Faça uma busca
|
Publicado em: 23 de outubro de 2021

Tudo que é bom também tem seu fim…

E hoje é a minha vez de dizer até logo!

Imagem: Masha Rasputina/iStock

Tudo que é ruim, passa.

Menos dermatite seborreica.

Mas tudo que é bom passa também.

Uma caixa de bombom que acaba.

Uma viagem que só sobram os souvenirs.

E as fotos.

Uma festa que passa rápido demais.

Assim como esse nosso espaço agora tem um fim.

Aqui, que por tantas vezes foi a minha forma de terapia.

Onde eu pude me expressar,

Falar abobrinhas,

Falar de amor,

Desabafar sobre pessoas apressadas,

Sobre pessoas certas,

Sobre pole dance.

Aqui, eu pude inventar assuntos do nada e falar sobre a Páscoa.

Comemorei dois aniversários,

Dois réveillons.

Escrevi textos felizes quando estava triste.

Escrevi textos tristes quando estava feliz.

Foi minha casa semanal,

Onde eu pude ser diversa.

Expressei meus mais profundos sentimentos, sejam eles bobos ou sérios.

Sem julgamentos, e com bastante acolhimento.

Por causa desse meu espaço,

Eu conheci pessoas novas,

Comecei a acreditar mais em mim,

Vi que, sim, era possível ter uma coluna aos sábados.

E que também não era fácil.

A vida de escritor não é glamurosa.

É olhar pra tela em branco até sair uma letra,

Uma palavra, frase, e formar um texto que faça sentido.

E que faça refletir, emocionar, rir.

Como é difícil fazer rir!

Mas é prazeroso demais.

Não pude ouvir os leitores rindo,

Mas eu ri muito escrevendo.

Escrevi do coração.

De verdade.

Nunca foi forjado, falso.

Então, por tantas emoções, essa é a minha despedida mais sincera.

Obrigada pela companhia.

Não conheço seus rostos, mas só de ter um leitor, sou mais completa.

Agradeço o tempo disponível pra me ler.

E nos vemos por aí, em outros espaços, em outros lugares,

Outros sites, outras festas sem tempo pra acabar,

Em outras caixas de bombom.

O prazer e a alegria foram todos meus.

Que todos nós possamos fazer cada vez #MaisHumorPFVR!

Um beijo,

Marina Estevão.

Marina Estevão
Marina Estevão
Formada em Jornalismo pela PUC-RJ, sua paixão é escrever sobre o que vive, o que vê e o que sente. Afinal, toda história tem vários lados, o que muda é a forma de contá-la – sempre de bom humor.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados


close