Junho já está acabando, mas o cheiro da canjica, de bolo de fubá e de quentão ainda pode perfumar a sua casa. Este ano, sem as típicas festas, a gente improvisa em casa mesmo e prepara as receitas de festa junina, carregadas de sabores tradicionais!

As festas juninas são celebradas em homenagem a três santos católicos: Santo Antônio, o santo casamenteiro, no dia 13 de junho, São João Batista, no dia 24 de junho e São Pedro, o apóstolo e patrono da igreja, no dia 29 de junho. No entanto, a história aqui tem um pé em culturas ainda mais antigas. Os índios celebravam festivais na mesma época em que eram oferecidos diversos tipos de comida e havia dança. Dessa maneira, quando os jesuítas chegaram por aqui, na tentativa de cristianizar as festas, decidiram fundir os eventos. Assim, até hoje festejamos uma festa junina mista, com receitas que têm muitos ingredientes utilizados também pelos nativos antes da colonização.

A festa colou no interior, onde cidades e vilarejos altamente católicos se reuniam para festejar os santos. Com isso, as vestimentas tradicionais, como camisas quadriculadas remendadas e chapéus de palha, tornaram-se símbolo aqui no Brasil. Além disso, alimentos derivados do milho e outros típicos do interior passaram a compor o cardápio de iguarias deliciosas dessa época do ano.

Que tal entrar no clima da festa aprendendo 25 receitas de festa junina tradicionais – e certamente muito deliciosas? Confira abaixo algumas delas, prepare o seu chapéu de palha e caia na festa, sô!

PauloVilela/IStock

1. Bolo de fubá caipira

Ingredientes:

1 xícara (chá) de margarina

2 xícaras (chá) de açúcar

1 lata de leita condensado

4 ovos

1 xícara (chá) de maisena

2 xícaras (chá) de fubá

1 colher (sopa) de fermento em pó

1 pitada de sal

1 vidro pequeno de leite de coco (200 ml)

½ xícara (chá) de leite

Modo de fazer:

  1. Bata a margarina, o açúcar e o leite condensado até formar um creme claro.
  2. Junte os ovos, um a um, sem parar de bater. Retire da batedeira e reserve.
  3. À parte, misture a maisena, o fubá, o fermento em pó e o sal.
  4. Passe por uma peneira e vá juntando à massa, aos poucos, acrescentando alternadamente o leite de coco misturado ao leite.
  5. Mexa tudo delicadamente até formar uma massa homogênea e lisa.
  6. Transfira para uma forma com furo no meio untada e enfarinhada.
  7. Asse em forno médio, preaquecido, por 35 a 45 minutos.
  8. Deixe esfriar e desenforme.

margouillatphotos/iStock

2. Maçã do amor

Ingredientes:

6 a 8 maçãs médias

1 xícara (chá) de água

3 xícaras de açúcar

½ xícara (chá) de glucose de milho

2 colheres (chá) de corante alimentício líquido vermelho

Palitos para espetar as maçãs

Modo de fazer:

  1. Lave as maçãs e enxugue-as bem para a calda aderir melhor.
  2. Numa panela funda, coloque todos os ingredientes e leve ao fogo baixo até ferver, formando uma calda.
  3. Para saber se a calda está no ponto ideal, pingue um pouco num copo com água fria. Pegue com a ponta dos dedos. A consistência tem de ser dura e, quando mordida, deve quebrar.
  4. Espete as maçãs em palitos e passe-as na calda, girando para que todos os lados fiquem bem cobertos.
  5. Coloque-as para secar num tabuleiro untado com margarina e sirva quando esfriar.

ChamilleWhite/iStock

3. Quentão sem álcool

Ingredientes:

1 litro de suco de uva

3 litros de água

500 g de açúcar

6 cravos-da-índia

2 paus de canela

1 colher (chá) de gengibre, picado

Casca de 1 ou 2 laranjas

Modo de fazer:

  1. Numa panela grande, coloque o suco de uva, a água, o açúcar, os cravos e a canela.  Misture bem e leve ao fogo médio.
  2. Assim que começar a ferver, acrescente as cascas de laranja e o gengibre. Deixe ferver por mais alguns minutos e sirva.
  3. Caso sobre, conserve em geladeira e ferva novamente antes de consumir.

Gilnature/IStock

4. Curau de milho verde tradicional

Ingredientes:

8-10 espigas de milho verde, médias

2 litros de leite

1 pitada de sal

1 copo (americano) de açúcar

1 lata de leite condensado

Canela em pó para polvilhar

Modo de fazer:

  1. Passe as espigas descascadas por um ralador para retirar os grãos de milho.
  2. Bata-os no liquidificador com o leite e, em seguida, passe por uma peneira.
  3. Despreze a massa que ficou na peneira e coloque o líquido adquirido numa panela grande e alta.
  4. Acrescente o sal, o açúcar e o leite condensado e leve ao fogo médio, mexendo sempre, até obter um creme.
  5. Cozinhe por mais cerca de 20 minutos até formar um mingau grosso.
  6. Apague o fogo e transfira para um refratário retangular ou disponha em potes individuais.
  7. Polvilhe com canela em pó e leve à geladeira por cerca de 6 horas ou até gelar.