O herpes vem e vai. Mas, uma vez tendo adquirido o vírus, você terá de fazer uma campanha constante para mantê-lo inativo. Mas é fácil reconhecer a sensação de queimação e formigamento característicos que acusam a chegada iminente do herpes oral. Se você estiver preparado de antemão, pode minimizar seus inconvenientes com remédios caseiros. Conheça os cuidados principais.

Primeiros Socorros

  • Aplique gelo diretamente nas ulcerações. Isso reduz o inchaço e alivia a dor temporariamente. Se essa tática for usada logo ao primeiro sinal de formigamento, então as bolhas provavelmente ficarão menores.
  • Outro recurso é usar aspirina para aliviar a dor, e para outros benefícios. Um estudo publicado nos Annals of Internal Medicine sugere que 125 mg de aspirina por dia podem reduzir em 50% o período em que a infecção herpética permanece ativa.

Atualmente, já existem vacinas contra a herpes. Saiba mais!

Derrote a herpes

  • O tempo e o aminoácido lisina despontam como os campeões na luta pela cura. Durante uma crise aguda, tome 3 g diariamente até que a doença desapareça. Pesquisas mostraram que esse produto impede a replicação (cópia) do vírus.
  • O óleo de linhaça também podem combater a herpes, porque possuem propriedades antibacterianas, antifúngicas e antivirais. Confira também outros benefícios do óleo para a sua saúde.
  • Os fitoterapeutas normalmente recomendam a citronela (melissa) para tratar herpes simples do tipo I, porque seus óleos essenciais contêm substâncias que provaram inibir o vírus. Em estudos conduzidos na Alemanha, portadores de herpes oral passaram a ter episódios mais espaçados, ou erradicaram completamente o vírus ao usar a pomada. Procure uma pomada de citronela nas lojas de produtos naturais e use conforme necessário.
  • Aplique tintura de mirra com um chumaço de algodão, até 10 vezes por dia. A mirra, que ataca diretamente o vírus, é encontrada em lojas de produtos naturais.
  • Misture quantidades iguais de óleo de melaleuca (teatree) e azeite de oliva e aplique na região 2 ou 3 vezes por dia. O óleo de melaleuca é um potente antisséptico natural. Pesquisas realizadas na década de 1920 mostraram que ele tinha um poder antisséptico até 13 vezes maior do que o do ácido carbólico, o germicida comum da época.
  • Tome iogurte com bactérias acidófilas. Alguns estudos demonstraram que esse tipo de bactéria encontrada em algumas marcas de iogurte surpreendentemente impede o crescimento do vírus.

Esse vírus também pode se manifestar como herpes simples, aparecendo, inclusive, dentro da boca. Veja como identificar e evitar o contágio.