Em momentos de insatisfação e estresse, todos nós podemos dizer coisas que não queremos de verdade. Mas, mesmo sem intenção, algumas frases comuns podem ter impacto negativo no relacionamento e até mesmo causar um rompimento.

Confira a seguir a lista dos principais hábitos negativos de comunicação e como evitá-los para manter o amor vivo por muito tempo:

nito100/iStock

5. Não menospreze sentimentos

Quando você diz “tanto faz”, pode parecer que está minimizando os sentimentos do seu parceiro. “Não há nada positivo em dizer ‘tanto faz'”, conta Julie Spira, especialista em relacionamento. “Essa frase geralmente é dita com um tom de desapontamento. Qualquer que seja o problema, pode sumir com um abraço ou um sorriso. Quando seu parceiro estiver pronto para dizer o que está errado, ele dirá.”


fizkes/iStock

6. Não seja extremista

“Você está sempre atrasado”, “Você não serve para nada”. Estas frases dificilmente são verdadeiras, mas podem machucar bastante. Com elas, você diz ao seu parceiro que ele não faz nada da forma correta e não acredita que ele possa mudar. “Com estas frases, você está assassinando o caráter do seu parceiro”, diz Syrtash. “Alguns estudos dizem que, quando você duvida do caráter do seu parceiro, estará mais perto do divórcio.”


RomoloTavani/iStock

7. Não teste o amor do seu parceiro

“Se você realmente me amasse…” É uma forma passivo-agressiva e pouco eficaz de comunicar os seus desejos.

“Quando você fala assim, seu parceiro fica na defensiva”, afirma Syrtash. Seu parceiro não deve se sentir pressionado a provar o seu amor ou fazer algo que ele não queira. Em vez disso, converse diretamente sobre o que quer.


Ridofranz/iStock

8. Não insulte seu parceiro

Em uma relação de amor, você não deve achar que precisa conquistar o respeito do outro. Ele deve estar presente desde o começo. É por isso que frases como “Eu vou fazer isso de qualquer forma, não me importo com o que diz”, “Você fica feio com esse cabelo” ou “Você fica ridículo com essa roupa” são ofensivas. O cônjuge pode pensar que não é bom o suficiente. “Você estará apenas estimulando insegurança, ressentimento e raiva”, argumenta House.