Pode ser uma noite fria, um telefone, pais e filhos. Qualquer assunto nos faz dar gargalhadas.

Numa noite fria, o aquecimento da minha casa quebrou e eu fui para a dos meus pais. Na manhã seguinte, uma vizinha ligou, avisando que a tubulação de água havia estourado e inundado a minha casa e a dela. Corri para lá e, no caminho, fui multada por excesso de velocidade. Então, o técnico do aquecimento chegou e disse que talvez não tivesse o fusível certo, mas verificaria no carro. Enquanto isso, o bombeiro abria buracos na parede do banheiro para localizar o vazamento. Quando o técnico voltou, segurava a peça.
– Encontrei o fusível – exclamou ele. – Este é seu dia de sorte!

— Candace M. Prestwich

No primeiro domingo depois que meu marido e eu compra mos um carro novo, paramos o veículo na última fila do estacionamento da igreja, para não parecer que estávamos ostentando. Enquanto conversava com amigos, meu marido, Byron, apertou acidentalmente o botão do alarme na chave eletrônica. Então a buzina do carro disparou e os faróis começaram a piscar. Vendo Byron atrapalhado com o botão, seu amigo o provocou:
– Não teria sido melhor incluir uma notinha no folheto da missa?

— Dona A. Mowry

–Por favor, me dê uns comprimidos de ácido acetilsalicílico.
– A senhora quer dizer aspirina?
– É isto! Não consigo nunca me lembrar do nome.

— Michele Rufino

Nosso computador, novíssimo e altamente veloz, estava no conserto, e meu filho foi obrigado a trabalhar no antigo e a usar a impressora preto e branco.
– Mãe – reclamou ele comigo um dia –, usar isto aqui é como voltar ao século 20!

— Denise Perry Donavin

Meu filho, Scott, corretor de seguros, adora pescar em alto-mar e sempre leva o celular para o barco. Certa manhã, está vamos a cerca de 15 quilômetros da costa quando Scott começou a tratar de negócios ao telefone. De repente, sua vara de pescar dobrou e a carretilha guinchou com o desenrolar da linha. Scott dominou a situação.
– Desculpe-me – disse ele ao cliente, mantendo a calma –, mas tem alguém me ligando em outra linha.

— Art Harris