Faça uma busca
|
Publicado em: 22 de abril de 2022

Marcella Muniz fala dos prazeres com a alimentação comfort food

Márcio Gomes
Última atualização: 25 de maio de 2022
Por: Márcio Gomes

Atriz de "Além da ilusão" fala sobre a sua relação com a gastronomia e maternidade.

Marcella Muniz fala dos prazeres com a alimentação comfort food Imagem: Vinicius Mochizuki

No ar em “Além da Ilusão”, a atriz Marcella Muniz também é formada gastronomia e define essa área como outra forma de arte.

“[A gastronomia] É igual a uma cena: é preparar, fazer, servir… Você faz aquela receita que está ali escrita, mas é você quem vai dar o seu jeito, a sua assinatura e temperatura. Cozinha é tudo, é união. Na minha casa tudo começa na cozinha!”, revela a atriz.

Leia também: Bella Campos fala da estreia em “Pantanal” e cuidados com a saúde

Apaixonada pela gastronomia, Marcella gosta de desconstruir pratos clássicos e pegar uma receita e a fazer do seu jeito. Dona da C’est Potage, uma empresa de comfort food, a atriz conta que um dos seus carros-chefes é sopa orgânica e a granola doce ou salgada livre de glúten.

“A cozinha comfort food é aquela cozinha da memória afetiva, de pratos que remetem à infância, de cheiro da casa da avó, de fazenda… A coisas simples e deliciosas, e que trazem aconchego”, explica Marcella Muniz.

Mundo fashion

No ar dando vida à Cândida Goldman, na novela “Além da Ilusão”, a atriz conta adorar o figurino usado pela personagem e na novela. “Eu amo moda, tenho uma admiração por esse universo, ainda mais nessa época de 1940, em que as roupas tinham cintura marcada, as saias eram retas, com os chapéus menores e ainda teve a vinda dos lenços, turbantes e redes”, conta.

Por falar em moda, em seu guarda-roupa a atriz revela que não abre mão de ter camisetas, tênis, vestidos e saias, prezando (sempre!) pelo conforto.

“Meu estilo é básico. Menos é mais! Não sou uma pessoa consumista e após o período da pandemia então, fiquei ainda menos consumista. Tenho (ou tento ter) criatividade na hora de produzir os meus com as peças que tenho em casa”, entrega.

Para entrar no universo de sua personagem, Cândida Goldman, Marcella fez uma vasta pesquisa sobre a moda e os modos da década dos anos de 1940 – período da Segunda Guerra Mundial, em que a escassez de produtos incentivou as pessoas a deixarem a moda mais racionada, reciclando roupas e usando a criatividade.

“Adoro isso! As mulheres precisavam de um guarda-roupa mais versátil por conta da escassez de material. É impressionante como em momentos difíceis nos tornamos criativos. E foi o que aconteceu com a moda nessa época. E seguimos até hoje usando trajes criados nesse período”, revela a atriz.

Carreira e vida pessoal

Imagem: Vinicius Mochizuki

Com mais de 40 anos de carreira, Marcella vê à sua trajetória com orgulho. Contudo, a atriz afirma que não cometeria os mesmos erros, mas deixa claro que eles foram necessários para ser quem é hoje.

“Mas essa é minha história, são às minhas pegadas. Eu teria feito muito mais teatro, por exemplo. Agora, estou fazendo oficinas, estudando, conhecendo, metendo-me com essa falta que me fez o palco. Estou correndo atrás e isso é bom… É desafiador”, conta.

Mãe de três filhos, Marcella Muniz fala como é ser mãe. “Quando a Pri (Priscila, minha filha mais velha) nasceu, eu tinha acabado de fazer 17 anos. Crescemos juntas (risos). Mas nunca larguei minha filha para viver uma coisa ali ou fazer um trabalho lá. Se era para fazer algo, meu pacote ia comigo. Sempre!”, afirma a atriz, que ainda complementa: “Ninguém está preparada para ser mãe aos 17 anos… Mas vejo pessoas que não estão preparadas aos 50. Então, ter filho, dar limite é trabalhoso, mas amor é isso: dá trabalho. Nunca mais você dorme direito, tem que ter disponibilidade, tem que ter coluna… E é preciso fazer escolhas, às vezes, algumas árduas. Mas se me perguntar, na questão maternal: Não mudaria nada. Faria tudo de novo!”.

Da união com o Anderson Müller, Marcella ainda teve Thaís Müller e Thiago Müller e conta que o ator é um pai presente. “Sempre foi. Nós tivemos sempre uma cumplicidade enorme para educar os meninos, fomos parceiros e aprendemos e erramos muito, mas sempre juntos”, finaliza.

Márcio Gomes
Márcio Gomes
O carioca Márcio Gomes é apaixonado pelo jornalismo, tanto que o escolheu como profissão. Passou por diversas redações, já foi correspondente estrangeiro dos títulos da Editora Impala de Portugal, e editor na revista deBORDO. Escreveu para várias publicações como Capricho, Manchete,Desfile, Todateen, Seleções, Agência Estado/Estadão e outros. Márcio é “assim ó” com as celebridades, e agora toda semana convida uma delas para contar seus segredos de saúde e beleza – aqueles que nós, pobres mortais, também podemos adotar.