Faça uma busca
|
Publicado em: 3 de fevereiro de 2021

7 sinais que podem indicar excesso de cálcio no sangue

A hipercalcemia pode apresentar sintomas que se desenvolvem lentamente.

Imagem: YakobchukOlena/iStock

A hipercalcemia (excesso de cálcio no sangue) pode ser fatal e é a desordem metabólica mais comum associada ao câncer. Ela pode ser causada pelo hiperparatireoidismo, câncer ou uma série de outras condições de saúde.


Atenção:
Para ter o diagnóstico correto dos seus sintomas e fazer um tratamento eficaz e seguro, procure orientações de um médico.


O que é hipercalcemia?

A hipercalcemia é uma desordem metabólica que afeta a quantidade de cálcio na corrente sanguínea. A hipercalcemia pode levar à deficiência de nutrientes, pois a quantidade de cálcio nas paredes sanguíneas pode imperdir que os nutrientes circulem.

Além do hiperparatireoidismo e de vários tipos de câncer, a hipercalcemia também pode ser consequência de insuficiência renal crônica, excesso de vitamina D, consumo excessivo de cálcio ou devido ao efeito colateral de certos medicamentos como, por exemplo, o lítio. Algumas doenças como sarcoidose, tuberculose e coccidioidomicose também podem causar o excesso de cálcio no sangue.

Leia também: Saiba tudo sobre o cálcio e seus benefícios

7 sinais que podem indicar excesso de cálcio no sangue

Hipercalcemia
Embora grave, a hipercalcemia apresenta alguns sintomas comuns a outras doenças. (Imagem:krugli/iStock)

A hipercalcemia possui sinais e sintomas muito comuns a outras doenças. Alguns casos leves podem até mesmo ser assintomáticos. Por isso, a consulta médica e o exame de sangue são fundamentais para o diagnóstico.

Os sinais e sintomas mais comuns que indicam a hipercalcemia são: 

  1. Perda de apetite, náuseas e vômitos;
  2. Constipação e dor abdominal;
  3. Micção frequente;
  4. Fadiga e fraqueza e dor muscular;
  5. Alterações do estado mental, incluindo confusão, desorientação e dificuldade para pensar;
  6. Dor de cabeça;
  7. Depressão.

O cálcio é importante em diversas funções no organismo humano, dentre elas, a formação dos ossos, liberação de hormônios, contração muscular e função nervosa e cerebral. No entanto, o excesso desse importante nutriente pode fazer mal.

O excesso de cálcio no sangue impede que os nutrientes circulem e é justamente essa ausência de absorção nutritiva que pode causar alguns dos sintomas listados.

Outro fator que influencia nos sintomas é que a hipercalcemia pode levar à deficiência de cálcio nos ossos e o não funcionamento dos órgãos que necessitam de cálcio. O que justifica a fraqueza, fadiga e a dor muscular.

Diagnóstico e tratamento

Como informamos anteriormente, o diagnóstico é realizado através do exame de sangue; é através dele que o médico avaliará se o nível de cálcio na corrente sanguínea está alto. Após as alterações serem identificadas, o médico solicita uma bateria de exames para descobrir a causa da hipercalcemia.

O tratamento depende da causa. Geralmente a forma de tratar a hipercalcemia é indicada por um endocrinologista. Podendo ser apenas com hidratação na veia e uso de diuréticos, para diminuir a quantidade de cálcio no sangue. 

Em casos onde a causa é o hiperparatireoidismo, é possível que o tratamento envolva a realização de uma cirurgia que visa a retirada das glândulas paratireóides.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados


close