Faça uma busca


|
Publicado em: 19 de fevereiro de 2021

Estudo sugere que a canela pode ajudar no controle do diabetes

Imagem:

Um estudo recente realizado pela Universidade Federal do Ceará (UFC) apontou que a canela pode ser uma grande aliada no controle do diabetes tipo 2, se consumida diariamente.

O diabetes tipo 2 é o caso mais comum da doença, e costuma atingir pessoas com mais de 40 anos. Ele afeta a produção de insulina natural do corpo, que é realizada no pâncreas.

Com isso, a glicemia aumenta e o corpo passa a apresentar sinais de mau funcionamento, ocasionando o aparecimento frequente de infecções, cansaço, sede excessiva e vista embaçada, por exemplo.

 O que constatou a pesquisa

O uso da canela no tratamento do diabetes já era conhecido, mas o estudo da UFC confirmou o potencial da especiaria. Em sua pesquisa, realizada entre agosto e dezembro de 2019, o Dr. José Cláudio Lira reuniu 140 voluntários de Parnaíba (PI), com idades entre 18 e 80 anos, todos com diabetes tipo 2.

Os participantes tinham índice de hemoglobina glicada igual ou superior a 6% e foram divididos em dois grupos. O primeiro tomou três gramas de canela em quatro cápsulas, o que equivale a uma colher de chá. Já o segundo grupo recebeu placebo.

Os voluntários envolvidos na pesquisa realizaram os mesmos exercícios, continuaram tomando os remédios recomendados pelos seus médicos e tiveram a mesma alimentação.

No mês de dezembro, os pacientes fizeram novos exames de sangue e o grupo que tomou a canela apresentou redução de 0,21% no índice de hemoglobina glicada. Já os voluntários que receberam placebo tiveram aumento de 0,38%.

Nos exames de glicemia realizados nos pacientes em jejum, foi apontada uma redução de 10 mg/dL nas pessoas que tomaram a canela. O grupo que tomou o placebo apresentou aumento de 21mg/dL. Em média, o índice de glicemia dos pacientes em jejum era de 186 mg/dL, sendo que esse número deve ficar entre 100-120 mg/dL.

Além desses exames, os pesquisadores também mediram o índice HOMA-IR, que avalia se o paciente tem uma alta resistência à insulina. Quem usou a canela, apresentou redução de 0,47%, já os pacientes que tomaram o placebo tiveram aumento de 0,30%.

Uma grande aliada mas que não deve ser usada sozinha 

É importante destacar que a canela não deve substituir os medicamentos recomendados por um especialista, ela funciona apenas como um complemento ao tratamento. Aliada a uma dieta saudável e rotina de exercícios, os resultados podem ser ainda melhores.

O pesquisador José Cláudio Lira também considera outras substâncias naturais para o tratamento do diabetes, como maracujá, cúrcuma e gengibre. Além de terem tendência a auxiliar na melhora de vida dos pacientes com a doença de forma natural, as substâncias também podem se tornar base para a criação de medicamentos fitoterápicos.

Mas voltando à canela, além de ajudar no controle do diabetes, o consumo dela auxilia o corpo de diversas formas, como na melhora da digestão, diminuição da fadiga e age como antioxidante. Para saber mais, confira outros 19 benefícios da canela para a saúde.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados