Todo mundo, em algum momento da vida, já precisou ou irá precisar de um chaveiro. Mas tem algumas coisas que todo chaveiro profissional já quis dizer mas não pode. Confira 13 delas abaixo e dê boas risadas!

1

Não peça fiado, não faço caridade! Cansei de levar calote de gente que pede para pagar depois… Não me interessa se está tarde e você não foi ao banco.

2

Quando alguém me liga às 2h da manhã porque ficou trancado do lado de fora do carro em frente a um bar, vou cobrar o serviço pelo triplo do valor. Afinal, você nem deveria estar dirigindo depois de beber!

3

Nada supera uma tranca bem instalada. Mas mesmo a melhor tranca do mundo não impede roubos se você a esquecer aberta. Então, não me culpe pelo seu erro.

4

Se houver janela na porta ou junto a ela, ferrolhos não ajudam muito. Basta quebrar o vidro, enfiar a mão e girá-los. Por isso, gênio, tranque a porta e tire a chave da fechadura antes de ir deitar.

5

Divórcio e fechaduras são um desafio. A ex-mulher liga e diz que ficou trancada do lado de fora; vou lá, abro a porta e troco a fechadura. Depois o marido liga com o mesmo pedido. Eu finjo que não sei de nada e faço o serviço de novo.

Não é só a concessionária que pode tirar cópias das chaves do carro. Eu também posso e ainda cobro bem mais barato. Mas depende do modelo.

7

A faxineira precisa de chave? Tenha duas fechaduras: uma simples e outra com segredo mais complexo. Dê apenas a chave da primeira a quem não conhece bem. Use a segunda nos outros dias da semana.

8

Antes de me ligar, tente abrir a porta. Eu estou cansado de visitar casas que já estavam abertas. Ah, e se me chamar eu vou cobrar a visita mesmo assim!

9

Não adianta você ficar batendo na porta ou xingar a minha mãe caso a chave não gire. Às vezes os pinos ficam agarrados e um pouquinho de WD-40 ou spray de silicone pode resolver.

10

Se ficou trancado do lado de fora, ligue para um chaveiro só e espere! Mais de uma vez, cheguei ao local e descobri que dois concorrentes já estavam lá. Todos concordamos em ir embora e abandonar a vítima.

11

Não peça descontos em serviços baratos! Como eu disse no tópico 1: eu não faço caridade! Nos serviços mais complexos, pode até ser que eu dê um descontinho (mas só se eu for com a sua cara).

12

Não ache que meu serviço é fácil e qualquer curioso pode resolver o problema. Detesto quando tentam resolver sozinhos e ainda dão palpite. Se você não sabe, cale a boca e deixa eu fazer o meu trabalho!

13

Teste bem a cópia da sua chave antes de colocar a culpa em mim. Muitas vezes, o problema está no segredo. Usar a força bruta também não adianta.