SÃO PAULO, SP – O Corinthians segue em busca de um atacante de beirada de campo no mercado da bola. Segundo apurou o UOL Esporte, a diretoria alvinegra recebeu uma "chuva" de atletas oferecidos por empresários e até clubes nas últimas semanas.

O excesso de jogadores sugeridos cresceu bastante após o Corinthians desistir oficialmente do atacante Michael, revelação do Campeonato Brasileiro atuando pelo Goiás e que acertou sua transferência para o Flamengo.

A reportagem apurou que a diretoria prega cautela. A ideia é não se apressar para evitar precipitações em relação à contratação de um atacante de beirada.

A diretoria corintiana fez duas consultas, além de negociar com Michael, mas não avançou em nenhuma delas: casos de Rony, do Athletico-PR, e Cristian Dájome, do Independiente del Valle, do Equador.

Rony foi descartado rapidamente após o Timão descobrir os valores: 12 milhões de euros (cerca de R$ 54,2 milhões), bem mais caro que Michael, já que o Timão chegou ao seu limite com uma proposta de 5 milhões de euros (R$ 22,5 milhões) por 50% dos direitos econômicos e mais alguns atletas.

Já o colombiano Dájome assinou pré-contrato com o Vancouver Whitecaps, clube do Canadá que disputa a MLS, liga norte-americana.

Enquanto o atacante não é contratado, o técnico Tiago Nunes deve apostar em Janderson. O prata da casa treinou ao lado de Vagner Love no ataque ontem (14), na University of Central Florida, em Orlando, e deve ser titular contra o New York City hoje (15), às 20h (de Brasília), pela Flórida Cup.

Vale lembrar que um dos grandes objetivos do Corinthians nesta temporada, a Copa Libertadores da América, só começa para o Alvinegro em fevereiro. Oficialmente, o time corintiano estreia no próximo dia 23, diante do Botafogo, na Arena Corinthians, pelo Campeonato Paulista.