Faça uma busca
|
Publicado em: 5 de janeiro de 2022

Dieta Plant Based: o que é?

Muitos consumidores estão evitando o consumo de alimentos de origem animal, com isso crescem outros tipos de alimentação.

Imagem: elena_hramowa/iStock

Diversas mudanças alimentares têm ocorrido nos últimos anos, por diferentes motivos e preocupações. Um desses movimentos alimentares que vêm ganhando força é a alimentação plant based, baseada no aumento do consumo de plantas e vegetais, o que significa um cardápio com mais verduras, rico em fibras, antioxidantes e na redução ou eliminação de produtos de origem animal.

Por ser uma dieta com bastante vegetais e alimentos integrais, espera-se que ela seja mais saudável. Contudo, é sempre válido considerar que toda mudança alimentar deve ser acompanhada por um especialista em nutrição para garantir a ingestão adequada de todos os nutrientes necessários para o bom funcionamento do organismo.

Como engenheira de alimentos e coordenadora do Centro de Competência de Alimentação e Saúde da PROTESTE, busco informar os consumidores sobre as melhores recomendações para uma dieta balanceada e explicar dúvidas que possam ajudar no dia a dia.

Por isso, a seguir detalho o que é uma dieta plant based, quais são os cuidados e por que esse movimento surgiu. Acompanhe!

O que é dieta Plant Based?

A dieta plant based é um movimento alimentar baseado na ingestão de alimentos na sua forma mais fresca e natural. Diferente das dietas da moda, os adeptos carregam valores sociais, objetivos e uma preocupação que em alguns casos vai além da escolha dos alimentos.

O termo plant based tem sido usado comumente nos últimos anos para se referir às dietas que excluem itens de origem animal, como o vegetarianismo e o veganismo, mas movimentos como esses já existem há muitos anos e têm crescido com o passar do tempo.

Diversas instituições internacionais renomadas apoiam as dietas baseadas em vegetais e afirmam que os profissionais de nutrição devem incentivar as pessoas que desejam aderir a esse movimento. Como exemplo temos a American Heart Association (AHA), a Kids Health (Nemours Foundation, a Associação Dietética Americana (ADA) e a Food and Drug Administration (FDA), explica a Sociedade Brasileira Vegetariana (SVB).

Leia também: Entenda a diferença entre vegetarianismo e veganismo

Isso ocorre porque o movimento pode oferecer vários benefícios para a saúde, meio ambiente e também para a sociedade. A dieta é rica em alimentos com diversos nutrientes importantes para o organismo e ajuda a reduzir o consumo de produtos industrializados.

Mas é importante lembrar que nem todas as dietas baseadas em plantas são saudáveis, já que a escolha dos alimentos é o que define uma alimentação equilibrada.

Cuidados com uma dieta Plant Based

Atualmente, o Ministério da Saúde reconhece e orienta, em seu Guia Alimentar Para a População Brasileira, que uma dieta sem alimentos de origem animal pode ser benéfica e saudável se houver uma boa escolha dos ingredientes e acompanhamento nutricional.

A alimentação baseada em vegetais e alimentos integrais quase sempre é associada a um cardápio saudável. Contudo, essa mudança só será benéfica se os nutrientes forem obtidos corretamente.

Atualmente, existe no mercado uma grande oferta de alimentos plant based. Esses produtos são industrializados, ou seja, processados, feitos de plantas e que podem ou não ser saudáveis. Alguns possuem corantes, conservantes e outros aditivos que divergem do conceito da dieta plant based.

Nesse aspecto há um paradoxo, pois o movimento plant based tem a proposta de ser uma alimentação mais saudável, porém precisa ser pensado para que não ocorra excesso ou déficit nutricional. Por isso, a importância de um acompanhamento com um nutricionista.

Consulte um profissional

Um dos principais cuidados ao optar por uma dieta plant based é se consultar com um profissional de saúde para ter um acompanhamento durante a mudança alimentar. Em uma consulta com um nutricionista ou nutrólogo, poderá receber orientação sobre as melhores escolhas alimentares considerando as características de cada pessoa.

Enquanto o nutrólogo é responsável por avaliar a saúde do paciente e orientar sobre uma alimentação adequada, o nutricionista fica encarregado de montar um cardápio individual, com as proporções adequadas de cada nutriente e as escolhas dos alimentos que fornecem as substâncias necessárias.

Portanto, sempre consulte um profissional de saúde para fazer uma mudança alimentar como essa, pois assim você poderá garantir uma alimentação saudável e com a reposição nutricional adequada.

Plant based, vegetariano e vegano

As dietas plant based, vegetariana e vegana são todas baseadas em vegetais. O objetivo dessas três escolhas alimentares é consumir alimentos de origem vegetal e reduzir ou eliminar os de origem animal. Contudo, cada um desses movimentos possui características diferentes. Veja a seguir mais detalhes!

Plant based

Todas as dietas baseadas em vegetais são consideradas plant based. Mas devemos considerar que esse termo ficou popular entre aqueles que buscam uma alimentação mais saudável. Por isso, plant based é um movimento com base no consumo de vegetais e alimentos integrais.

Vegetariano

Esse é um movimento muito popular na sociedade que pode surgir a partir de diferentes objetivos, como hábitos mais saudáveis, preocupação com o meio ambiente e bem-estar animal.

Uma dieta vegetariana estrita é baseada apenas em alimentos de origem vegetal. Há ainda outras vertentes dessa dieta, como a ovolactovegetariana (quando há o consumo de ovos e leite).

Vegano

Por fim, outro movimento alimentar focado no consumo de vegetais é a dieta vegana. Nesse caso, trata-se de um movimento com valores sociais, já que o veganismo vai além da comida. A alimentação vegana exclui todos os alimentos de origem animal e o consumo de qualquer produto que seja fruto da exploração de animais, como cosméticos, por exemplo.

Esse é um movimento que tem como principal objetivo a preocupação com o bem-estar animal, mas pode surgir também por questões ambientais e de saúde.

Plant based e sustentabilidade

Há pessoas que optam pela dieta baseada em vegetais por uma preocupação com a sustentabilidade. Essa é uma dieta em que é priorizado o consumo dos alimentos integrais, in natura e menos processado possível. Portanto, possui um menor impacto no meio ambiente, já que valoriza os pequenos produtores locais.

Além disso, as dietas que excluem o consumo de alimentos de origem animal têm menor impacto no uso da terra para produção de alimentos. Enquanto que a dieta vegana exige apenas 0.13 hectares por pessoa anualmente para produção de alimento, uma alimentação onívora pode precisar de até 1.03 hectares por ano, explica a SVB.

Os dados são de um estudo publicado pela Elementa Science of the Anthropocene. Eles ainda apontam que a redução do consumo de carnes aumenta a capacidade de sustentação. Sendo assim, dietas plant based também têm impacto social, pois possibilitam que mais pessoas possam ser alimentadas em uma área.

Você sabe quais são os benefícios dos vegetais?

manter alimentos frescos
O consumo de vegetais proporciona benefícios para a saúde. (Imagem: AlexRaths/iStock)

A alimentação plant based é recomendada por diversas instituições sérias devido aos seus princípios, que é eliminar o consumo de alimentos de origem animal, reduzir a ingestão de processados e industrializados, consumir mais vegetais e alimentos integrais e optar por opções alimentares mais saudáveis.

Somente o aumento do consumo de vegetais já oferece inúmeros benefícios para nosso organismo. E é sobre eles explicarei a seguir. Veja o impacto que o consumo de vegetais tem em nosso organismo e os benefícios que pode proporcionar.

Fonte de fibras

Os vegetais são uma grande fonte de fibras, que são essenciais para o funcionamento do trânsito intestinal e para a saciedade. Uma alimentação baseada em vegetais e alimentos integrais pode fornecer a quantidade diária de fibras para organismo, que está entre 28 a 34 gramas por dia, explica a Associação Nacional de Atenção ao Diabetes(Anad).

Os benefícios do consumo de fibras são: melhora da saúde digestiva, prevenção da constipação, melhora no índice glicêmico, redução do risco de doença cardíaca, câncer de cólon e de diabetes tipo 2 e aumento da saciedade.

Ação antioxidante

Outro benefício da alimentação plant based é o aumento do consumo de antioxidantes presentes em diversos alimentos. Eles combatem o envelhecimento celular e oferecem vários benefícios para a saúde, como ação anti-inflamatória, regulação hormonal, redução da absorção de gordura, eliminação das toxinas, fortalecimento dos vasos sanguíneos e do sistema linfático, melhora no sistema circulatório e elevação do pH sanguíneo.

Os principais antioxidantes encontrados nos alimentos são: ômega 3, vitamina C, vitamina E, flavonóides, carotenóides, licopeno, alicina, entre outros.

Baixo teor de gordura

Vegetais e alimentos integrais são ricos em muitos nutrientes e oferecem baixo teor de gordura. Além disso, em muitos casos, a gordura desses alimentos se caracteriza como uma fonte saudável, como é o caso do abacate e das oleaginosas, por exemplo. Mas não pode ser consumida em excesso.

O impacto disso no organismo reflete em um menor risco de doenças cardiovasculares, na redução do colesterol, na prevenção do acidente vascular cerebral e infarto, redução do risco de diversos tipos de câncer, entre outros problemas de saúde.

Fonte de vitaminas e minerais

Por fim, outro benefício de uma dieta rica em folhas, legumes, verduras, frutas, alimentos integrais e oleaginosas, é o maior consumo de vitaminas e minerais. Os vegetais são uma boa fonte de vitaminas e minerais essenciais para o nosso organismo.

Consumí-los auxilia em diversas funções do organismo, como em uma melhor digestão, aumento da imunidade, fortalecimento dos ossos e dos músculos, melhor funcionamento do sistema neurocognitivo, entre outros. 

Informe-se com a PROTESTE

Há muitos benefícios em adotar uma dieta plant based ou pelo menos incluir mais alimentos vegetais e reduzir o consumo de produtos de origem animal. Mas como toda mudança alimentar, procure um profissional de saúde para que a alimentação seja individualizada e adequada para as suas necessidades diárias oferecendo todos os nutrientes que seu organismo precisa.

Convido você a manter-se informado com a PROTESTE, uma associação que tem como objetivo informar e orientar sobre saúde e bem-estar, direitos dos consumidores e tecnologia. A maior associação de consumidores da América Latina pode ajudar você a tomar decisões mais conscientes.

Visite o blog MinhaSaúde para ter acesso a conteúdos informativos sobre alimentação, atividade física e bem-estar.

A dieta plant based é um movimento alimentar baseado na ingestão de alimentos na sua forma mais fresca e natural. Diferente das dietas da moda, os adeptos carregam valores sociais, objetivos e uma preocupação que em alguns casos vai além da escolha dos alimentos.

O termo plant based tem sido usado comumente nos últimos anos para se referir às dietas que excluem itens de origem animal, como o vegetarianismo e o veganismo, mas movimentos como esses já existem há muitos anos e têm crescido com o passar do tempo.

Pryscilla Casagrande
Pryscilla Casagrande
Mestre em Alimentos e Nutrição pela UNIRIO, graduada em Engenharia de Alimentos pela UFRRJ, pós-graduada MBA em Gerenciamento de Projetos pela Fundação Getúlio Vargas e especialista em Chocolates e Açúcares pelo Central College of the German Confectionery Industry (ZDS) em Solingen, Alemanha. Atualmente é Coordenadora do Centro de Competência de Alimentação e Saúde da PROTESTE – Associação Brasileira de Defesa do Consumidor.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados


close