O jejum intermitente tem atraído milhões de pessoas que buscam o emagrecimento. Muito comum nos últimos anos, esse modelo de dieta tem alcançado resultados positivos, mas também gerado preocupação por parte de especialistas.

Diferente das tradicionais dietas, que indicam a alimentação em curtos períodos (três em três horas), o jejum é o oposto. Nesse modelo, diminuir as refeições diárias tem sido positivo para o emagrecimento.

Além disso, os benefícios do jejum são diversos, no entanto, os riscos também são comuns. E para não deixar a vida saudável de lado e emagrecer com saúde, separamos um guia sobre essa nova prática.

Abaixo, você confere como funciona o jejum intermitente e quais as suas vantagens e desvantagens. Descubra!

everydayplus/iStock

Como funciona?

O ato de jejuar é comum há séculos. Há milhares de anos, a caça era o meio para obter alimento e, por isso, o tempo sem comer era espaçado.

Mas hoje, o jejum intermitente ganha adeptos por ser eficaz na perda de peso. Ele possui ainda diversos tipos. Confira na galeria ao lado.


Tatomm/iStock

Como funciona?

O modelo mais conhecido é chamado de 5 por 2. Nesse caso, são cinco dias para a alimentação normal e dois em semijejum.


Chinnapong/iStock

Como funciona?

Mas além do 5 por 2, outro modelo vem conquistando espaço. É o chamado 16 por 8. Nesse caso, a alimentação é suspensa por 16 horas e as refeições são realizadas dentro de oito horas.


englong guo/iStock

Como funciona?

Já outro tipo de jejum que vem se tornando mais comum é o de 12 horas. Nesse modelo, metade do dia, incluindo as horas de sono, é sem nenhuma alimentação. Nas outras horas, as refeições são permitidas.