Piadas e histórias engraçadas para a sua sobremesa de hoje, para aliviar o meio da semana. Que tal?

Entre meus alunos de francês para adultos há muitos profissionais de saúde. Durante uma aula, eu tossia tanto que uma médica levantou a mão:
– Se quiser, posso lhe dar uma receita para isso – ofereceu.
Outra mão disparou acima:
– Posso aviá-la para você – disse um assistente de farmacêutico.
Para não ficar atrás, um paramédico acrescentou:
– E eu posso levá-la até lá para apanhar o remédio!

— Joanne Duguay

Certa vez, no hospital em que meu marido é segurança, um menino muito tagarela e inteligente ficou conversando com ele. A certa altura do bate-papo, meu marido perguntou-lhe qual era a capital do Espírito Santo.
O menino logo respondeu:
– Amém.

— Josilene Procópio

Trabalho como atendente numa lavanderia. Uma mulher entrou, sentou-se perto do meu balcão e fumou um cigarro atrás do outro. A fumaça estava me incomodando, e liguei o ventilador.
– Podia apontar essa coisa em outra direção? – pediu ela. – Estou me recuperando de uma pneumonia e a última coisa de que preciso é vento em cima de mim.

— Holly Snapp

Certa manhã, assim que as portas se abriram, um homem correu para o balcão da joalheria em que trabalho e disse que precisava de um par de brincos de diamante. Mostrei uma vasta seleção e ele logo escolheu um. Quando perguntei se queria os brincos embrulhados para presente, ele respondeu:
– Seria ótimo. Mas pode fazer isso depressa? Esqueci que hoje era o meu aniversário de casamento e minha mulher pensa que estou levando o lixo para fora.

— Andre F. Payson II

Sou técnico em eletrônica. Certa vez, conversando sobre superaquecimento, um colega comentou:
– O componente eletrônico funciona graças a uma fumacinha mágica. Se ela sair dele, para de funcionar.
— Jaci Gomes

Como assim?

Aviso na porta do dentista em fevereiro: “Saí atrás de um bloco.”