Faça uma busca
|
Publicado em: 19 de outubro de 2020

5 dicas para evitar brigas bobas em seu relacionamento

Você e seu amor brigam constantemente por coisas bobas? Confira dicas que podem ajudar a diminuir os conflitos.

Imagem: Estradaanton/iStock

Brigar com seu parceiro ou parceira é uma situação extremamente incômoda. Principalmente se acontece com certa frequência no relacionamento. Por isso, separamos 5 dicas que irão ajudar você a evitar brigas no seu relacionamento. Afinal, o amor é para se curtir, não para se estressar.

1. Conversem sobre o que incomoda

Conversar não é brigar. A conversa inicial, antes que o incômodo se torne um problema, pode evitar mal entendidos e até mesmo uma briga. Por exemplo, se seu parceiro ou parceira não retira o lixo conforme vocês combinaram, sentem, conversem e busquem por soluções para esse problema.

Leia também: Problemas no relacionamento? Experimente este exercício de escuta 

2. Identifique o problema

(Imagem: fizkes/iStock)

Se as brigas já são constantes é necessário identificar qual o motivo delas. Caso as brigas estejam sempre baseadas em coisas bobas, como tirar o lixo, ou lavar o copo que bebeu água, é provável que o problema seja maior e esteja oculto. 

Identificar o problema real pode ser a solução para evitar as brigas. Pode ser que você esteja incomodada com outra coisa, ou que seu parceiro ou parceira esteja agindo dessa forma por algum motivo não aparente. Existem diversos motivos ocultos que podem estar gerando essas pequenas brigas. Identifique-os e resolva-os.

3. Assuma quando estiver errado

Aprenda a assumir a culpa pelos seus erros. Deixe de apontar os erros do outro por um tempo. Identifique como você pode ter contribuído para o surgimento daquela briga. Sabe aquele ditado “quando um não quer, dois não brigam”? Entenda, se esta briga poderia ser evitada e como.

Leia também: 7 atitudes que estão destruindo seu relacionamento

Voltando à dica 1, opte sempre pela conversa. De cabeça fria e com objetivo de solucionar o problema, não de brigar.

(Imagem: fizkes/iStock)

4. Não deixe um problema se tornar uma bola de neve

Não espere uma situação se tornar insuportável para tentar consertar. Se algo está incomodando, converse no início, veja formas de resolver ou entenda que não é uma mudança a ser feita. Mas não deixe se tornar um problema muito grande, para depois tentar resolver.

5. Não desconte no parceiro as frustrações do dia

Às vezes temos aquele dia difícil e tudo o que queremos é chegar em casa e descansar. Mas quando chegamos e vemos aquela roupa que seu parceiro ou parceira ficou de lavar e não foi lavada ou aquela louça do café da manhã que continua na pia, é frustrante, eu sei. Mas, o problema que está realmente te incomodando foi o dia difícil que você teve, então, não entre em uma briga por isso.  

Leia também: 17 passos para ter um relacionamento saudável e duradouro

Relacionamento abusivo

(Imagem: KatarzynaBialasiewicz/iStock)

Um relacionamento abusivo pode se apresentar de várias formas. Mas é importante você ficar atenta a alguns sinais:

  • Você sempre se sente mal no seu relacionamento.
  • Não importa o que você faça, sempre há um motivo para briga.
  • Você sempre sai como errada depois de uma briga e se sente culpado por coisas que não fez.
  • Sofre com agressões físicas, verbais ou psicológicas.

Se você se identificou com algum ou alguns dos tópicos acima, é possível que você esteja em um relacionamento abusivo e não perceba. Nesses casos, o melhor é buscar ajuda; não há por que passar por tudo só. Abra-se com alguém em quem confie ou converse com um orientador ou psicólogo. Para saber mais sobre como identificar um relacionamento abusivo, confira a nossa matéria clicando aqui!

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados