A vitamina C é a mais conhecida e a mais utilizada de todos os suplementos. Em 1742, já se sabia que o suco de limão prevenia o escorbuto; doença que atormentava os marinheiros que viajavam longas distâncias. Porém, só em 1928, é que seu componente saudável foi identificado como vitamina C: ácido ascórbico. Hoje em dia, o interesse sobre os benefícios da vitamina C baseia-se mais no potencial de proteção às células do que na capacidade de curar o escorbuto. Sendo o principal antioxidante hidrossolúvel no corpo, ela ajuda a combater as lesões causadas pelas moléculas instáveis de oxigênio chamadas de radicais livres. Isso ocorre principalmente nas áreas que são constituídas essencialmente de água, como o interior das células.

Principais benefícios

A vitamina C é ativa por todo o corpo. Ela ajuda a fortalecer os capilares (vasos sanguíneos diminutos) e as paredes celulares. Além disso, é essencial para a formação do colágeno (proteína encontrada no tecido conjuntivo). Desta forma, a vitamina C previne equimoses, promove a cicatrização e mantém saudáveis e fortes os tendões, os ligamentos e as gengivas. Também ajuda na produção de hemoglobina nas hemácias e auxilia o corpo na absorção de ferro a partir dos alimentos.

A vitamina C pode distorcer a exatidão dos exames médicos para diabetes, câncer do cólon e dos níveis de hemoglobina. Comunique a seu médico se você toma suplementos desta vitamina.

Como um antioxidante, a vitamina C oferece proteção contra o câncer e as cardiopatias. Muitos estudos demonstraram que níveis baixos desta vitamina estão relacionados com ataques cardíacos. Mulheres, inclusive, também estão propensas a infartos; saiba mais. Além disso, outro dos muitos benefícios da vitamina C é prolongar os anos de vida. Em um estudo, homens que consumiram mais de 300 mg da vitamina ao dia viveram mais tempo do que aqueles que consumiram menos de 50 mg ao dia.

Vantagens adicionais

A vitamina C evita resfriados? Provavelmente não, mas pode aliviar os sintomas e diminuir a duração deles. Em 1995, pesquisadores concluíram que a ingestão de 1.000 a 6.000 mg ao dia dessa vitamina no momento do aparecimento dos sintomas reduz sua duração em 21%, cerca de 1 dia. Outros estudos demonstraram que pode ajudar os pacientes idosos a combater infecções respiratórias graves. Ela também parece ser um anti-histamínico natural. Doses elevadas de vitamina C podem bloquear o efeito das substâncias inflamatórias produzidas pelo corpo em resposta ao pólen, pelos de animais e outros alérgenos.

Não tome mais de 500 mg ao dia se você tem cálculos renais, doença renal ou hemocromatose; uma tendência genética de armazenar ferro em excesso. A vitamina C aumenta naturalmente a absorção de ferro.

Essa vitamina também é útil no tratamento da asma. Numerosos estudos descobriram que os suplementos de vitamina C ajudavam a prevenir ou melhorar os sintomas asmáticos. Para as pessoas com diabete tipo 1, a suplementação com 1.000 a 3.000 mg ao dia pode prevenir complicações dessa doença. Entre elas: problemas oculares e níveis elevados de colesterol. Se você tem dúvidas sobre os dois tipos de diabetes, confira aqui as principais características.

De quanto você precisa?

A ingestão diária recomendada para homens e mulheres é de 60 mg (para fumantes, 100 mg). Contudo, mesmo especialistas conservadores acreditam que uma ingestão ideal seja de pelo menos 200 mg ao dia. Para o tratamento de doenças específicas, recomenda-se doses mais elevadas.

  • Em pequenas quantidades: Seria necessário consumir menos de 10 mg ao dia para desenvolver escorbuto. Porém, a ingestão de menos 50 mg de vitamina C tem sido relacionada ao risco aumentados de ataque cardíaco.
  • Em grandes quantidades: Doses elevadas (2.000 mg ao dia) podem causar fezes moles, diarreia, gases e inchaço. Entretanto, todos esses sintomas podem ser corrigidos por meio da redução da dose diária. Nessa quantidade, a vitamina C pode interferir na absorção de cobre e selênio. Portanto, certifique-se de consumir quantidades suficientes desses minerais a partir dos alimentos ou de suplementos vitamínicos.

Como dosar?

Grandes quantidades são mais bem absorvidas em doses tomadas junto às refeições durante o dia. A vitamina C funciona muito bem quando associada a outros antioxidantes, como a vitamina E. Frutas cítricas e seus sucos são ótimas fontes de vitamina C. Aliás, um copo de 240 ml de suco de fruta fresca fornece 124 mg de vitamina C, que é mais de duas vezes a ingestão diária recomendada.

Lembre-se! Se você tem algum problema de saúde, converse com seu médico antes de tomar suplementos. Além disso, dê preferência ao consumo de vitamina C por meio dos alimentos. Não gaste dinheiro comprando produtos especializados, como a vitamina C esterificada. Não há evidências de que eles sejam mais eficientemente absorvidos que o ácido ascórbico comum.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteudo em primeira mão!