Faça uma busca
|
Publicado em: 12 de fevereiro de 2021

Queda de cabelo: entenda como a fototerapia pode ajudar

A fototerapia pode combater a queda capilar e outras doenças que afetam o couro cabeludo. Confira!

Imagem: iStock

Você sofre com queda de cabelo? A alopecia, nome científico usado para caracterizar essa doença, costuma afetar mais homens do que mulheres, sendo bastante incômoda para quem a tem. No entanto, hoje já estão disponíveis diversos tratamentos para reverter esse quadro, como a fototerapia.

Mas esses só devem ser definidos após o conhecimento das possíveis causas para a queda de cabelo, que pode ter origem por fatores externos ou internos.

Como por exemplo:

  • Micose no couro cabeludo;
  • Uso de medicamentos;
  • Estresse;
  • Reação hormonal pós parto, entre outros.

Tratamentos com fototerapia para queda de cabelo

fototerapia queda de cabelo
Imagem: Doucefleur/iStock

Para tratar a alopecia é necessário, antes, descobrir qual é a causa da doença. Feita essa análise, junto ao seu médico dermatologista, é recomendado o melhor tratamento para o seu caso.

Normalmente, esse é feito com medicamentos de aplicação local. Mas há, também, tratamentos à base de laser e led, que além de combaterem a queda de cabelos também ajudam a controlar a oleosidade e o afinamento dos fios.

O tratamento oferecido consiste na aplicação de laser e led nos folículos capilares, facilitando a entrada de oxigênio nos poros.

“Isso auxilia no crescimento mais saudável dos folículos. Além dos benefícios ligados à estrutura dos fios, a fototerapia ajuda na aceleração do fluxo sanguíneo do couro cabeludo, possibilitando uma melhora significativa na qualidade nutricional dos fios”, explica o gerente de pesquisa, desenvolvimento e inovação da Ecco Fibras, empresa responsável pela tecnologia, Lucas Sousa.

Segundo o especialista, durante o tratamento são aplicados feixes de laser de baixa potência localizados na região afetada, com o auxílio de aparelhos próprios para essa finalidade.

“Cada tipo de luz promove um efeito diferente e pode ser utilizado para uma aplicação específica”, explica Sousa.

Além da queda de cabelo, a fototerapia pode ser usada para tratar as seguintes doenças do couro cabeludo:

  • Dermatite Seborreica: trata as inflamações, reparando o tecidual e diminuindo a oleosidade;
  • Caspas: atua no combate dos fungos e promove a reparação do tecido

Entenda o funcionamento de cada um dos tipos de luzes:

fototerapia queda de cabelo
Ecco Fibras/Divulgação

Luz azul: Tem ação bactericida e fungicida. Além disso, potencializa os efeitos dos cosméticos capilares utilizados, e garante uma maior hidratação dos fios e do couro cabeludo.

Luz Vermelha: Melhor opção para combater processos inflamatórios, também auxilia na selagem das cutículas e fortificação do fio. Ela também é uma opção para o tratamento da queda e na cicatrização de tecido, estimula síntese de colágeno, aumenta a produção de ATP e realiza terapia ILIB (técnica de laser terapêutico).

Luz Infravermelha: Quando usada em conjunto com a luz vermelha, essa luz aumenta em até 40% a eficácia dos tratamentos de queda e fortificação capilar.

“É possível realizar tratamentos em áreas isoladas ou ainda em todo o couro cabeludo”, afirma Lucas Sousa. 

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados


Cadastre-se GRÁTIS para continuar lendo


Você garante acesso a 3 conteúdos exclusivos

Já tem cadastro? Faça login aqui.

Já sou assinante da Revista Impressa

close