Faça uma busca
|
Publicado em: 12 de novembro de 2019

12 segredos sobre os pães que as embalagens não revelam

Descubra tudo que nunca te disseram sobre os mais diversos tipo de pães

Imagem: Pineapple Studio/iStock

Bilhões de pessoas ao redor do mundo comem algum tipo de pão todos os dias. Hoje, há variedades de pães deliciosos e nutritivos além dos industrializadas. Mas você sabe quais são os segredos desse alimento que ninguém nunca te falou? Confira abaixo tudo que nunca te disseram.

E se você é daqueles que não vive sem um pãozinho de manhã, confira aqui como fazer pães caseiros fáceis, saudáveis e saborosos!

12 segredos sobre os pães que as embalagens não revelam:

  • FotoDuets/iStock

    1. Até mesmo aquele pão de forma branco, aerado, produzido em larga escala, tem nutrientes, embora a maior parte contenha muito sal. Tanto o branco quanto o integral fornecem cerca de 70 a 80kcal por fatia média.

    Leia também: 3 deliciosos lanches rápidos para fazer com pão integral


  • 2. Podem conter L-cisteína natural, um agente redutor produzido pela hidrólise de penas, pelos suínos e cabelo humano (na China). Uma versão sintética também é usada.


  • 3. O mais escuro pode ser feito com os mesmos ingredientes que o branco, só que com a adição de caramelo, para tonalizar. Portanto, não imagine que é integral ou mais saudável apenas pela aparência.


  • 4. Integral e com grãos incluem a casca e os nutrientes dos grãos, fornecendo fibras, vitaminas B1, B2, niacina, B6, ácido fólico e biotina, substâncias que se perdem com a moagem e a eliminação do farelo e do germe. Por isso, no Reino Unido o produto não precisa ser enriquecido com nutrientes. As fibras e os carboidratos complexos do pão integral fazem com que você se sinta satisfeito por mais tempo.


  • undefined undefined/iStock

    5. O pão de forma branco, comercial, é feito com farinha refinada, embranquecida com produtos químicos. Em muitos países, a lei exige que vitaminas e minerais sejam adicionados à farinha de trigo para repor o que se perdeu durante a moagem. Existe também a recomendação de fortificar o pão com ácido fólico para prevenir defeitos do tubo neural, durante a gravidez.


  • bhofack2/iStock

    6. O enriquecido de farelo é, em geral, o pão branco com farelo, recuperando um pouco das fibras perdidas durante a moagem.


  • virtustudio/iStock

    7. O maltado leva farinha integral e recebe adição de grãos de trigo maltados. Tem mais ácido fólico e menos fibras que o pão integral.


  • Nastco/iStock

    8. Multigrãos é geralmente o pão branco com o acréscimo de grãos inteiros para torná-lo mais nutritivo.


  • commonthings/iStock

    9. Emulsificantes usados para dar uma aparência de maciez e frescor incluem monoglicerídeos e diglicerídeos, às vezes sintetizados a partir de substâncias animais, inclusive de porcos.


  • 10. Conservantes conhecidos como propionatos (E281, E282, E283), que inibem a formação de mofo, foram relacionados a reações alérgicas, como eczema, sintomas gastrointestinais e problemas comportamentais em crianças.


  • Pineapple Studio/iStock

    11.  “Auxiliares de processamento” (nem sempre listados) incluem enzimas amilases, usadas para estender a validade do produto e deixar o miolo macio. A alfa-amilase fúngica provoca asma. Mais raramente, os resíduos que sobrevivem no pão podem provocar sintomas em quem o come.


  • ribeirorocha/iStock

    12. A transglutaminase, enzima às vezes usada para deixar a massa elástica, pode aumentar o risco de desenvolver a doença celíaca.


Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados