Faça uma busca
|
Publicado em: 1 de março de 2020

Agora são 252 casos suspeitos de coronavírus no Brasil

O número de casos do coronavírus continua aumentando

Imagem: Samara Heisz/iStock

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) – O número de casos suspeitos de infecção pelo novo coronavírus no Brasil subiu neste domingo (1º) para 252, segundo dados do Ministério da Saúde. No sábado (29), eram 207 casos suspeitos.

O estado de São Paulo tem o maior número de casos, são 136 casos suspeitos, seguido por Rio Grande do Sul, com 27, de acordo com as informações divulgadas na Plataforma Integrada de Vigilância em Saúde, do ministério.

Assista ao vídeo Coronavírus: onde surgiu e como se alastrou?

2 casos de coronavírus confirmados em São Paulo

Importado da Itália, até o momento o país tem dois casos confirmados de coronavírus. O primeiro foi confirmado na última quarta-feira (26) e é de um homem de 61 anos, morador de São Paulo, que esteve no norte da Itália a trabalho.

Neste sábado (29), o segundo foi confirmado, após atendimento no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, na sexta (28). Trata-se de um homem de 32 anos que chegou em São Paulo na quinta (27), de voo procedente de Milão.

O paciente afirmou que usou máscara durante toda a viagem de retorno ao Brasil. Ele estava acompanhado da mulher, que não apresenta sintomas. Ambos estão em monitoramento.

O Ministério da Saúde informou que a partir de segunda-feira (2) adotará um novo fluxo de consolidação dos casos de coronavírus. Passarão a ser consideradas as classificações informadas pelas secretarias estaduais.
Em nota, a pasta afirmou que, “ao longo das últimas semanas, o Ministério da Saúde vem treinando os estados para a consolidação das notificações dos casos suspeitos do coronavírus”.

Veja também: Coronavírus: o que é preciso saber sobre a doença?

“Com a finalização da orientação às secretarias de Saúde estaduais, a partir do dia 2 de março, segunda-feira, o Ministério da Saúde inicia um novo fluxo e adotará integralmente os dados repassados pelos gestores locais.”
Até agora, cada notificação era reanalisada pela equipe da pasta. “A ação de descentralização da consolidação dos casos busca dar agilidade de resposta à doença”, disse o ministério.

A OMS elevou para “muito alta” a avaliação de risco para o novo coronavírus em nível global. A mudança ocorre após aumento de casos confirmados fora da China.

Leia também Novo coronavírus: conheça as fontes oficiais para não cair em fake news.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados