Dizem que saudade é exclusividade da nossa língua. Apesar de ser tecnicamente incorreto, essa e outras palavras do português não existem no inglês.

A vastidão da língua e sua engenhosidade são compreensíveis quando se pensa na pluralidade cultural que se tem nos países lusófonos.

Mesmo com o constante trânsito de informações com os países de língua inglesa, algumas palavras e conceitos permanecem nossos.

Leia também: Os 18 erros de português mais comuns

Separamos mais algumas palavras que são exclusividade da Língua Portuguesa, confira:

Louise Cyrillo/Canva

5 – Xará

A palavra é usada para descrever duas pessoas – não necessariamente da mesma família – que possuem o mesmo nome.

Na língua inglesa, costumava-se usar a palavra “namesake”, porém, apenas para descrever parentes consanguíneos nomeados em homenagem. Atualmente usa-se “named after”.


Louise Cyrillo/Canva

6 – Xodó

Xodó é aquele/aquilo que nos é querido, estimado, muito amado.

A palavra imortalizada por Luiz Gonzaga na canção “Eu Só Quero Um Xodó” é mais uma sem tradução direta para o inglês: não há nenhuma que expresse a intensidade do carinho e do querer como essa.


Louise Cyrillo/Canva

7 – Camelô

Para os falantes de inglês, o camelô é o street vendor – que não possui uma conotação negativa associada e também não diferencia os vendedores pelo tipo de produtos oferecidos.


Louise Cyrillo/Canva

8 – Chulé

O cheiro pode até ser universal, mas a palavra para designá-lo, não.

Em inglês, usa-se stinky feet ou smelly feet – pés fedorentos.