Faça uma busca

Claudia Nina

Toda a minha ficção tem um pouco de confissão – pessoal ou da vida alheia. Acho que eu trouxe do jornalismo essa mania de tomar conta do mundo e, de alguma forma, transformar em texto o reflexo deste mundo em mim. Tenho 13 livros publicados – do romance ao infantil, passando pelo conto e os ensaios. Acho que só falta a poesia, mas esta eu fico devendo.

Uma quase cilada no meio da noite

Uma quase cilada no meio da noite

Em um gesto automático, baixou o vidro do carro – alguns centímetros só.

Por: Claudia Nina, em: 3 de outubro de 2021

O ritual da janela herdado

O ritual da janela herdado

Suas filhas cresciam exatamente como ela cresceu: olhando para cima e vendo lá no alto olhos que espreitavam seus passos...

Por: Claudia Nina, em: 26 de setembro de 2021

As férias incríveis e inesquecíveis

As férias incríveis e inesquecíveis

O que a menina mais gostava era o burburinho, as muitas conversas paralelas que ela acompanhava e com as quais se deliciava.

Por: Claudia Nina, em: 19 de setembro de 2021

O eterno atraso e a festa perdida

O eterno atraso e a festa perdida

Poderiam nem sequer notar a falta que ela não fazia naquele mundo, e ela não queria se colocar à prova.

Por: Claudia Nina, em: 12 de setembro de 2021

Expulso por causa de uma barata

Expulso por causa de uma barata

Quando ele viu a barata voando pela casa, entendeu: estava sendo convocado a matar a voadora.

Por: Claudia Nina, em: 5 de setembro de 2021

A floresta secreta no recreio solitário

A floresta secreta no recreio solitário

As meninas da idade dela não estavam interessadas nessa “aventura” – queriam falar de outros assuntos que não faziam parte do seu mundo de curiosidade.

Por: Claudia Nina, em: 29 de agosto de 2021