A dieta pode influenciar na dor. Por exemplo, alimentos com gorduras trans e saturadas podem desencadear inflamações no corpo. Já os carboidratos refinados são capazes de fazer os níveis de glicose no sangue virarem uma montanha-russa, esgotando sua energia. Enquanto outros têm o poder de serem analgésicos naturais.

Os alimentos não têm de ser os inimigos. De fato, alguns, como os peixes gordurosos, abrandam inflamações, e consumir grãos integrais pode estimular a energia. Em vez de focar no que cortar da dieta, comece adicionando alimentos deliciosos, que nutrem o corpo, protegem contra o dano celular e aliviam a dor. Conheça cada um deles a seguir!

David Köhler/Unsplash

Uvas

Com algumas uvas, vinho ou amoras, você estará obtendo uma dose de resveratrol, que inibe as enzimas inflamatórias tanto quanto uma aspirina, mas sem causar irritação estomacal.


nitrub/iStock

Suco de Cranberry

Esse suco é bem conhecido por abrandar infecções dolorosas na bexiga, e é usado como remédio há séculos. Cientistas acreditam que algo no suco impede que as bactérias invadam a parede da bexiga.


Eugene03/iStock

Frutas Vermelhas

Contêm substâncias químicas chamadas antocianinas que, como a aspirina, combatem inflamações. Além de serem uma boa fonte de fibras, essas frutas ainda têm poucas calorias.


Juan José Valencia Antía/Unsplash

Amêndoas

São ricos no aminoácido triptofano, que, após uma hora de ingestão, pode baixar a sensibilidade à dor. Dentre outros alimentos com esse aminoácido, destacam-se: avelãs, sementes de gergelim e de girassol, peru, laticínios, soja, frutos do mar, grãos integrais, arroz e lentilha.