurança das crianças e dos adolescentes na praia – já que basta um pequeno descuido para se criar um grande acidente.

Por isso, confira agora algumas medidas de segurança na praia. E assim, evite acidentes e dores de cabeça.

1. Atente-se para os raios solares

Imagem: verona_S/iStock

A proteção à radiação solar é a primeira providência a ser adotada.

Evite, sempre que possível, o horário das 10h às 16h e não se esqueça de que o uso do protetor solar é obrigatório para todos os tipos de pele e deve ser renovado a cada duas horas.

ss

Com os bebês a história é outra. Esses devem ficar protegidos debaixo de um guarda-sol o tempo todo.

2. Mantenha a hidratação

Imagem: kieferpix/iStock

A hidratação é outra questão às qual devemos estar sempre atentos. Exposição solar, principalmente em crianças que não param de se movimentar, acaba desidratando. Portanto, muita água, sucos e refrescos.

3. Não tire os olhos das crianças

Imagem: SerrNovik/iStock

Além disso, mantenha-se sempre atento aos movimentos das crianças (principalmente as mais novinhas) na praia. E isso porque as crianças podem tentar ir sozinhas para a água, o que pode acabar em uma situação trágica.

Por isso, esteja sempre perto delas. E não se esqueça das boias!

4. Cheque a qualidade das praias

Imagem: vitormarigo/iStock

Mas praia sem o mergulho não vale. É como jogo de futebol que termina em zero a zero. Pode ter sido muito bom, mas acaba ficando sem graça. Então, é bom conferir antes se o mar está limpo e sem a presença de certos animais, como águas-vivas.

Uma boa dica é conferir os boletins disponibilizados pelas secretarias estaduais. No Rio de Janeiro, por exemplo, para saber se uma praia é banhável você pode conferir o site do Instituto Estadual do Ambiente (Inea).

Já em São Paulo, a qualidade das prais pode ser averiguada pelo site da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb).

5. Cheque a temperatura da água

Imagem: AndreyPopov/iStock

Além disso, a temperatura da água também precisa ser checada, uma vez que a mudança brusca de temperatura pode ser muita perigosa.

Agora é hora de reunir a família e escolher uma praia bem bonita, como essas do Nordeste. Mas não se esqueça de que com criança na praia, todo cuidado é pouco!