Faça uma busca
|
Publicado em: 27 de setembro de 2020

11 coisas que agora estão sendo mais limpas do que nunca

Diga adeus aos dias de limpeza leve e olá aos dias de limpeza caprichada - tudo para garantir uma boa higienização quando se trata de Covid-19.

Imagem: champlifezy@gmail.com/iStock

Esfregue como se sua vida dependesse disso. Literalmente. Quem teria pensado que esfregar superfícies pode acabar salvando vidas? Mas na era da Covid-19, cada cantinho limpo conta.

É por isso que, nos dias de hoje, pular itens que normalmente não recebem tantos cuidados seria cometer uma grande gafe de limpeza.

Portanto, não se esqueça de desinfetar essas coisas junto com as roupas, pratos e outros itens de limpeza obrigatórios usuais. 

Leia também sobre os 10 lugares reabertos que talvez nunca sejam limpos o suficiente.

Veja, a seguir, quais superfícies estão sendo limpas com maior afinco.

  • Stas_V/iStock

    1. Canetas

    A caneta é mais poderosa do que a espada, especialmente quando se trata de espalhar germes.

    Embora você provavelmente não pensasse muito em limpar seus utensílios de escrita no passado, as empresas em todos os lugares têm esfregado as canetas usadas para assinar recibos, formulários e outros pedaços de papel necessários para os negócios diários.

    Apesar de isso ocorrer mais comumente em restaurantes e lojas de varejo, a limpeza do item realmente é necessária em qualquer lugar onde você possa acabar tocando uma caneta ou lápis comum.

    Saiba como falar com seus filhos sobre o coronavírus.


  • dragana991/iStock

    2. Maçanetas

    Todos nós conhecemos o ditado: quando uma porta se fecha, outra se abre. Apenas certifique-se de que essa porta recém-aberta não leve à disseminação do novo coronavírus.

    Embora no passado as empresas limpassem profissionalmente a parte externa de sua loja de vez em quando, agora é provável que os próprios funcionários limpem as maçanetas tanto do exterior quanto do interior das suas lojas com a mesma frequência para a chegada de cada novo cliente.

    Conheça 13 hábitos de higiene que devem mudar após o coronavírus.


  • scanrail/iStock

    3. Aparelhos eletrônicos

    Mesmo antes do novo coronavírus, sabíamos como nossos telefones estavam sujos. Algumas pesquisas sugerem que nossos telefones celulares são dez vezes mais sujos do que o assento de um vaso sanitário.

    Mas, apesar de no passado termos deixado esse cuidado de lado, agora é hora de começar a limpar todos os nossos dispositivos, sejam eles pessoais ou comunitários.

    Isso certamente é verdade para empresas como restaurantes que aceitam pedidos por aplicativos, bem como para teclados de máquina de cartão de crédito em lojas de varejo.

    Não cometa o erro possivelmente perigoso de se esquecer de desinfetar.


  • shironosov/iStock

    4. Cartões de crédito

    Mesmo que os telefones celulares tenham mais germes do que o assento do vaso sanitário, os cartões de crédito têm mais germes do que mictórios em uma estação de trem, de acordo com uma pesquisa do site financeiro lendedu.com. Reconfortante, não?

    É por isso que o cartão de crédito é outro item que agora está recebendo uma limpeza mais cuidadosa do que nunca.

    Pense nisso: você entrega seu cartão à caixa da cafeteria local, ela o passa e o devolve a você.

    Repita esse processo para todas as transações que você fizer ao longo do dia. Veja quantos germes se acumulam!

    Uma passada rápida de um pano com desinfetante após cada compra irá mantê-lo muito mais limpo e seguro.

    Conheça a tecnologia de desinfecção com luz ultravioleta que chega a supermercados.


  • Panagiotis Maravelis/iStock

    5. Assentos

    Este é outro grande problema para os restaurantes. No mundo pré-coronavírus, era muito normal ver funcionários de restaurantes limpando a mesa entre grupos de clientes. Mas os assentos? Não muito.

    Hoje em dia, no entanto, é muito mais comum limpar a mesa e os assentos antes de se acomodar em sua mesa favorita.

    Embora os Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC) digam que o coronavírus se espalha mais comumente através de gotículas respiratórias do que através de objetos e superfícies, eles enfatizam que ainda é essencial limpar qualquer superfície potencialmente suja.

    E quando você sair para comer, certifique-se de que o restaurante reaberto esteja tomando os devidos cuidados.


  • Vitalii Karas/iStock

    6. Provadores

    Embora nem todos os varejistas de roupas tenham permitido que seus provadores abrissem, aqueles que o fizeram estão dando grande ênfase à sua limpeza.

    De acordo com o USA TODAY, lojas como Macy’s, Nordstrom e Saks Fifth Avenue, que estão permitindo que os clientes experimentem os itens, têm menos cabines abertas, já que a equipe tem de entrar e limpar cuidadosamente o local entre cada cliente.

    Além disso, muitas lojas implementaram uma nova política em que se você experimentar um item e decidir que não quer comprá-lo, o item deve ser colocado em uma prateleira especial na parte de trás.

    Isso dá ao item tempo para arejar antes de devolvê-lo ao lugar de origem. Mas essas regras acabam complicando a experiência de compra.

    Vai ao shopping? Confira 6 cuidados que você deve ter.


  • Weedezign/iStock

    7. Menus

    A maioria dos restaurantes abandonou completamente o menu de papel, optando por colocar códigos QR em cada mesa, que podem ser lidos por qualquer dispositivo para iniciar um menu online.

    E os restaurantes que ainda oferecem cardápios físicos aos clientes agora estão dando uma verdadeira faxina neles.

    Seja usando lenços desinfetantes ou a combinação clássica de água e sabão, os funcionários do restaurante em todos os lugares estão garantindo que os clientes ainda tenham acesso a todas as opções sem qualquer doença.

    Veja 13 mitos sobre o coronavírus em que você deve parar de acreditar.


  • smartstock/iStock

    8. Chaves

    Todos nós temos basicamente a mesma lista de verificação ao sair de casa: celular, carteira, chaves (e agora máscaras e álcool em gel!). O que mais esses três itens essenciais têm em comum? Você adivinhou: eles estão todos cobertos de germes!

    Embora as teclas não estejam tão sujas quanto o seu celular ou cartão de crédito, você ainda está tocando muito nelas em vários lugares diferentes.

    Para a sua tranquilidade, desinfete suas chaves de vez em quando para garantir que permaneçam cintilantes e seguras.


  • jax10289/iStock

    9. Banheiros

    Assim como os provadores de roupa, os banheiros públicos encontrados em restaurantes, lojas e até mesmo em áreas de serviço estão certamente recebendo uma rotina de limpeza mais rigorosa e regular.

    O CDC recomenda que restaurantes e bares limpem seus banheiros pelo menos uma vez por dia.

    Certas paradas de descanso e áreas de serviço que têm banheiros públicos com muitas pias implementaram novas precauções, como colocar fita isolante sobre todas as outras pias, deixando apenas uma, para evitar que as pessoas fiquem muito próximas enquanto lavam as mãos.


  • Egoitz Bengoetxea Iguaran/iStock

    10. Itens de salão de beleza

    Todos nós sabemos que não há nada pior do que um corte de cabelo que deu errado … especialmente quando “dar errado” agora pode significar colocar sua saúde em risco.

    Embora os cabeleireiros sempre devessem limpar suas ferramentas entre cada novo cliente, mesmo antes de o coronavírus chegar, as regras e regulamentos para a limpeza de itens em salões de beleza ficaram ainda mais rígidos.

    No passado, talvez um estilista pudesse apenas mergulhar suas ferramentas em desinfetante e encerrar o dia, mas muitos salões agora estão realizando processos de várias etapas para garantir que seus equipamentos estejam tão limpos quanto possível.

    Em alguns casos, isso pode incluir esfregar com água e sabão, enxaguar e depois aplicar um desinfetante.

    Novo estudo revela as melhores e piores máscaras contra Covid-19.


  • champlifezy@gmail.com/iStock

    11. Volante

    Você consegue se lembrar da última vez que limpou seu volante? Se você estivesse respondendo na era pré-coronavírus, a resposta provavelmente seria não.

    Mas ao responder a essa pergunta agora, com sorte, a resposta seria a última vez que você estava no carro depois de sair em um lugar público.

    As pessoas agora estão desinfetando seu volante depois de irem ao supermercado, restaurante ou loja de varejo para adicionar um nível extra de limpeza à sua vida cotidiana.

    Pense nisso: os germes que entraram em suas mãos enquanto você estava dentro da loja podem ser facilmente transferidos para o seu volante.

    Evite o medo de tocar em alguma coisa acidentalmente enquanto estiver fora e apenas certifique-se de limpá-lo antes e depois de dar uma volta com o carro.

    Vai à academia? Confira dicas para se proteger da Covid-19.

    Por Lucie Turkel


Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados