Faça uma busca
|
Publicado em: 12 de maio de 2022

A importância de treinar os membros inferiores

Treinar todas as partes do corpo é fundamental para ter maiores benefícios fisiológicos e evitar o desequilíbrio muscular e as lesões.

A importância de treinar os membros inferiores Imagem: Antonio_Diaz/istock

Encontrei com Leandro, um aluno que treina na academia, num jogo de futebol. Quase não o vejo na academia, pois ele treina em horários que não costumo estar lá. Começamos a jogar e após pouco tempo de jogo ele pediu para sair. Perguntei o que havia acontecido e ele me disse que estava com muitas dores no joelho e isso acontecia todas as vezes que ele ia jogar futebol. Terminado o jogo, fui conversar com ele.

Leia também: A importância da musculação ao envelhecermos

Leandro me disse que quase não costuma jogar futebol porque seu joelho sempre o impede de permanecer por muito tempo em campo. Sei que ele pratica regularmente musculação e já é aluno da academia há muitos anos. Leandro tem bons níveis de força e massa muscular (que costumam estar associadas), porém notei que seus músculos da perna e da coxa não são muito desenvolvidos. 

Durante a conversa, Leandro me confessou que não malha os membros inferiores (coxa, perna e glúteos) porque não gosta, portanto somente treina os membros superiores (costas, peitoral, ombro e braços). Nem o tronco (a região mais importante do corpo) ele treina. Obviamente suas dores no joelho representavam uma consequência disso.

Fortalecer todo o corpo é importante

Expliquei para Leandro que é muito importante treinar todas as partes do corpo, pois, assim, ele teria maiores benefícios fisiológicos, não haveria desequilíbrio muscular e as lesões seriam evitadas. Falei para ele que suas dores no joelho aconteciam porque a musculatura dos seus membros inferiores estava fraca e com isso havia muita sobrecarga não apenas no joelho, como também nos tornozelos (Leandro confessou que algumas vezes sentia dores no tornozelo e quando tinha de caminhar pela rua, não sentia muita segurança). Não teve como ele não aceitar incluir alguns exercícios em seu programa para os membros inferiores (e, obviamente, para o tronco).

Dias depois, combinei uma aula com Leandro na academia para alterar seu programa. Sabendo que ele não gostava de treinar os membros inferiores, não coloquei muitos exercícios, mas sim os mais eficazes e que iriam lhe proporcionar um ganho de força.

Semanas depois, Leandro foi novamente ao futebol e seu joelho não reclamou. Ele ficou até o final do jogo e me agradeceu. Estava feliz e aliviado, pois curte jogar futebol com os amigos e ninguém quer ser impedido de fazer o que gosta.

Caso esteja sentindo alguma dor, converse com o professor da academia ou com o seu personal. Pode ser que simples soluções melhorem sua saúde e seu bem-estar.

André Messias
André Messias
Doutorando em Epidemiologia em Saúde Pública pela FioCruz, é mestre em Ciências Cardiovasculares pelo Instituto Nacional de Cardiologia, o professor e personal trainer André Messias tem como prioridade a saúde e a qualidade de vida. Ele acredita que as escolhas relacionadas ao estilo de vida, em especial à prática de exercícios físicos, são essenciais para nossa saúde física, mental e social. E que, portanto, cabe a todos nós uma reflexão de como estamos vivendo.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados