Faça uma busca
|
Publicado em: 6 de setembro de 2021

Especialista explica como manter a saúde e beleza dos cabelos

Especialista em saúde capilar explica qual é o tratamento ideal para todos os tipos de cabelos

Imagem: fantom_rd/iStock

Os cuidados com o cabelo precisam fazer parte da nossa rotina. Afinal, não são apenas as químicas ou tinturas que podem prejudicá-lo, mas as temperaturas, umidade e até mesmo o envelhecimento podem modificar - e muito! - a estrutura e aparência dos fios.

A médica tricologista Luciana Passione (@dralupassoni), é especialista em saúde capilar e explica em detalhes como escolher o melhor cronograma capilar para cada tipo de cabelo. Dra. Luciana é uma referência quando se trata de medicina capilar e, por isso, atende a pacientes como Caio Castro, Thammy Miranda, Cristiana Oliveira, Rosana Jatobá e Carlos Casagrande. Além da sua especialização em saúde dos cabelos, o transplante capilar está entre as suas principais áreas de atuação.

Assim como a pele sofre com a mudança das temperaturas, os cabelos também sentem a alteração do clima. De acordo com a Dra. Luciana Passione, é exatamente por isso que a primavera é a melhor época do ano para dedicar tempo para cuidar das madeixas: "Por ser uma estação de temperaturas amenas e umidade de ar moderada, a primavera é considerada a estação mais tranquila em relação aos cuidados com os cabelos", conta a tricologista.

Segundo ela, isto ocorre porque é durante a primavera que os fios atingem o seu melhor estado de saúde. Por isso, trata-se da época ideal para investir ao máximo em máscaras hidratantes, óleos de reparação e produtos ricos em nutrientes: "A primavera separa as estações que 'mais maltratam' os cabelos, portanto, costumamos dizer que é a hora de recuperar os danos causados nos fios pelo inverno e prepará-los para o verão", explica Luciana.

Saúde dos cabelos -
Referência em saúde capilar, a médica tricologista Dra. Luciana Passione explica em detalhes como manter a saúde dos fios. (Imagem: Ale Santos e Diego NataHuman)

Cuidados com cabelos oleosos

Para quem tem cabelos oleosos, é preciso redobrar a atenção com os fios durante o inverno. Ventos frios, umidade e chuva podem tornar a tarefa de lavar os cabelos um pouco mais árdua. Mas, para aqueles que já têm uma tendência a dermatite seborreica - a famosa caspa - a probabilidade de ela aparecer é muito grande. "Pessoas que lavam os cabelos todos os dias, especialmente aquelas que têm a raiz oleosa e fios finos, que tem o couro cabeludo oleoso e passam um período sem lavá-lo, a tendência é que eles fiquem ainda mais oleosos, com aspecto nada bonito. Isso pode até mesmo favorecer o surgimento da dermatite seborreica", conta a Dra. Luciana.

Entretanto, ao contrário do que muitas pessoas pensam, lavar os cabelos oleosos muitas vezes na semana resulta no aumento do óleo produzido pelo organismo, além de tornar os cabelos dependentes da lavagem para ficarem com a tão desejada aparência de fios volumosos, soltos e saudáveis: "Quem tem cabelo oleoso acaba criando o hábito de lavá-lo excessivamente na tentativa de diminuir a oleosidade, o que é um erro. Isso porque quanto mais você retirar esse óleo, mais necessidade o organismo vai sentir de produzi-lo, causando o que chamamos de efeito rebote. Ou seja, quanto mais você lavar, mais oleoso ele vai ficar", explica a médica especialista em saúde capilar.

Qual é a frequência ideal para lavar os cabelos?

saúde dos cabelos na primavera
O ideal é manter um intervalo de um dia entre as lavagens dos fios. (Imagem: Phira Phonruewiangphing/iStock)

Ressecados ou oleosos, existe um período ideal para a lavagem dos cabelos. Apesar de parecer sempre a melhor opção para deixar os fios cheirosos e com uma aparência saudável, a lavagem diária não é indicada para todos os tipos de cabelo, podendo variar de caso a caso. No entanto, para os cabelos oleosos, a tricologista Luciana Passione indica uma rotina com um intervalo de um dia entre as lavagens: "O indicado é alternar os dias da lavagem do cabelo, assim, você irá manter os fios e o couro cabeludo limpos sem remover os óleos essenciais para a saúde dos fios", conta a especialista.

Leia também: Veja as vantagens de lavar os cabelos com água fria

Para os cabelos ressecados, lavar os fios todos os dias pode deixá-los frequentemente com uma aparência áspera e rígida. Mas, não é impossível: basta utilizar os produtos adequados para cabelos secos: "A lavagem dos cabelos secos precisa seguir algumas regrinhas e evitar alguns hábitos para que os fios fiquem bonitos, saudáveis e com bom aspecto. Os fios ressecados, por exemplo, têm sede de hidratação e, por isso, o produto precisa ter ingredientes que ajudem a repor a água perdida e a reter a hidratação do fio", explica Luciana.

Nada de água quente

Especialmente nos dias frios, a tentação de tomar aquele banho quentinho é quase irresistível. No entanto, o uso da água quente durante o enxague pode trazer muitos prejuízos não apenas aos fios, mas também à pele. Isso ocorre porque a água quente estimula a secreção da glândula sebácea, já que a pele do couro cabeludo se sente desprotegida e produz mais óleos. O mesmo processo acontece com a pele.

Mas, além do aumento gradual da oleosidade da pele e dos cabelos, o uso frequente da água quente resulta também na proliferação de fungos responsáveis pela caspa e pelo ressecamento nas pontas: "A água quente também abre as cutículas do cabelo, tirando o brilho e a sedosidade. O ideal é lavar o cabelo com água morna e, se possível, fazer o último enxágue com água fria”, aconselha a Dra. Luciana.

Dormir com o cabelo molhado faz mal?

Segundo a Dra. Luciana, sim! Além de deixar os fios mais fracos, esse hábito pode causar a quebra dos cabelos e, em alguns casos, gerar fungos no couro cabeludo, devido à umidade: "Apesar do frio, é bom que se evite, também, usar chapéus, boinas, lenços e gorros em excesso. Esses acessórios aumentam ainda mais a oleosidade do cabelo e podem causar coceira, provocar o surgimento de fungos e bactérias no couro cabeludo", alerta a médica tricologista.

Evite secador e chapinha

saúde dos cabelos
Evite aparelhos de calor, especialmente em cabelos com químicas, como alisamentos e coloração. (Imagem: Evgeniya Sheydt/iStock)

Apesar da praticidade, o secador e a chapinha são os verdadeiros vilões de um cabelo saudável! Cabelos com excesso ou acúmulo de química, como alisamentos e coloração, ou sob o efeito constante do calor de chapinha ou secador, ficam cada dia mais danificados.

Para blindá-los contra esse prejuízo, as madeixas precisam receber cuidados especiais, como o procedimento semanal da hidratação: "Criar o hábito de fazer hidratações semanais ou quinzenais, de acordo com o estado do seu cabelo é essencial", explica Luciana.

Enquanto o shampoo remove as impurezas e o excesso de oleosidade, e o condicionador oferece mais maciez e maleabilidade aos fios, é a máscara de hidratação a grande responsável pela saúde capilar, sendo extremamente necessária para que o cabelo não fique ressecado e quebradiço por conta do uso frequente de aparelhos de calor.

Fios brancos: cuidado redobrado!

cuidados com a beleza capilar
Para quem já tem fios brancos, é essencial que o cronograma capilar seja realizado com maior atenção. (Imagem: Neziha Kalı Ertuğrul/iStock)

Quem já possui fios brancos, com certeza já notou que eles têm uma estrutura muito mais ressecada e rígida, em comparação com os fios pigmentados. Por isso, é essencial que os cabelos grisalhos sigam uma rotina eficaz de hidratação.

Os fios grisalhos são naturalmente mais secos, grossos e possuem mais queratina. Além disso, o cabelo branco pode ter a cutícula aberta, o que faz com que ele perca nutrientes mais facilmente e fique opaco com muita rapidez.

Para mantê-los saudáveis, naturais ou com coloração, é importante que as pessoas grisalhas de todas as idades sigam um cronograma capilar adequado para o seu fio, seguindo uma rotina semanal de hidratação, absorção de nutrientes e reforço com produtos focados em devolver água para os fios.

Além da rotina para a reparação, os cabelos brancos podem desenvolver uma tonalidade amarelada com o tempo. Para evitar que isso aconteça, o ideal é utilizar máscaras matizadoras do tom cinza. Assim você irá esbanjar fios grisalhos incríveis e saudáveis!

A importância do cronograma capilar

cuidados com os fios varia de acordo com a estação do ano
O cronograma capilar é a melhor opção para manter o seu cabelo saudável e bonito. (Imagem: puhhha/iStock)

Nos últimos anos, ocorreu uma procura grandiosa por dermatologistas e especialistas para a realização de skincare e do famoso cronograma capilar. Os cuidados com a saúde e a estética da pele e dos fios tornaram-se uma paixão mundial - a qual é extremamente necessária. Atualmente, existem produtos disponíveis no mercado para todos os tipos de pele e cabelo, assim como um produto para cada fase da rotina de cuidados com a pele e para o tratamento dos fios.

Mas, afinal, o que é um cronograma capilar? De acordo com a especialista Luciana Passione, o cronograma capilar é um calendário de quatro semanas que intercala hidratação, nutrição e reconstrução, que pode ser realizado em todos tipos de cabelo.

Para a tricologista, o ideal é deixar um espaçamento de 48 horas entre cada tratamento. Por exemplo: se você lavar o cabelo na segunda-feira, a próxima lavagem será na quarta, depois na sexta e assim por diante. E, em cada lavagem, você irá aplicar o produto reconstrutor da semana, seja ele uma máscara de hidratação, de nutrição ou de reconstrução.

Como realizar o cronograma capilar:

  • Depois de lavar o cabelo com shampoo, aplique o produto do dia nos fios.
  • Faça um movimento passando as mãos de cima para baixo em cada mecha de cabelo. Essa ação faz o produto penetrar melhor nas fibras capilares.
  • Espere o tempo recomendado nas embalagens e retire totalmente os resíduos do produto nos fios.
  • Finalize com condicionador e enxague novamente.

Busque a orientação de um profissional

Além da importância da realização e da constância no tratamento dos cabelos, existem outros fatores que influenciam diretamente a saúde dos fios. Portanto, é imprescindível que você busque um dermatologista da sua confiança, para que ele possa identificar as necessidades vitamínicas do seu tipo de cabelo: "O dermatologista irá orientá-lo com uma dieta alimentar ideal para cada estrutura capilar", orienta a especialista.

Segundo a Dra. Luciana, ingerir alimentos ricos em vitaminas do complexo B, por exemplo, ajuda a manter os fios saudáveis. Eles auxiliam o sistema imunológico e promovem a regeneração celular, incluindo o crescimento dos cabelos. São fontes destas vitaminas: ovos, peixes, leite e seus derivados, castanhas, abacate e vegetais verdes, como brócolis, couve, espinafre e rúcula.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados


close