Faça uma busca
Cultura & Lazer

Giovanna Ewbank comenta caso de racismo sofrido pelos filhos

De férias em Portugal, Titi e Bless sofreram atos racistas e foram defendidos por sua mãe, atriz Giovanna Ewbank.

Escrito por:

Laura Oliveira

Redator
Atriz Giovanna Ewbank comenta sobre caso de racismo sofrido pelos filhos
(Foto: Reprodução)
Publicado em: Última atualização:

De férias em Portugal, Titi e Bless, de 9 e 7 anos, filhos da atriz Giovanna Ewbank e do ator Bruno Gagliasso foram alvo de racismo e foram defendidos pela mãe. A indignação provocada pelo ataque racista repercutiu muito nos últimos dias e a atitude da atriz foi ovacionada por internautas.

Após a repercussão do caso, no último domingo (31), foi ao ar a entrevista que Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso deram para o programa “Fantástico” contando sobre o ocorrido.

Quando questionada pela apresentadora Maju Coutinho sobre uma possível agressão física, a atriz afirmou ter batido na moça ao ir em defesa de seus filhos. Para advogar por sua esposa, Bruno afirmou “a verdade ela não agrediu, a minha mulher reagiu. Não confunda, não confunda a reação do oprimido com a ação do opressor”.

Leia também: O que é racismo e como ser antirracista.

Os atores foram questionados sobre preparações para possíveis agressões racistas contra seus filhos e a atriz afirmou que é preciso ficar atenta e ser combativa.

“A gente sabe que vai acontecer muitas outras vezes e acho que agora não tem como proteger tanto os nossos filhos do que eles vão ver e ouvir. Eles estão crescendo, não é? Então é continuar fortalecendo os nossos filhos, mostrando o quanto eles são maravilhosos, o quanto eles são fortes e quanto eles têm direito de combater o racismo e quanto eles precisam estar atentos porque eles precisam estar atentos o tempo todo…”

Ainda na entrevista, Giovanna pontua sua consciência sobre ser uma mulher branca reagindo e sobre o privilégio que valida sua revolta.

“Acho que ela nunca esperava que uma mulher branca fosse combatê-la como eu fui, daquela maneira. Eu sei que eu, como mulher branca, indo lá confrontá-la, a minha fala vai ser validada. Eu não vou sair com a louca, a raivosa, como acontece com tantas outras mães pretas, que são leoas todos os dias, assim como eu fui nesse episódio”, declarou a atriz.

Segundo Giovanna, a mulher acusada de racismo chegou a proferir palavras como “pretos imundos” e “voltem para a África”, o que teria causado sua fúria e reação quase imediatas.

Apesar do ocorrido, Bruno afirma que seus filhos contam com redes de apoio contra o racismo.

“Eles estão cercados de pessoas que estão preparadas e querem combater o racismo. E eu tenho certeza que o caminho deles vai ser esse, não tenho outro”, afirmou o ator.

Veja o vídeo com o momento em que a atriz enquadra a mulher que proferiu falas racistas:

Além de ter ofendido os filhos do casal, a mulher também teria ofendido uma família angolana que estava no restaurante. 

De acordo com a assessoria da atriz, o ator Bruno Gagliasso chamou a polícia para a mulher, que saiu do restaurante acompanhada por dois policiais. O casal também foi à delegacia registrar uma queixa formal contra a agressora por ter cometido o crime de racismo e injúria racial.