Compilada por Alexandre Herculano (1810-1877), A dama pé de cabra é a fonte de onde vieram as palavras abaixo. Tente descobrir o significado de cada palavra e descubra como anda o seu vocabulário!

alão (s.m.)

C: grande cão de guarda (do castelhano alano, idem; parece ter étimo germânico [cp. alans, ‘crescido’, em gótico]).

assomada (s.f.)

B: ponto mais alto (derivado de assomar, propriamente ‘surgir, aparecer’, em cuja raiz está o latim summus, -a, -um, ‘o mais alto, o último’).

escorchar (vb)

B: descascar (do latim vulgar excorticare, idem, derivado de cortex, -icis, ‘casca, invólucro’).

esteval (s.m.)

A: aglomerado de arbustos (derivado de esteva, um tipo de arbusto, do latim stipa, -ae, variante de stipes, -itis, ‘toco’ [o tronco de uma árvore]).

fragueiro (adj.)

A: dado a trabalhos árduos (drivado de fraga, que é uma rocha escarpada, penhasco, e que, por sua vez, tem étimo latino [cf. fragosus, -a, -um, ‘escarpado’]).

matilha (s.f.)

B: agrupamento de cães (de origem obscura).

mealha (s.f.)

C: insignificância (na origem, nome de uma antiga moeda portuguesa de pouco valor; o étimo é latino [cf. mediale, moeda de cobre equivalente à metade de um denário]).

mofina (s.f.)

C: situação dolorosa (forma feminina do castelhano mohino, ‘desgostoso’; parece vir do árabe muhim, de significado semelhante).

monteiro (s.m.)

B: tipo de caçador (propriamente, aquele que caça nos montes).

mula (s.f.)

A: fêmea do burro (do latim mula, -ae, idem).

pendão (s.m.)

B: bandeira (há quem advogue origem remota no antigo francês penon, idem, proveniente do latim pinna, com significado semelhante; não se deve excluir, porém, a derivação de pender).

podengo (s.f.)

A: cão de caça (de origem obscura).

quite (adj. 2 gên.)

C: desobrigado (part. pass. irregular de quitar; este, formado de quietus, part. pass. de quiescere, ‘estar tranquilo’, em latim).

tredo (adj.)

B: traidor (forma divergente de traidor; do latim traditor, -is, propriamente o que entrega algo ou alguém [cf. traditio, -onis, a entrega ou o que é entregue, deverbal de tradere]).

tropelia (s.f.)

A: confusão (derivado de tropel, propriamente um grande número de animais se movendo desordenadamente; parece vir do francês troupe, que é um bando de animais ou de pessoas, mas há quem advogue étimo castelhano).

POR RICARDO SALLES