Faça uma busca
|
Publicado em: 22 de março de 2020

Conheça os 8 superalimentos para a terceira idade

Descubra quais são os elementos mágicos para quem está na melhor fase da vida.

Imagem: fortyforks/iStock

Se alimentar bem é importante em qualquer idade. Mas existem alguns superalimentos que podem fazer milagres.

Por que superalimentos?

Simples, porque eles contêm altos níveis fitoquímicos que estimulam a saúde: antioxidantes, vitaminas, minerais e compostos como flavonoides que protegem contra doença cardíaca, câncer e talvez declínio cognitivo. Conheça agora quais são esse 8 alimentos sensacionais para incluí-los na sua dieta.

  • Bojsha65/iStock

    Frutas vermelhas contêm polifenóis (antioxidantes que diminuem os riscos de doença cardiovascular). De acordo com o Centro de Pesquisa de Nutrição Humana no Envelhecimento, em Boston, mirtilos e suco de uva melhoram a memória e a função cognitiva em pessoas idosas.


  • Karaidel/iStock

    Verduras crucíferas, como brócolis, couve-de-bruxelas e couve, talvez estimulem a longevidade. Um estudo em Xangai descobriu que o risco de morte reduzia em cinco ou dez anos conforme os participantes consumiam mais frutas, legumes e verduras crucíferas.


  • nitrub/iStock

    Mel promove a cura de feridas e queimaduras, reduz a tosse e pode baixar o colesterol, além de evitar doença cardíaca e câncer. Pesquisadores galeses analisaram as dietas relatadas por 655 homens 25 anos antes. Constataram que, dentre os 41 homens que registraram consumir mel, a taxa de mortalidade caía para menos da metade do restante.


  • trumzz/iStock

    Chá-verde ajuda a reduzir os níveis de colesterol e as chances de doença cardíaca. Também vigia a perda dentária, auxilia no gerenciamento do peso e combate os danos provocados pelo sol.


  • Aksenovko/iStock

    Nozes têm antioxidantes e ácidos graxos ômega-3 que talvez melhorem a função cerebral. Um estudo californiano com 87 pessoas que tinham colesterol alto comprovou que comer nozes por seis meses melhorava os níveis.


  • NDStock/iStock

    Vinho tinto contém antioxidantes que contribuem para acabar com os radicais livres que promovem o “estreitamento” das artérias. Beber uma ou duas doses por dia diminui a taxa de mortalidade por doença cardiovascular.


  • Vasyl Chybor/iStock

    Alho ajuda a combater infecções e a reduzir a hipertensão, e talvez proteja contra doença cardiovascular e câncer. Num estudo com pacientes de 60 anos, em média, e risco de ataque cardíaco, os que consumiram alho mostraram evidências de gorduras sanguíneas mais saudáveis após um ano.


  • Kuvona/iStock

    Tomates são ricos em antioxidantes. O licopeno, em especial, reduz o risco de câncer e doença cardiovascular. Cozinhe-os com azeite de oliva para que os nutrientes sejam mais absorvidos.


Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados


Cadastre-se GRÁTIS para continuar lendo


Você garante acesso a 3 conteúdos exclusivos

Já tem cadastro? Faça login aqui.

Já sou assinante da Revista Impressa

close