Uma seleção das melhores piadas e situações engraçadas enviadas pelos nossos leitores para sair de 2018 com muita alegria!

– Mãe, me dá 1 real para eu dar a um velhinho que esta gritando lá na rua? – pede o menino.
A mãe, comovida com o gesto, pega a carteira e entrega o dinheiro prontamente:
– Que bondade sua, meu filho. Mas o que ele está gritando?
– Olha o sorvete!

Raimundo Ribeiro, Olinda (PE)

Na Grécia Antiga, um homem veio correndo até Sócrates com uma fofoca que ele ouvira sobre Diógenes.
– Antes de me contar – interrompeu Sócrates –, tem certeza de que o que você está prestes a me dizer é verdade?
– Não – admitiu o homem.
– O que vai me contar sobre Diógenes é algo bom?
– Não, mas ele…
– Essa notícia irá me beneficiar?
– Não, mas Diógenes…
– Se o que você quer me contar não é verdade, não é bom, e não traz nenhum benefício, por que me contar? O homem se afastou envergonhado. E foi assim que Sócrates nunca descobriu que Diógenes tinha um caso com a mulher dele.

Recebi muitas ligações de corretores de imóveis perguntando se eu tinha interesse em vender minha casa.
Certo dia, irritado com tanta pressão, fui um pouco brusco:
– Não quero vender minha casa!
Quero ficar aqui até morrer!
– Ah – disse o corretor –, e quando será isso?

Assine nosso conteúdo exclusivo
Adrienne Leduc

O médico nota que o paciente está tremendo:
– Você deve beber muito!
– Não, doutor. Desde que comecei a tremer, derramo mais do que bebo.

José Manuel Rodrigues

Jesus disse aos apóstolos:
– Irmãos, y = ax2+bx+c…
Os apóstolos, confusos, respoderam:
– Mas Senhor, o que é isso?
E Jesus disse:
– Apenas uma parábola.

Vinícius Erní Pallas, Pato Branco (PR)

Numa festa, um menino de 5 anos me perguntou:
– Você precisa comer como um porco?
Preocupado com o meu comportamento, quis saber o motivo da pergunta. Esta foi sua resposta:
– Minha mãe falou que eu precisava comer como um porco na festa porque ela não ia fazer o jantar.                 

Lincoln Mohan

Minha colega passou em uma lanchonete depois do trabalho e comprou sanduíches para ela e seus dois filhos. Enquanto apreciavam o lanche, as sementes de gergelim foram se desprendendo do pão e se espalhando pela mesa da cozinha. Intrigado, seu filho mais novo, Antony, olhou para as sementes
e indagou:
– Mamãe, se a gente plantar todas essas sementes será que podemos ter um monte de árvores de sanduíches?

Margarita Caplan, Boa Vista (RR)

– Moça, esse pastel é de hoje?
– Não, é de ontem.
– E essa coxinha, é de hoje?
– Não, de ontem.
– E o quibe, é de hoje?
– Não, de ontem.
– Como faço pra comer alguma coisa de hoje?
– Volte amanhã.

A filha entra no escritório do pai, com o marido a tiracolo, e indaga sem rodeios:
– Papai, por que você não coloca meu marido no lugar do seu sócio que acaba de falecer?
E o pai, com um sorriso no rosto, responde de imediato:
– Por mim, está tudo bem.  Mas converse com o pessoal da funerária antes.

Márcio José Uzetto, Mongaguá (SP)

Como enfermeira, uma de minhas tarefas é tirar amostra de sangue dos pacientes com cirurgia marcada e esclarecer suas dúvidas. Um dia, um garotinho de 5 anos enfrentou pacientemente o procedimento e ouviu com interesse minhas explicações sobre a cirurgia.
– Você tem alguma dúvida? – perguntei.
– Tenho – respondeu ele. – Quando é que vou ter meu sangue de volta?

Joan Yantzi

Meus pais se divorciaram quando eu tinha 2 anos, mas continuaram amigos. A amizade é tanta que, no dia do meu casamento, meu pai fez um brinde  ao meu marido e a mim
dizendo:
– Desejo que vocês sejam tão felizes juntos quanto sua mãe e eu somos separados.

Melanie Franklin