Faça uma busca
|
Publicado em: 1 de abril de 2021

Dia da Mentira: as 12 mentiras mais engraçadas contadas ao redor do mundo

Conheça algumas histórias divertidíssimas que conseguiram enganar muuuuitas pessoas!

Imagem: Deagreez/iStock

Espaguete que dá em árvores, selos para e-mails, vagas para limpadores de montanhas, pandas nos Pireneus franceses…? No Dia da Mentira tudo isso pode parecer verdade! Confira abaixo a nossa seleção com algumas das mentiras mais cômicas contadas ao redor do mundo.

12 mentiras engraçadas contadas ao redor do mundo no Dia da Mentira

  • igorr1

    Chega de vinho para a agência espacial russa

    Em abril de 2015, a vinícola Purcari, da Moldávia, virou notícia no site da famosa agência de notícias Bloomberg – ou assim parecia. A vinícola anunciava que, depois de 55 anos de colaboração, não mandaria mais vinho para a agência espacial russa. Passaria a despachá-lo para a Nasa. A Purcari afirmava que seus vinhos tinham autenticação oficial de produtos otimizados para gravidade zero. Ou seja, eram produzidos e embalados de acordo com uma tecnologia cosmodinâmica especial capaz de resistir à atmosfera sem gravidade. Eram também uma fonte segura de glóbulos vermelhos para os participantes de programas espaciais.

    “Nossa colaboração com a Nasa é muito mais do que uma honra”, declarou Sorin Balanel, diretor de marketing da Purcari. “Ela confirma a qualidade indiscutível de nosso vinho.” A notícia era acompanhada por um link que levava ao site da Bloomberg. Quem tentasse acessá-lo encontraria a seguinte mensagem: “Parabéns! Você foi enganado pela vinícola Purcari em 1º de abril.”


  • iStock

    A Torre Eiffel se move

    Que choque para os franceses em 1º de abril de 1986! O jornal Le Parisien noticiou um acordo para desmontar a Torre Eiffel. O famoso ponto turístico seria, supostamente, reconstruído no novo parque temático EuroDisney, na época em construção a leste da capital. Onde antes ficava a torre, seria construído um estádio de 35 mil lugares para os Jogos Olímpicos de 1992.


  • Mauricio Graiki

    Para-brisa com grau

    Uma grande notícia para usuários de óculos foi divulgada nos Países Baixos em 1º de abril de 2013. Uma cadeia de óticas lançava um novo produto: o para-brisa de receituário.

    De acordo com a empresa, o produto foi criado em colaboração com a faculdade de Desenvolvimento de Produtos da Universidade de Londres. O grau dos óculos do motorista não importava: o para-brisa inovador podia vir em qualquer um.

    Por um tempo limitado, haveria até uma oferta especial: os fregueses que comprassem o para-brisa dianteiro com grau em determinado período só pagariam 299 euros e receberiam o traseiro de graça.


  • johan10/iStock

    Notas dinamarquesas falsas

    No início de 1980, o Banco Nacional da Dinamarca emitiu uma nota de vinte coroas. Nela havia a imagem de dois pardais. Curiosamente, um dos passarinhos parecia perneta. Essa foi a base de uma notícia de 1º de abril de 1980 do Roskilde Tidende. Todas as notas com passarinhos pernetas eram falsas. A boa notícia é que poderiam ser trocadas nos correios por notas genuínas com passarinhos de duas patas.

    O jornal mostrava uma imagem da suposta nota autêntica: apenas uma nota comum na qual Jan Robert Thoresen, cartunista da publicação, desenhou uma patinha a mais. As filas no correio de pessoas que queriam trocar dinheiro ficaram tão compridas que os funcionários tiveram de pôr cartazes nas portas explicando que não havia nenhuma troca de notas. Depois o cartunista Thoresen foi interrogado pela polícia, mas liberado sem sofrer denúncia.


  • iStock

    Vinho para todos

    Em 1987, o jornal norueguês Bergens Tidende afirmou que o monopólio estatal de bebidas alcoólicas tinha mais de 10 mil litros de vinho confiscados de contrabandistas. Seria um pecado jogar pelo ralo tanto vinho de boa qualidade. Portanto, os habitantes foram convidados a ir à principal loja de varejo de Bergen para receber sua parte.

    De manhã cedinho, os funcionários foram recebidos por centenas de coletores de vinho. Estes, que levavam recipientes de todo tipo – garrafas, baldes, vasilhas, panelas –, só então perceberam que tinham sido enganados.


  • iStock

    Cenouras que assoviam

    1º de abril de 2002: O jornal britânico Sun publicou um anúncio da grande cadeia de supermercados Tesco. Nele, divulgava-se o sucesso do desenvolvimento de uma cenoura transgênica que assoviava.

    De acordo com a empresa, as cenouras tinham sido geneticamente alteradas com furos cônicos na lateral. Quando o cozimento terminava, esses furos faziam o legume emitir um “sinal de 97 decibéis” para indicar que estavam prontas. Noventa e sete decibéis equivalem mais ou menos ao ruído de uma britadeira. Preocupadas, pessoas contrárias à ideia vislumbraram “um pesadelo para as futuras gerações, surdas como um poste, embora com a visão melhorada”.


  • tupungato/iStock

    Selos pagos para e-mails

    Em 1º de abril de 2010, 57 estações de rádio da Alemanha divulgaram uma notícia bombástica. O Ministério Federal do Correio e das Telecomunicações decidira cobrar a postagem dos e-mails. Como os torpedos de celular eram cobrados, o selo de um centavo para e-mails seria lançado em junho de 2010.

    De acordo com o Ministério, o dinheiro seria usado para cobrir o déficit financeiro resultante da redução drástica da receita da postagem de cartas. Além disso, a medida eliminaria a sobrecarga de spams.

    Vários políticos locais e porta-vozes de empresas de internet comentaram e discutiram o lançamento da nova taxa. Os ouvintes foram convidados a visitar o site www.e-mail-porto.de para obter mais informações e preços. Quem se registrasse naquele mesmo dia receberia um desconto de 50% na conta de e-mail até o fim de 2010.

    As emissoras foram inundadas por reações. Alguns ouvintes farejaram o logro, talvez porque o Ministério Federal do Correio e das Telecomunicações havia sido dissolvido em 1998.


  • hemul75/iStock

    TV em cores instantânea

    Em 1º de abril de 1962, Kjell Stensson, especialista técnico da emissora sueca SVT, informou ao público que fora descoberta uma nova tecnologia. Agora os telespectadores poderiam converter seus televisores para exibir recepção em cores.

    No início da década de 1960, só havia um canal de TV na Suécia. Como a transmissão era em preto e branco, a notícia era importante. Stensson explicou que os telespectadores só precisavam esticar uma meia de náilon sobre a tela do aparelho. A trama faria a luz se curvar de tal maneira que a imagem pareceria colorida. E ele demonstrou o processo.

    Milhares de telespectadores suecos experimentaram e tentaram várias vezes se posicionar no “ângulo certo” para perceber a cor corretamente.


  • CarLPM

    Limpadores de montanhas

    Sabe por que as montanhas suíças são tão limpas? Em 1º de abril de 2009, o órgão de turismo suíço divulgou um vídeo que revelava o segredo. Era resultado do trabalho duro da Associação Suíça de Limpadores de Montanha. Com vassouras, escovas, água e força dos músculos, seus filiados limpam as pedras diariamente e removem todos os excrementos de aves. Essa limpeza meticulosa também impede que os excrementos corroam as rochas.. Isso provocaria cavidades que poderiam acabar levando à erosão completa e ao desaparecimento das montanhas.

    Milhões de pessoas assistiram ao vídeo. E cerca de 30 mil fizeram o teste pela internet para verificar se tinham as qualidades necessárias para ser limpadores de montanhas.


  • p_saranya/iStock

    Colheita de espaguete na Suíça

    Em 1º de abril de 1957, o noticiário Panorama da BBC anunciou que, graças ao inverno ameno e à eliminação do temido caruncho do espaguete, os agricultores suíços teriam uma colheita recorde. O programa, narrado pelo conhecido locutor Richard Dimbleby, apresentou uma família de Ticino, na Suíça, trabalhando na colheita anual de espaguete e mostrou as mulheres colhendo da árvore, com cuidado, os fios de macarrão e esticando-os ao sol para secar.

    O locutor explicou que, todo ano, o fim de março é uma época de muita ansiedade para os colhedores de espaguete de toda a Europa, porque o frio rigoroso pode prejudicar o sabor do produto. E que cada fio de espaguete cresce sempre do mesmo tamanho graças aos anos de trabalho duro de gerações de agricultores.

    Um grande número de espectadores acreditou. Muitos ligaram para a BBC querendo saber como poderiam plantar seu próprio espaguete. Diplomaticamente, a BBC respondeu: “Ponha um broto de espaguete numa lata de molho de tomate e torça para dar certo.”

    Mais tarde, até o diretor-geral da BBC admitiu que, depois de assistir ao noticiário, foi verificar na enciclopédia como o espaguete era realmente produzido.


  • pawopa3336

    Coro usa hélio

    1º de abril de 2014: o renomado coro britânico do King’s College divulgou um vídeo para anunciar que regulamentos complexos tornaram impraticável a presença de meninos no coro. Portanto, eles foram forçados a encontrar outra maneira de reproduzir o tom agudo da voz dos pré-adolescentes.

    “Depois de um prolongado processo de consultas, descobrimos que a solução cirúrgica era surpreendentemente impopular entre os estudiosos de corais. Alguém do departamento de química apresentou então uma solução simples, e agora só precisamos de um tanque bem grande de hélio”, dizia o reverendo Richard Lloyd Morgan, capelão de King’s College. O vídeo que demonstra o uso do hélio durante uma apresentação foi visto por mais de dois milhões de pessoas no YouTube.


  • silverjohn

    Pandas nos Pireneus franceses

    Se você pretende passar as próximas férias nos Pireneus franceses, talvez aviste alguns pandas bonitinhos. Em 1º de abril de 2013, o canal de televisão France 3 revelou que o governo francês planejava libertar pandas gigantes nos Pireneus. Era parte da operação de reintrodução de ursos na região. Embora as negociações com integrantes do governo chinês ainda estivessem em andamento, esperava-se que o primeiro casal de pandas fosse introduzido na primavera de 2014.

    O canal de TV tranquilizou os telespectadores: era improvável que os pandas atacassem os animais das fazendas, porque só comem bambu. Como essa planta não cresce nos Pireneus, o plano era usar um helicóptero toda semana para levar aos pandas várias toneladas de bambu do Bamboo Parc Lapenne, no sudoeste da França. Segundo a emissora France 3, o pelo preto seria fácil de ver na neve. E, por outro lado, o pelo branco refletiria o farol dos carros.

    POR ANNIEMARIE SCHÄFER

    Gostou da nossa lista especial do Dia da Mentira? Então, leia também 15 mentiras que todo adolescente conta.


Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados