Faça uma busca
|
Publicado em: 31 de agosto de 2020

Como negociar o aluguel e economizar

Descubra como negociar o aluguel e economizar nas contas mensais.

Imagem: Sundaemorning/iStock

Não é raro encontrar apartamento de dois quartos com aluguel mais caro do que apartamentos de três quartos com dependências, no mesmo bairro.

Isso pode acontecer principalmente se o imóvel menor tiver sido reformado, se tiver vaga de garagem, ou mesmo se o proprietário estiver pedindo um valor acima dos praticados na região.

Por isso, vale a pena uma conversa e apresentação de contraproposta para reduzir o valor pedido inicialmente.

Confira como negociar o aluguel e se mudar para o melhor imóvel possível:

Pesquise muito

homem pesquisando no computador
golubovy/iStock

Você pode pesquisar os imóveis nos bairros do seu interesse e do tamanho que você precisa.

Existem muitos sites e aplicativos com diversos recursos de pesquisas, nos quais você consulta valor, metragem, vê fotos e outras informações como área de lazer no condomínio e porteiro.

Nas imobiliárias e administradoras os corretores também devem ter todas as essas informações.

Anote os preços dos imóveis que lhe interessam e compare. Caso o seu preferido estiver fora do padrão, isso pode ser usado para negociar o aluguel.

Faça visitas criteriosas

mulher com chave de aluguel
gpointstudio/iStock

Depois da pesquisa, antes de aceitar qualquer oferta, marque uma visita ao imóvel para verificar tudo. Os detalhes percebidos também podem ajudar a negociar o aluguel e reduzir o valor anunciado.

Durante a visita converse com porteiros e síndico para saber se o prédio é bem administrado, limpo e organizado.

Pergunte se existem dívidas com o condomínio, problemas recorrentes e se o imóvel está fechado há muito tempo.

Quanto mais tempo fora do mercado, maior pode ser a pressa do proprietário para encontrar um inquilino. Assim, ele pode considerar reduzir o valor cobrado para agilizar a locação.

As características e estado de conservação dos apartamentos e também das partes comuns do edifício ou condomínio, influenciam diretamente no valor do aluguel e podem favorecer uma negociação.

Posição de fundos, andares mais baixos, má conservação (luzes que não acendem, tomadas que não funcionam, azulejos e móveis muito antigos, defeitos nos pisos, torneiras e chuveiros com pouco fluxo de água são características que também justificam descontos.

Imóveis antigos costumam ser maiores e podem ser uma preciosidade, mas, por outro lado podem ter problemas escondidos.

Se você considera alugar um imóvel no qual exista o risco de precisar fazer uma obra, mesmo sabendo que as despesas serão arcadas pelo proprietário, considere o seu transtorno e o tempo que você terá que dedicar. Isso também é motivo para uma redução do valor anunciado.

Faça uma oferta

homens negociando contrato
Yok46233042/iStock

Por isso, antes mesmo de passar pela avaliação cadastral, faça uma oferta do valor que você acha justo. Em geral ofertas de redução dos valores em torno de 15% costumam ser aceitas pelos proprietários.

Mostre ao corretor os resultados de sua pesquisa que apontem valores mais baixos na região e peça a redução proporcional.

Afinal, você deverá arcar com este custo, que geralmente é o mais pesado na planilha de gastos pessoal, por um bom tempo.

A economia que você conseguir obter ao negociar o aluguel pode ser revertida para uma reserva de emergência, para começar a investir ou até mesmo para uma viagem no futuro.

Por Samasse Leal

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados


close