As veias das pernas têm válvulas engenhosas que impedem o refluxo do sangue. Mas a distensão dessas veias ou o enfraquecimento dessas válvulas podem fazer com que o sangue se acumule, em vez de retornar ao coração. Essas circunstâncias provocam o surgimento das varizes, trazendo inchaço, sensação de “peso”, dor e edema nas pernas. Além de manchas na pele e o aspecto desagradável das veias dilatadas e salientes nas pernas.

A causa pode ser idade, genética, inatividade física, ocupação ou trabalho que obrigue a ficar de pé, gravidez ou sobrepeso. Mas, felizmente, as recomendações a seguir poderão proteger suas pernas e evitar o aparecimento ou agravamento de eventuais varizes.

  • Oleg Elkov\iStock

    1. Não fique em pé se puder sentar-se

    A permanência de pé durante longos períodos todos os dias aumenta em 60% o risco de aparecerem varizes. Sentar-se sempre que possível ajuda a aliviar a pressão nos vasos sanguíneos. Apoie os pés no chão ou cruze os tornozelos ao sentar-se. A posição com as pernas cruzadas nos joelhos comprime e fecha as veias, dificultando o fluxo sanguíneo.

  • evgenyatamanenko\iStock

    2. Eleve as pernas várias vezes ao dia

    A elevação das pernas impede o acúmulo de sangue. Se você já tiver varizes ou quiser preveni-las, deite-se em casa e levante as pernas acima do nível do coração, apoiando-as em almofadas ou contra a parede. Essa posição permite que o sangue vá para o coração sob a ação da gravidade, em vez de se acumular nas veias das pernas e dos pés.

  • vadimguzhva\iStock

    3. Perca os quilos que estão sobrando

    O excesso de peso sobrecarrega as frágeis veias abaixo da superfície cutânea das pernas. O sobrepeso e a obesidade aumentam o risco de varizes em até 58%, segundo um estudo escocês. Uma excelente estratégia para emagrecer é exercitar-se mais, o que também reduzirá o risco de problemas venosos.

  • AndreyPopov\iStock

    4. Mantenha as pernas em movimento

    Ficar de pé, ou mesmo sentado, o dia todo possibilita o acúmulo de sangue. Empurre-o de volta em direção ao coração sempre que puder. Como? Se estiver sentado, estique e flexione os pés para estimular a circulação. Se estiver de pé, faça o sangue se movimentar algumas vezes a cada hora, ficando nas pontas dos pés, sustentando o peso ora com um pé, ora com o outro, flexionando as pernas e caminhando sem sair do lugar.

  • Milos-Muller\iStock

    5. Cuidado com as viagens longas

    Evite ficar parado na mesma posição, por longos períodos de tempo. Em viagens longas, tente ao menos movimentar a pernas algumas vezes durante o percurso. E, no caso de viagens de ônibus ou carro, aproveite o tempo de parada para sair do veículo e andar um pouco.

  • Geo-grafika\iStock

    6. Use meia elástica

    As meias elásticas comprimem as pernas e diminuem o acúmulo de sangue. Podem aliviar a dor e o edema em caso de varizes e ajudar a evitá-las também. Consulte seu médico para conferir se são apropriadas para o seu caso.

    Pesquisadores japoneses avaliaram as pernas de 20 pessoas com varizes e constataram que todos os níveis de compressão reduzem o edema, mas as meias de média e alta compressões são melhores, principalmente se você as calçar todo dia logo ao acordar.

     

  • LimaEs\iStock

    7. Exercite as pernas mesmo que você use meia elástica

    Cientistas de Hong Kong descobriram recentemente uma falha nas meias elásticas: quando voluntários caminhavam, as meias, às vezes, comprimiam com mais força as panturrilhas do que os tornozelos, o que favorecia o acúmulo de sangue em vez de evitá-lo. A conclusão dos pesquisadores: vale a pena usar meia elástica, mas também é preciso exercitar os músculos da panturrilha para manter o fluxo sanguíneo.

    Além disso, o exercício físico, mesmo leve, é fundamental para prevenir outros problemas circulatórios.

  • turk_stock_photographer\iStock

    8. Use salto baixo

    O salto agulha alto pode não causar varizes, mas diminui a competência dos músculos da panturrilha no bombeamento do sangue para o coração ao caminhar, segundo especialistas do Centro Médico da Universidade de Wake Forest na Carolina do Norte.

  • RyanKing999\iStock

    9. Massageie as pernas

    Faça uma massagem de baixo para cima nas pernas pesadas. Loções com álcool e extrato de arnica são uma boa opção.

    Se preferir uma loção caseira, faça uma mistura de 5 gotas de óleo de cipreste, 5 de óleo de alfazema e 5 de óleo de junípero com 50 ml de azeite.

  • marilyna\iStock

    11. Pare de fazer força no banheiro

    O esforço excessivo para defecar aumenta a pressão nas veias das pernas. Pesquisadores da Universidade de Edimburgo, na Escócia, relatam que essa força quase duplica o risco de problemas venosos nos homens. Para tornar a evacuação mais fácil e confortável, beba bastante água durante o dia e aumente a ingestão de fibras.

  • isa-7777\iStock

    11. Inclua os flavonoides em sua rotina

    Várias pesquisas sugerem que os flavonoides presentes em alimentos como uva, maçã, cebola, brócolis e cacau e outros vegetais, ajudam a manter os vasos sanguíneos flexíveis e saudáveis.

    Uma boa forma de consumi-los no dia a dia é através de chá verde e preto, que também possuem uma quantidade significativa de flavonóides.