O substrato tupi, na variante brasileira do português, é uma das grandes riquezas da nossa língua, junto com os superestratos africanos (especialmente o quimbundo – de Angola). As palavras abaixo, algumas usadas como nomes de pessoa ou de lugar, são dessa origem. Identifique o respectivo significado.

 

POR RICARDO SALLES

Gosta de quiz? Que tal mais um?

1. Anhanguera cognome masc.

Diabo velho (formado dos elementos anhanga, ‘diabo’, e [g/p]wera, ‘velho’; cognome do bandeirante Bartolomeu Bueno da Silva [1672-1740]).

2. Canguçu nome de família

Cabeça grande (formado de akanga, ‘cabeça’, e -[wa]su, ‘grande’).

3. Capoeira s.f.

Antiga roça com vegetação nova (formado de ko, ‘roçado’, e [g/p]wera, ‘velho’).

4. Coaraci prenome masc.

Sol (o étimo é kwarasy [kó, ‘este’, ara, ‘dia’, sy, ‘mãe, origem’] ‘sol’, propriamente ‘a origem deste dia’; como antropônimo, tem a variante Guaraci).

5. Cumari s.m.

Pimenta (o étimo é kumari, nome de uma variedade de pimenta malagueta; designa a substância ativa que provoca ardência).

6. Curumim s.m.

Garoto (vem de kunumim, ‘menino’, e, também, ‘infância’ [cp. kunumimwasu, ‘rapaz’, formado de kunumim e -[wa]su, ‘grande’).

7. Ibirapitanga s.f.

Pau-brasil (formado de ybyrá, ‘madeira’, pytanga, ‘avermelhado [ou pardo]’; o nome da fruta pitanga também vem daí, significando ‘[fruto] avermelhado’; a cor, ‘vermelho’ é pyrang[a] e, daí, ypyrang[a], ‘rio vermelho’).

8. Iracema prenome fem.

Enxame de abelhas (vem de eirá, ‘abelha’, -sema, elemento que indica a saída, geralmente em grande número; a etimologia ‘lábios de mel’, proposta por José de Alencar, é fantasiosa).

9. Itaguaçu topôn. ES

Pedra grande (vem de ita, ‘pedra’, e [gwa]-su, ‘grande’).

10. Itaporanga topôn. SP

Pedra bonita (formado de ita, ‘pedra’, e porang[a], ‘belo’).

11. Itororó s.m.

Pequena cachoeira (formado de y, ‘água’, e tororoma, ‘jato, jorro’; a palavra pode ser usada ainda com os sentidos de ‘bica’ e ‘fonte’).

12. Jaci prenome fem.

Jaci – B: lua (vem de iasy, idem; também significa ‘mês’).

13. Jururu adj. 2 gên.

Triste (vem de aruru, ‘tristeza’ e, também, ‘triste’; a forma jururu é resultado de uma provável aglutinação de xe, ‘eu, meu’, e aruru, traduzindo, assim, ‘estou triste’ ou ‘minha tristeza’).

14. Moema prenome fem.

14. Moema – C: mentira (o étimo é mo ema, idem; como nome de mulher, vem da epopeia Caramuru, de Santa Rita Durão, em que a índia, amante de Diogo Álvares, se chama Moema [‘mentira’] por praticar o amor proibido, considerado não verdadeiro).

15. Perereca s.f.

Rã (vem de pererek[a], ‘saltador, pulador’, forma abreviada de iu´iperereka, ‘rã saltadeira’, em que iu´i designa vários anfíbios, inclusive os sapos e rãs).