A leitura expande o mundo de fantasia das crianças. Hoje são comemorados tanto o Dia Nacional do Livro Infantil como também o Dia de Monteiro Lobato, em agradecimento por sua contribuição à literatura infantojuvenil no nosso país.

Conheça 5 benefícios da leitura que transformam sua vida!

Os livros nos trazem informações, mas também entretenimento e benefícios. Aprender a ler e a escrever permite à criança enxergar o mundo ampliado, cheio de palavras, ideias e conceitos grandes, pequenos, nem sempre fáceis. Em uma variedade de histórias que ultrapassam as fantasias que até então ela havia criado em suas brincadeiras.

Não são mais apenas príncipes e princesas que os pequenos encontram nas histórias infantis, e nem todas começam com era uma vez. Nunca se publicaram tantos livros especialmente para as crianças (de todas as idades), sobre os mais variados temas, como nos dias atuais. E nada substitui as atraentes e coloridas ilustrações em papel.

Quais livros ler?

Listas das melhores publicações do ano podem ser encontradas em revistas especializadas. Mas experimente conferir as prateleiras das livrarias, é muito gostoso. Especialmente na companhia do seu filho. E permita que a criança escolha o que desperta seu interesse. Desenvolver o hábito de ler deve começar em casa.

Veja a nossa lista com 6 dicas para incentivar as crianças a ler.

Quando as histórias se tornam mais longas, há uma pequena dificuldade de despertar o interesse das crianças, pois, para elas, as narrativas parecem que não vão acabar nunca. Mas quando a criança descobre que uma boa história rende mais do que 48 páginas, e que podem despertar sua imaginação na mesma proporção, ela liga o botão da grande espera pelo que vem depois. Afinal, não dá para ler um livro maior de um fôlego só.

O prazer de ler para o filho algumas páginas à noite, equivale a deixá-lo assistir à história em capítulos. Às vezes com suspense e tudo. Então, torna-se um prazer para ele também. Paradas estratégicas em um momento de virada aguça sua curiosidade para a grande aventura, e até parece que ele participa dela.

Veja também: Frases motivadoras: quando os livros inspiram

Como agir com o leitor iniciante

Primeiramente, lemos para a criança, depois lemos junto com ela. Acima de tudo, não crie expectativas em relação à duração dessa fase – para algumas crianças, ela é bem longa. Tenha certeza de que um dia ela começará a ler sozinha.

Primeiro, experimente ler o início de um clássico infantojuvenil, com o texto original e não uma adaptação. Em seguida, deixe-o de lado por um tempo, na mesinha de cabeceira da criança alfabetizada. É muito provável que ela não espere mais que ninguém leia para ela. Vai tomar a iniciativa. Vai querer saber logo o que aconteceu com aquele personagem que no outro dia estava tentando escapar do perigo. E aí, a história será outra. Vai ser difícil largar o livro e ir dormir sem saber o que acontece depois. (Para não interferir nas horas de sono, negocie: só até terminar esse capítulo.)

E, por fim, para quem deseja despertar nos filhos o prazer da leitura, uma dica: Pais leitores são um ótimo exemplo para os filhos.

Conheça nossas sugestões de leitura.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteudo em primeira mão!