As veias das pernas têm válvulas engenhosas que impedem o refluxo do sangue. Mas a distensão dessas veias ou o enfraquecimento dessas válvulas podem fazer com que o sangue se acumule, em vez de retornar ao coração. Essas circunstâncias provocam o surgimento das varizes, trazendo inchaço, sensação de “peso”, dor e edema nas pernas. Além de manchas na pele e o aspecto desagradável das veias dilatadas e salientes nas pernas.

A causa pode ser idade, genética, inatividade física, ocupação ou trabalho que obrigue a ficar de pé, gravidez ou sobrepeso. Mas, felizmente, as recomendações a seguir poderão proteger suas pernas e evitar o aparecimento ou agravamento de eventuais varizes.

Oleg Elkov\iStock

1. Não fique em pé se puder sentar-se

A permanência de pé durante longos períodos todos os dias aumenta em 60% o risco de aparecerem varizes. Sentar-se sempre que possível ajuda a aliviar a pressão nos vasos sanguíneos. Apoie os pés no chão ou cruze os tornozelos ao sentar-se. A posição com as pernas cruzadas nos joelhos comprime e fecha as veias, dificultando o fluxo sanguíneo.


evgenyatamanenko\iStock

2. Eleve as pernas várias vezes ao dia

A elevação das pernas impede o acúmulo de sangue. Se você já tiver varizes ou quiser preveni-las, deite-se em casa e levante as pernas acima do nível do coração, apoiando-as em almofadas ou contra a parede. Essa posição permite que o sangue vá para o coração sob a ação da gravidade, em vez de se acumular nas veias das pernas e dos pés.


vadimguzhva\iStock

3. Perca os quilos que estão sobrando

O excesso de peso sobrecarrega as frágeis veias abaixo da superfície cutânea das pernas. O sobrepeso e a obesidade aumentam o risco de varizes em até 58%, segundo um estudo escocês. Uma excelente estratégia para emagrecer é exercitar-se mais, o que também reduzirá o risco de problemas venosos.


AndreyPopov\iStock

4. Mantenha as pernas em movimento

Ficar de pé, ou mesmo sentado, o dia todo possibilita o acúmulo de sangue. Empurre-o de volta em direção ao coração sempre que puder. Como? Se estiver sentado, estique e flexione os pés para estimular a circulação. Se estiver de pé, faça o sangue se movimentar algumas vezes a cada hora, ficando nas pontas dos pés, sustentando o peso ora com um pé, ora com o outro, flexionando as pernas e caminhando sem sair do lugar.