Faça uma busca
Já tem cadastro? Faça login aqui.
Artigo exclusivo para assinantes!
Cadastre-se para continuar lendo!
É grátis e você garante acesso a 3 conteúdos exclusivos
devices
Já sou assinante da Revista Impressa

Entendo que, respondendo a esta promoção, serei ingressado nos sorteios aqui oferecidos e passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, entre em contato com a nossa Central de Atendimento. Conheça também a nossa Política de Privacidade e Uso de Dados

Aproveite e assine o site seleções por apenas R$1,99 no primeiro mês. Clique aqui.
|
Publicado em: 26 de julho de 2019

Divirta-se com o melhor do mundo do humor!

Pronto para rir?

Imagem: Canva.com

Deixe o mal humor de lado e venha rir com essas piadas.

Certa moça, que estava muito resfriada, foi a um jantar de cerimônia levando dois lenços, um dos quais escondeu no seio. Durante a refeição, meteu a mão pelo decote do vestido, e pôs­‑se a procurar o lenço, aflita e às pressas. Preocupada, não percebeu que a conversação generalizada terminara, e que estavam todos olhando, curiosos, para ela. Um tanto confusa, balbuciou:

– Eu estava certa de que tinha dois quando entrei aqui!

Quando terminei o curso de doutorado, minha vaidade era sem limites, e me comprazia em assinar­ “Dr. Leacock”, sem mais nem menos. Certa vez, em viagem, assim pus meu nome na lista de passageiros. Mal acabara de arrumar minhas coisas no camarote, entrou um camareiro perguntando:

– O Sr. é o Dr. Leacock?

– Sou, por quê?

– O capitão manda perguntar, doutor, se o senhor pode vir examinar a perna de uma das camareiras.

Disparei como um coelho por ali afora, pois não ignorava as obrigações de um “médico”. Mas sem sorte, pois outro chegou antes de mim. Tratava­‑se de um doutor em teologia!                    

 Stephen Leacock   

Charles Coburn, conhecido ator do cinema, conta esta história:

Quando menino, apaixonei­‑me pelo teatro e queria assistir a todas as peças que houvesse. Um dia disse­‑me meu pai:

– Uma coisa, filho, você nunca faça: não vá aos chamados “espetáculos só para homens”.

– Mas por quê?

– Porque lá há coisas que você não deve ver.

Ora, foi a conta… Logo que consegui o dinheiro suficiente, zás! comprei entrada para um de tais espetáculos, e lá fui, muito satisfeito.

Mas meu pai tinha razão. Vi lá algo que não devia ter visto: meu pai…

Louis Azrael

Uma amiga minha andava contrariada porque sua filha de 10 anos tinha tal obsessão por modas e vestidos que só pensava nisso. Um dia a mãe achou que havia chegado o momento de contar à menina a verdade sobre a história da cegonha. A pequena ouviu atentamente a explicação, até que a mãe disse:

– Pois é isso… Então, quer fazer alguma pergunta?

– Só não entendi bem uma coisa, mamãe. Que espécie de roupa a moça deve vestir para essas coisas?

Bennet Cerf

Gostou dessas piadas? Então confira as 20 piadas (im)publicáveis de Seleções!

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados