Faça uma busca
|
Publicado em: 15 de julho de 2021

DIY: saiba o que é e como você pode usá-lo para decorar sua casa

Saiba a origem deste método e como aproveitá-lo de forma simples

Imagem: Prostock-Studio/iStock

Certamente você já ouviu falar no termo DIY por aí. Nos últimos anos, ele foi muito difundido e ensinado Internet afora. Agora, você sabe o que significa esta sigla? DIY é a abreviação de Do It Yourself, que, em inglês, significa Faça Você Mesmo.

O que é DIY?

Basicamente, é uma prática onde as pessoas fazem as próprias coisas que vão utilizar, em vez de comprar uma nova. Existem as mais radicais, que encaram o DIY como uma forma econômica e séria de levar a vida, e existem aquelas que vez ou outra se utilizam das técnicas para situações específicas.

Leia mais: 26 dicas de DIY – Faça você mesmo para decorar sua casa e economizar

Como surgiu?

O DIY nasceu no início do século XX, nos Estados Unidos, com o intuito de ser uma forma de as pessoas não necessitarem tanto da indústria para ter suas coisas. Desse jeito, elas faziam utensílios com as próprias mãos, utilizando materiais já existentes dentro de casa.

Com o passar dos anos, na década de 1950, a industrialização ficou cada vez mais forte e o modo de vida americano era muito centrado no consumo. Mas as questões ambientais, que implicam o comércio desmesurado, ganharam mais força hoje, pois o problema está sendo discutido em várias áreas.

A escassez de recursos naturais e a situação climática fizeram com que as pessoas recorressem à prática do DIY como uma maneira de reduzir o gasto e o consumo.

Como fazer em casa?

o que é DIY
O trabalho pode ser feito em casa com ferramentas simples. (Imagem: Dizfoto/iStock)

As possibilidades do DIY são inúmeras e o principal alvo de quem o pratica é a própria casa. O grande segredo é olhar para os objetos que já se tem e percebê-los de outra maneira. Olhar para as coisas ao seu redor de modo que existam possibilidades de reforma ou reparo, sem a necessidade de substituir inteiramente alguma coisa.

Além disso, o DIY oferece formas de você criar seus próprios objetos, customizar roupas ou até mesmo construir seu próprio robô, se você for amante de tecnologia.

Por exemplo: sabe o tecido que sobra quando você faz a bainha de uma calça? Esse mesmo tecido pode ser útil na customização de uma camisa rasgada, ou na confecção de um bolso que antes não existia em alguma blusa.

Agora veremos jeitos práticos de aplicar o DIY!

Decoração

o que é diy
Mesa feita de porta de madeira reutilizada. (Imagem: Barna Tanko/iStock)

O campo da decoração é um dos que mais podem usufruir do DIY. Uma porta de madeira pode virar uma mesa, por exemplo. Ou uma latinha de refrigerante pode virar um porta-lápis.

Sabe aquele copinho do requeijão? Ele pode ser muito útil para guardar condimentos ou temperos. Ainda: criar um porta-bilhetes com pregadores de roupa, que terão a função de segurar um papelzinho com os recados importantes que você não pode esquecer.

Artesanato

o que é DIY
Pimenta e diversos temperos podem ser plantados em garrafas PET cortadas. (Imagem: Fanfan Meng/iStock)

Pode-se dizer que o DIY, de um modo geral, é uma forma de artesanato. Só que ele reutiliza materiais já existentes e, muitas vezes, não formulados para serem usados daquela forma. Por exemplo, muita gente utiliza metade de uma garrafa PET para plantar mudas de plantas. Copos de vidro podem virar lindas luminárias ou seus CDs antigos e que você não escuta mais podem virar porta-copos.

Marcenaria

como fazer DIY
Um sofá feito de pallets fica muito charmoso. (Imagem: archideaphoto/iStock)

Sobretudo na área de marcenaria, o DIY entra como uma maneira de reformar os móveis da sua casa ou até criar novos, partindo do zero. Caixotes ou pallets de feira podem servir para criar estantes, prateleiras ou até mesmo um sofá. Pedaços de madeira aqui também são muito versáteis e eles podem ser utilizados na construção de mesas ou apoios.

Por que fazer DIY e como isso ajuda você a economizar?

O DIY é um jeito prático e simples de reutilização de produtos. Utilizando este método, você não só economiza o dinheiro que gastaria comprando algo novo, como também você percebe que as coisas não têm somente a utilidade para a qual ela foi inventada. É um jeito excelente de trabalhar a criatividade e de ter na sua casa coisas feitas por você mesmo.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados