Quem é que nunca ouviu que a comida congelada não é tão saudável quanto a comida fresca? Ou ainda que porque o alimento foi congelado, seu sabor foi alterado? Mas a verdade é que ter sido congelado não quer dizer que não seja saudável – ou gostoso. Vamos derrubar os quatro mitos abaixo? Quer mais? A revista Seleções de abril traz outros mitos ainda. Confira!

MITO Nº 1

Frutas e legumes congelados não são tão saudáveis quanto os frescos.

Essas frutas e legumes costumam ser colhidos bem maduros e depois, em seis a dez horas, rapidamente congelados, diz a nutricionista Jenna Braddock, especializada em esportes. “O congelamento conserva o valor nutritivo”, diz ela.

MITO Nº 2

É seguro degelar na bancada da pia.

Esse provavelmente é o maior responsável pelo degelo inseguro, diz a nutricionista Caroline Passerrello, porta-voz da Academia de Nutrição e Dietética dos EUA. Degele os alimentos dentro da geladeira, onde estará a salvo da “zona perigosa” – entre 5°C e 60°C – da temperatura em que as bactérias prosperam. É claro que degelar dentro da geladeira leva mais tempo; portanto, planeje-se.

MITO Nº 3

Comida congelada é rica em sódio.

Muitos fabricantes estão atentos à preocupação dos consumidores com a saúde e vêm reduzindo o teor de sal. Examine o rótulo; talvez você se surpreenda ao ver como a quantidade é pequena.

MITO Nº 4

Jogar água quente sobre a comida é seguro para degelar.

Não; isso pode fazer mal à saúde. “Partes de seu item podem ficar congeladas enquanto outras estão quentes e até começaram a cozinhar”, diz Jenna. Além de ficar mal cozido, parte do alimento pode entrar na zona de temperatura perigosa. Se não puder esperar o degelo na geladeira, o Departamento de Agricultura dos EUA recomenda pôr o alimento congelado numa vasilha com água fria e trocar a água de meia em meia hora.

 

Veja outros mitos sobre alimentos congelados na edição de abril da revista Seleções.