É como dizem: para o brasileiro não tem tempo ruim. Nem mesmo um caso sério envolvendo um estudante de veterinária que entrou em coma após ser picado por uma cobra escapou do bom humor do brasileiro. O caso que ganhou repercussão e conquistou os internautas rapidamente virou meme na internet.

Após o incidente, a cobra da espécie naja, responsável por picar o jovem Pedro Krambeck Lehmkul, 22, ganhou um perfil no Twitter que viralizou rapidamente. A página criada neste último sábado (11/7) já acumula mais de 45 mil seguidores.

perfil da naja de brasilia

As publicações do perfil, de tom sarcástico, mostram montagens, memes e mensagens cômicas, em grande parte relacionadas ao tratamento inadequado de animais.

Nem mesmo famosos, como a cantora Anitta, ficaram de fora da brincadeira feita pelo perfil.

O sucesso do perfil da naja foi tão grande que logo começaram as brincadeiras sobre ela ser convidada para participar da nova temporada do reality A Fazenda.

Embora o perfil faça referência ao tráfico de animais de forma sarcástica e cômica, as postagens feitas pela @najaoriginal ajudou a dar visibilidade para o assunto. Após o caso da “naja de Brasília” viralizar, uma denúncia anônima levou o Batalhão de Polícia Militar Ambiental a encontrar 16 serpentes escondidas em caixas na área rural do Distrito Federal. Segundo a denúncia, estas serpentes também teriam ligação com o caso da naja.

Os animais apreendidos foram levados para a delegacia do Gama (cidade satélite de Brasília) e, de lá, foram encaminhadas para o Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) para que seja realizada a identificação das espécies.