Faça uma busca
|
Publicado em: 15 de agosto de 2020

Alfazema: quem poderia imaginar que um remédio cheirasse tão bem?

A alfazema além de ser muito cheirosa também possui propriedades incríveis para o nosso organismo.

Imagem: Dimijana/iStock

Os óleos presentes na alfazema, usados há muito tempo na fabricação de perfumes, sabonetes e sachês, também ajudam a digestão, reduzem a ansiedade e combatem a insônia. Existem evidências científicas de que um dos óleos desta planta, o álcool perílico, pode vir a ser usado até mesmo no tratamento do câncer.

Arbusto perene de belas flores violáceas ou azul-claras, a alfazema (lavanda) tem uma longa história como remédio. As flores secas podem ser usadas como um sachê, que, colocado sob o travesseiro, propicia um sono repousante. O aroma de sua flor provém de óleos que estimulam o nervo olfativo e acalmam o sistema nervoso central. O simples perfume pode ser tão efetivo para propiciar um repouso tranquilo quanto os medicamentos para dormir (que podem causar dependência).

Veja também como o alecrim pode melhorar sua memória.

A alfazema também atua contra a ansiedade ou a agitação. Pesquisadores descobriram que seu uso está relacionado ao aumento das ondas cerebrais associadas ao relaxamento.

Dica de relaxamento

Coloque um pouco de óleo essencial de alfazema em um difusor para aromatizar o ambiente. Se você não tiver um difusor, pingue 3 gotas do óleo em meio litro de água fervente e inale o vapor. Quando tiver tempo para uma extravagância, acrescente óleo de alfazema ou um punhado de flores de alfazema secas à água do banho para combater o estresse.

Não é coincidência que a alfazema seja usada como linimento de massagem. Seus óleos essenciais são facilmente absorvidos pela pele. Seus efeitos sedativos no sistema nervoso central podem ajudar a relaxar. O óleo puro, vendido em lojas de produtos naturais, é muito concentrado – não se deve usar mais que 1 ou 2 gotas diretamente sobre a pele. Misture-o com um “veículo”, como azeite ou óleo vegetal.

Conheça outros 5 incríveis usos da alfazema

1 . Alivia a dor de cabeça

Ponha um pouco do óleo sobre cada têmpora quando tiver dor de cabeça e massageie para obter grande alívio.

2 . Auxilia a digestão

Os médicos alemães frequentemente recomendam o chá de alfazema para ajudar na digestão. Os óleos relaxam os músculos lisos do trato digestivo e aliviam as cólicas gástricas e intestinais após as refeições. O chá também reduz os gases intestinais. Para fazer uma infusão, cubra 1 ou 2 colheres de chá cheias de flores de alfazema com 1 xícara de água fervente durante 10 minutos.

3 . Combate infecções

Os taninos presentes na alfazema matam bactérias e ajudam a evitar a infecção de pequenos cortes e arranhões. Embeba um pano limpo em infusão de alfazema e aplique a compressa sobre a ferida.

4 . Alivia problemas no ouvido

A mesma substância química da alfazema que combate infecções cutâneas alivia o prurido e a irritação das otites.

5 . Funciona como analgésico

O óleo de alfazema possui leves propriedades analgésicas. Parece reduzir a transmissão de impulsos nervosos que conduzem sinais de dor. Misture algumas gotas do óleo em 1 colher (sopa) de azeite ou óleo vegetal e massageie o local.

6 . Alivia a coceira

A alfazema também alivia a coceira, graças à sua ação anti-inflamatória. É o remédio perfeito para picadas e ferroadas de insetos.

Leia também: 20 óleos essenciais e suas funções curativas

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados