Faça uma busca
|
Publicado em: 18 de dezembro de 2021

Como escolher e comprar a tinta ideal

Aprenda como escolher e comprar o melhor tipo de tinta para você

Imagem: Tgordievskaya/iStock

Uma nova pintura faz mais do que dar um toque de cor no ambiente – se escolhida com cuidado, a tinta pode alterar a sensação de espaço e luz em um cômodo.

Leia também: Como pintar parede: confira o passo a passo

Graças à tecnologia moderna, já existe um revestimento para cada tipo de superfície. Na maioria dos casos, os pintores profissionais preferem usar uma tinta acrílica fosca para o teto, uma acrílica semibrilho para as paredes e uma acetinada ou baixo brilho para o trabalho em madeira. Veja a seguir como escolher e comprar a tinta ideal para o seu cômodo.

Qual é o melhor tipo de tinta?

À base de água é melhor 

Tintas acrílicas à base de água têm algumas vantagens sobre as similares à base de óleo. Durante a pintura, seus respingos podem ser removidos com um simples pano úmido. Quando o trabalho acaba, a tinta dos pincéis sai com água. Ao contrário das tintas à base de óleo, as à base de água quase não emitem odores fortes durante a aplicação, além de secarem mais rápido e, geralmente, serem mais baratas. Por outro lado, as tintas à base de óleo oferecem mais durabilidade e são preferenciais para acabamentos que exijam alta qualidade. 

Fosca sem falhas 

A tinta fosca proporciona um acabamento suave, que evita reflexos e, por isso, tende a esconder pequenas imperfeições da superfície. É fácil de aplicar e é a melhor escolha para tetos, paredes e áreas de pouco movimento. 

Acetinada e suave 

A tinta de baixo brilho, ou acetinada, combina o acabamento suave da tinta fosca com a facilidade de limpeza da semibrilho. É ideal para as paredes em áreas de muito movimento, que precisam ser limpas regularmente. 

O poder do semibrilho 

A tinta semibrilho é um pouco mais difícil de aplicar do que a acetinada, mas proporciona uma pintura muito fácil de lavar. É geralmente usada em peitoris, molduras e outros ornamentos de portas e janelas, bem como em cozinhas e banheiros, onde a resistência à umidade e a facilidade de limpeza são fundamentais. 

Tinta brilhosa 

As tintas brilhosas refletem muito a luz, o que significa que qualquer imperfeição na superfície ficará aparente. Se quiser utilizá-la, você precisa ser muito meticuloso na preparação da superfície. Também será necessário tomar cuidado na hora de aplicar a tinta, para garantir um acabamento liso e uniforme. Por ser resistente à gordura e à umidade, é fácil de limpar. 

Efeitos especiais 

Existem vários materiais criados para trabalhos específicos. Revestimentos texturizados, por exemplo, são ótimos para encobrir irregularidades em paredes e tetos, mas são bem difíceis de remover. Para dar nova vida a cozinhas e banheiros, há também grande variedade de tintas para pisos e azulejos e de melamina, uma resina própria para laminados.

Dicas para a hora de comprar

Atenção à amostra

A qualidade da luz afeta a aparência da pintura. Por isso, não confie apenas nas cartelas de cores das lojas. Peça amostras de tinta e pinte uma cartolina branca, criando sua própria cartela de cores. Fixe a cartolina na parede e observe como a cor responde à luz ao longo do dia. Também preste atenção à sua aparência sob luz artificial. 

amostra de cores
Para melhores resultados, se possível compre tintas da linha premium. (Imagem: Tgordievskaya/iStock)

Afine o humor 

Cores escuras absorvem mais luz e calor do que as claras, então, se você busca uma atmosfera íntima e acolhedora, opte por um tom mais fechado. Já os tons mais claros refletem a luz, o que os torna uma ótima opção para espaços mais movimentados, como a sala de estar. 

Transforme o espaço 

Para fazer um cômodo estreito parecer mais amplo, pinte uma ou duas das paredes menores com uma cor viva e use um tom mais suave nas outras. Se o ambiente não tiver um ponto focal, como uma cômoda alta ou uma janela grande, crie essa sensação pintando uma das paredes com uma cor mais chamativa. 

Ilumine o ambiente 

Qualquer cor tende a ficar mais forte e escura quando aplicada nas quatro paredes de um cômodo. Se você sentir vontade de usar uma cor intensa demais, considere escolher um tom ou dois mais claro. Dessa forma, quando todo o ambiente estiver pintado, o efeito será mais semelhante à cor da amostra.

Mova as paredes 

Cores quentes atraem e enganam o olhar, dando a impressão de que uma superfície está mais próxima do que realmente está. Desse modo, usar uma cor quente nas paredes vai fazer um cômodo muito amplo parecer aconchegante, enquanto cores frias ampliam ambientes pequenos. 

Observe o sol 

Uma forma de tornar mais convidativos os cômodos que recebem pouca luz do sol é usar uma camada de tinta em um tom quente, como amarelo-canário ou caramelo. Por outro lado, um cômodo que recebe muita luz solar pode ser atenuado com uma cor fria, como cinza ou lavanda. No entanto, fique atento ao fato de que as cores mais frias costumam influenciar as pessoas a se sentirem mais frescas, o que é útil em áreas de clima quente ou durante o verão. 

Crie um quadro-negro 

Se você está pintando um quarto de criança, uma sala de jogos ou uma cozinha, uma boa ideia é criar um quadro-negro em uma parte da parede com algumas camadas de tinta lousa. O espaço será útil para receber desenhos infantis e mensagens da família. 

Prefira tintas saudáveis 

O uso de Compostos Orgânicos Voláteis (COVs) é comum na fabricação de tintas. Eles tornam o produto mais durável e fácil de aplicar, mas podem provocar náuseas e dores de cabeça mesmo depois de semanas ou até meses do dia da pintura. Em geral, tintas à base de água têm menos COVs do que as à base de óleo e solventes químicos. Hoje é possível encontrar no mercado tintas com baixo ou nenhum teor de COVs. Peça ajuda ao vendedor. 

Escolha o preparador 

O fundo preparador é um revestimento próprio para ser aplicado nas superfícies antes da pintura para melhorar a adesão da tinta. Para obter o melhor resultado, procure um que seja especificamente formulado para o material que você vai pintar, como gesso, madeira ou metal.

Camufle as falhas 

A pintura brilhante realça todas as marcas de uma superfície. Se ela for de madeira e tiver imperfeições ou se você não quiser passar longas horas preparando a superfície, prefira um acabamento de baixo brilho ou outro que não reflita muito a luz.

Branco que não amarela 

Quando aplicada em canos de água quente e radiadores, a tinta branca convencional costuma amarelar. Para evitar que isso aconteça, use tintas resistentes ao calor, como as de epóxi. Como elas têm cheiro forte e emitem vapor, mantenha as janelas bem abertas durante a pintura e a secagem. 

Paredes sedentas 

A maioria das latas de tinta indica a área média que elas são capazes de cobrir. No entanto, algumas superfícies exigem mais tinta do que outras. Superfícies altamente porosas (como as de gesso) ou muito ásperas (como as paredes cruas) sugam mais a tinta e podem precisar de duas ou três demãos para cobrir uma superfície de cor forte. 

Quantidade de material 

Para estimar a quantidade de tinta que será usada, meça o chão e, em seguida, acrescente a medida da área das paredes. Não subtraia portas nem janelas, pois é melhor ter tinta a mais do que a menos. Verifique as latas, que costumam indicar a quantidade necessária para revestir 1 m² , depois faça as contas. Não se esqueça de multiplicar o resultado pelo número de demãos que você acha que serão necessárias.

Contas complicadas 

Calcular a área da superfície pode ser difícil quando o cômodo tem formato irregular. Primeiro, meça o comprimento de cada seção de parede, incluindo os lados que tiverem algum rebaixamento. Some esses dados e multiplique o resultado pela altura da parede. Em seguida, subtraia a área de todas as portas (o padrão aproximado é de 1,80 m² por porta). Adicione a esse número a área do teto. O resultado será a superfície total do cômodo e deverá ser multiplicado pelo número de demãos necessárias. 

Evite o mofo 

Cozinhas e banheiros são terreno fértil para o mofo devido à condensação de água que se forma nas paredes e no teto. Sempre use tintas especializadas para essas áreas úmidas. Elas contêm fungicidas que retardam o surgimento do mofo. 

Leia também: Veja como aproveitar sobras de tinta e não desperdiçar

Compre o melhor produto 

Para obter melhores resultados, se possível compre tintas da linha premium recomendadas por um profissional. Tintas mais baratas não cobrem bem (você vai precisar comprar uma quantidade maior) e não têm a durabilidade das tintas de boa qualidade.

Compre a mais 

Sempre compre mais tinta do que o necessário. Dessa forma, você vai evitar ficar sem material no meio do trabalho e poderá dar retoques. Prefira as latas de 4 l em vez das de 1 l. Em geral, uma lata de 4 l custa quase o mesmo que duas de 1 l, o que significa que você pode levar até dois litros extras de tinta sem gastar mais por isso. 

Paredes laváveis 

As tintas acetinadas dão um belo acabamento fosco e já é possível encontrar marcas mais fáceis de limpar. Em geral, porém, quanto mais alto for o nível de brilho, mais fácil será a limpeza. Em áreas de muito movimento, como corredores, semibrilho é a melhor escolha. 

Crie uma cartela de cores 

Organize e guarde as cores que você escolheu em varetinhas de madeira. Mergulhe a vareta na lata da cor desejada, deixe secar e depois coloque etiquetas de acordo com o lugar onde ela foi usada.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados


Cadastre-se GRÁTIS para continuar lendo


Você garante acesso a 3 conteúdos exclusivos

Já tem cadastro? Faça login aqui.

Já sou assinante da Revista Impressa

close