Com a chegada do outono e a diminuição das temperaturas, os casos de gripe ficam cada vez mais comuns. Confira a seguir uma “entrevista” com um vírus da gripe e descubra tudo sobre a doença:

Acha que somos apenas um resfriado? Pois sim!

Todo ano, mandamos milhares de pessoas para o hospital e ajudamos a matar milhares delas também (em geral quando apresentam complicações, como, por exemplo, pneumonia). Somos tão poderosos que podemos deixar gravemente enferma até mesmo uma pessoa normal e saudável.

O que mais tememos é a vacina contra a gripe.

Essa é a melhor maneira de assegurar que não vamos destruir tudo. A vacina contra o vírus da gripe dá ao seu sistema imunológico informações de alto nível para nos identificar e erradicar. Nessa época, ficamos sempre nervosos; a vacina protege contra três cepas nossas. E dizem que vem por aí uma quadrivalente, outra para os alérgicos a ovos e, ainda, uma versão extraforte para os idosos. Argh!

Adoramos os apressadinhos na hora da limpeza.

A ação dos desinfetantes pode demorar alguns minutos para ser eficaz; assim, se você aplica o produto numa superfície e o limpa imediatamente, é provável que alguns vírus sobrevivam.

Turma da Mônica e Corpo Humano

Basta respirar para nos espalhar.

Não é preciso espirrar ou tossir. Uma única respiração pode abrigar milhares de nós, e conseguimos contaminar as outras pessoas até 24 horas antes de você apresentar sintomas.

Em quem é obeso, fazemos a festa.

Temos o triplo da probabilidade de matar um obeso em comparação a outras pessoas. Quando os quilos a mais espremem o pulmão, é mais difícil respirar e nos combater. O excesso de peso também pode prejudicar a eficácia da vacina contra a gripe. Ponto para nós!

Quando está “ocupado demais” para tirar licença, você nos faz um grande favor.

Quando vai se arrastando para o escritório, você nos espalha entre seus colegas (maravilha) e é mais difícil para o seu corpo nos combater. Portanto, você fica doente mais tempo (melhor ainda). Se todos tirassem apenas um dia de licença médica, isso reduziria os casos em até 25%! (Que horror!)

Obrigado por não lavar as mãos.

Depois da vacina contra o vírus da gripe, a higiene adequada das mãos é uma das melhores defesas contra nós. Sabemos que cerca de 10% das pessoas não lavam as mãos após usar o banheiro, e mais de 20% usam só água, sem sabão. De um jeito ou de outro, isso é ótimo para nós. Quando ficamos nas suas mãos e você toca os olhos, o nariz ou a boca (acredite em nós, você faz muito isso), temos acesso fácil ao seu organismo.

Você está tomando um antiviral? Ah, não!

Os medicamentos antivirais são o nosso maior inimigo depois que conseguimos contaminar alguém. Eles eliminam nossa capacidade de continuar a nos reproduzir, o que pode encurtar a duração da doença. Para nossa sorte, esses remédios são mais eficazes quando tomados nas primeiras 48 horas de surgimento dos sintomas de gripe. Se você esperar demais para procurar um médico, poderemos nos espalhar à vontade.

Adoramos crianças.

São elas que mais nos espalham. Seu sistema imunológico imaturo demora mais tempo para nos combater, por isso elas nos disseminam mais e durante um período maior. As crianças também são deliciosamente anti-higiênicas. Quando contaminamos uma criança, ganhamos acesso à sua família e a muitos de seus coleguinhas da escola.

Por LAUREN GELMAN

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteudo em primeira mão!