SÃO PAULO, SP – Um empate diante do Botafogo neste domingo (8), às 16h, no Engenhão, é suficiente para o Ceará se salvar do rebaixamento para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro.

A equipe nordestina tem o Cruzeiro como seu adversário na luta contra a degola e chega à última rodada com dois pontos de vantagem sobre os mineiros.

Por ter maior número de vitórias que o Cruzeiro (10 a 7), o Ceará, hoje com 38 pontos, precisa chegar apenas a 39 para se salvar. Os mineiros, que nunca foram rebaixados na competição, têm 36 e precisam, portanto, ganhar do Palmeiras em casa e contar com uma derrota dos cearenses.

Depender apenas de seus esforços parece uma tarefa fácil para o Ceará. Porém, o retrospecto recente deixa uma dúvida no ar. A equipe alvinegra não vence há seis rodadas —com quatro derrotas e dois empates. E, neste momento decisivo, falhou em seus dois últimos jogos em casa, conquistando apenas um ponto.

Para complicar, o Botafogo ainda tem algo a disputar nesta rodada. A equipe dirigida por Alberto Valentim ainda luta por uma vaga na Copa Sul-Americana de 2020. Para isso, precisa bater o Ceará e torcer para o Fluminense não ganhar do Corinthians no Itaquerão.

Para esse jogo decisivo, o Botafogo não poderá contar com três titulares. O meio-campista Cícero e os atacantes Luiz Fernando e Diego Souza estão suspensos por terem recebido o terceiro cartão amarelo.

O Ceará também tem problemas para o confronto no Rio de Janeiro. Fabinho, João Lucas estão suspensos por acúmulo de cartões amarelos, enquanto Lima foi expulso na derrota diante do Corinthians na quarta-feira passada (4).

Com isso, o técnico Argel Fucks promoverá mudanças, com as entradas do lateral Cristovam, do meio-campista Chico e com o retorno de William Oliveira.

BOTAFOGO

Gatito Fernández; Marcinho, Joel Carli, Gabriel, Lucas Barros; Alex Santana, João Paulo, Leo Valencia; Rhuan, Luiz Henrique, Vinícius Tanque. T.: Alberto Valentim

CEARÁ

Diogo Silva; Samuel Xavier, Luiz Otávio, Valdo, Cristovam; William Oliveira, Ricardinho, Chico, Felipe Silva, Thiago Galhardo; Leandro Carvalho. T.: Argel Fucks

Estádio: Engenhão, no Rio de Janeiro

Horário: 16h deste domingo

Juiz: Luiz Flávio de Oliveira (SP)