SÃO PAULO, SP – O economista David Kupfer morreu nesta quarta-feira (19), aos 63 anos, no Rio de Janeiro. Professor titular da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), se estabeleceu como um dos maiores pesquisadores sobre o desenvolvimento da indústria brasileira. Deixa vários trabalhos sobre inovação, competitividade e concorrência no setor.

Kupfer também era membro do Conselho Superior de Economia da Fiesp, entidade que representa a classe industrial de São Paulo.

Foi coautor do livro "Made in Brazil: Desafios Competitivos da Indústria Brasileira", pelo qual recebeu o Prêmio Jabuti. Em 2002, voltou a receber o Jabuti por "Economia industrial: fundamentos teóricos e práticas no Brasil".

O economista também recebeu o título de pesquisador emérito do CNPq, em 2019.

Desenvolveu trabalhos sobre os setores-chave para o crescimento da economia brasileira de 1985 a 2004, tratou sobre tendências futuras da produtividade na matriz das contas nacionais do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e estudou os impactos econômicos e sociais do gás natural na economia brasileira.

Kupfer faleceu vítima de câncer no pâncreas e deixa a mulher e um filho.