Faça uma busca
|
Publicado em: 17 de março de 2022

O tempo de intervalo é essencial para a musculação

André Messias
Última atualização: 18 de março de 2022
Por: André Messias

Entenda a importância dessa variável para obter bons resultados.

O tempo de intervalo é essencial para a musculação Imagem: [email protected]/iStock

Solange treina todos os dias às 6 horas na academia. É uma aluna muito dedicada e seu corpo e seu condicionamento físico estão excelentes. Todavia, ela gostaria de obter mais resultados e me perguntou o que poderia fazer. Fomos tomar um café e conversar.

Leia também: Subir escadas é um ótimo exercício

Ela me explicou detalhadamente o seu programa de atividade física, sua rotina e seus hábitos. Tudo parecia positivamente associado e saudável. Percebi que em alguns aparelhos, em virtude de seu condicionamento e níveis de força, ela poderia colocar um pouco mais de carga — desde que ainda estivesse dentro de suas limitações e que não comprometesse a amplitude de movimento. 

Solange me disse que até conseguiria, mas havia lido, em algum lugar, que o tempo de descanso precisa ser bem curto. A conversa, então, caminhou para esse assunto.

Uma questão de equilíbrio

Expliquei para ela que o tempo de intervalo entre as séries e repetições depende de muitos fatores tais como número de repetições, tipo de exercício, objetivo do aluno, condicionamento físico e a carga. 

Em geral, cargas elevadas irão exigir um tempo maior de intervalo uma vez que a musculatura e o sistema cardiovascular precisam se recuperar plenamente. Existem alguns métodos de treinamento, como por exemplo, o de força pura, que exigem entre 3 a 5 minutos de intervalo. 

Por sua vez, treinos que visam resistência costumam ter pouca carga e um maior número de repetições, sendo muitas vezes caracterizado por intervalos curtos, como 30 a 40 segundos. É extremamente importante haver o equilíbrio entre a carga e o número de repetições. 

A importância do tempo de intervalo

Um dos principais objetivos do tempo de recuperação é a redução da frequência cardíaca, que por sinal é um ótimo indicador da saúde cardiovascular. Observar a queda no número de batimentos após o primeiro minuto de recuperação é um ótimo indicador da saúde do coração. Nunca é demais lembrar que o coração está enviando sangue — e, com isso, oxigênio e nutrientes — aos músculos durante o treino e ele precisa de intervalo para que continue atendendo a demanda metabólica.

Leia também: Saiba ouvir o que seu corpo tem a dizer

Solange lembrou que, em muitos exercícios, ela ainda está ofegante quando o tempo de intervalo termina e, muitas vezes, não consegue fazer o número de repetições que consta em seu programa. Assim, ela entendeu que, aumentando o tempo de intervalo, seria possível realizar todo o planejamento.

A musculação proporciona muitos benefícios para a saúde e para o corpo, representando um dos mais importantes tipos de atividade física. No entanto, é preciso saber que muitas variáveis estão envolvidas para que os resultados ocorram, sendo o tempo de intervalo uma das mais importantes.

André Messias
André Messias
Doutorando em Epidemiologia em Saúde Pública pela FioCruz, é mestre em Ciências Cardiovasculares pelo Instituto Nacional de Cardiologia, o professor e personal trainer André Messias tem como prioridade a saúde e a qualidade de vida. Ele acredita que as escolhas relacionadas ao estilo de vida, em especial à prática de exercícios físicos, são essenciais para nossa saúde física, mental e social. E que, portanto, cabe a todos nós uma reflexão de como estamos vivendo.