Faça uma busca
|
Publicado em: 7 de julho de 2021

7 dicas para ter saúde a vida inteira

Descubra os principais pontos para ter uma saúde impecável durante toda a vida!

Imagem: AnaBGD/iStock

Cada aspecto do bem-estar responde ao que comemos. Pesquisas científicas recentes nos deram uma receita nutricional para manter o melhor funcionamento de todos os sistemas do nosso corpo. Descubra abaixo 7 dicas para ter saúde e ficar livre de doenças e outros problemas.

1. Forma física

Para manter constante o nível de energia e ter um sistema cardiovascular saudável, é importantíssima a alimentação rica em frutas, legumes, verduras e cereais integrais. Os carboidratos de baixo índice glicêmico dão energia duradoura, e os antioxidantes ajudam a proteger o organismo de lesões. As gorduras boas para o coração são as monoinsaturadas e os óleos ômega-3. As gorduras trans e saturadas aumentam o nível de colesterol e promovem obstruções. Elas devem ser evitadas, assim como carboidratos refinados, como açúcar e doces, e alimentos salgados, que aumentam a pressão arterial.

2. Músculos, ossos e articulações fortes e pele saudável

Leia também: 9 dicas para manter os músculos em forma nesta quarentena

A quantidade diária adequada de proteína completa é importante para manter a massa muscular quando envelhecemos. Distribuir durante o dia a ingestão de proteínas ajuda o corpo a usá-las com mais eficácia. Os ossos e as articulações precisam do nível de cálcio adequado. É importante maximizar a absorção do cálcio evitando alimentos salgados (o sal aumenta a perda de cálcio). Doenças inflamatórias como a artrite podem ser aliviadas com óleos ômega-3, temperos e antioxidantes. A pele saudável precisa de muito líquido, vitamina C e zinco, além de vitamina E e gorduras benéficas como os óleos ômega-3.

3. Função imunológica

Entre os nutrientes importantes para o sistema imunológico, temos a vitamina C, zinco, selênio, folato, ômega-3 e vitamina E. É importante ingerir líquidos em quantidade adequada para manter o funcionamento normal de todos esses processos. Alho, chá, temperos e legumes e verduras da família crucíferas, como brócolis e repolho, contêm muitas substâncias benéficas para a imunidade, assim como frutas e hortaliças em geral. Para saber mais confira a nossa matéria com 6 maneiras surpreendentes de aumentar sua imunidade

4. Intestino saudável

Leia também: 21 maneiras de incluir mais fibras na alimentação

Fibras e líquidos são os componentes essenciais da alimentação para manter normal o funcionamento do intestino. As fibras absorvem o líquido, tornam as fezes volumosas e estimulam os músculos intestinais para que tudo funcione com conforto. O aumento da ingestão de fibras (e do de líquidos) ajuda a aliviar a prisão de ventre, além de estimular as bactérias benéficas que protegem contra infecções e fabricam vitaminas e combustíveis para as células intestinais.

5. Funcionamento ótimo de cérebro e olhos

Olhos e cérebro recorrem a antioxidantes e gorduras benéficas como os óleos ômega-3 para se manterem saudáveis, e ambos podem se prejudicar com excesso de ingestão de álcool, alimentos slagados e aumento de peso. O humos pode ser muito afetado pelo que comemos, e já se comprovou que a ingestão elevada de alimetnos industrializados e gordurosos promove a depressão e reduz a capacidade de memória. O triptofano, aminoácido encontrado em carne, peixe, peru, laticínios e banana, ajuda a melhorar o humor e promove um sono restaurador. aleem disso, uma pequena quantidade de bebida alcoólica (tomada durante a refeição) protege contra a demência e a perda cognitiva.

6 . Saúde feminina

Os problemas menstruais e os sintomas da menopausa parecem reagir a uma ingestão elevada de isoflavonas, que imitam o estrogênio e podem reduzir alguns efeitos das mudanças hormonais. Outros nutrientes importantes aqui são a vitamina E, a vitamina B6, o magnésio e o ferro. Laticínios desnatados também podem ajudar, talvez porque as oscilações hormonais estejam ligadas a um nível inadequado de cálcio. Evita sal e alimentos salgados, porque promovem a retenção de líquidos que piora os sintomas. Cafeína, bebidas alcoólicas e alimentos açucarados também exacerbam problemas hormonais.

7 . Saúde masculina

O zinco é considerado importante para o funcionamento normal da próstata. Aparentemente o aumento da ingestão de zinco ajuda a reduzir a próstata aumentada e é recomendado, ao lado dos óleos ômega-3 anti-inflamatórios e alimentos ricos em antioxidantes como verduras crucíferas e chá-verde. Estudos sobre o risco de câncer de próstata demonstraram que o selênio é benéfico e que o licopeno, encontrado em produtos de tomate, pode retardar o seu crescimento. Carnes gordurosas, laticínios com alto teor de gordura, excesso de ingestão de cálcio (mais de seis porções de laticínios por dia) e carboidratos refinados estão todos envolvidos no aumento de problemas de próstata.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados


Cadastre-se GRÁTIS para continuar lendo


Você garante acesso a 3 conteúdos exclusivos

Já tem cadastro? Faça login aqui.

Já sou assinante da Revista Impressa

close